Passeios, Viagens

Veículo Leve sobre Trilhos no Rio de Janeiro

Vim contar minha primeira experiência e minhas primeiras impressões no VLT carioca. Esse novo modelo de transporte coletivo começou suas atividades no início de junho de 2016 e já está dando o que falar.

13619798_1063418180413519_727627863060197661_n

As obras que aconteciam e ainda acontecem na região Central do Rio de Janeiro já deixou muita gente enlouquecida com os engarrafamentos e os desvios intermináveis, mas ele chegou pra ficar e facilitar. Ligar trechos da Região Central do Rio de Janeiro que era bem deficiente de um transporte eficaz. Ele veio para nos deixar fora dos engarrafemos e das demoras em curtos deslocamentos. Eu, já há bastante tempo, que preferi me deslocar pelo centro a pé, muitas vezes é até mais rápido, mas agora com esse transporte acho que vou repensar minhas escolhas.

Ainda tem linhas a ficarem prontas e ainda não funciona no horário integral, mas já é possível ter proveito desde sua inauguração.

O VLT funcionou por todo o mês de Junho de forma gratuita, mas a partir de 01 de julho o transporte tem o valor de R$ 3,70 por viagem.

Vou separar em dois tópicos: Pontos Positivos e Pontos Negativos.

 
Pontos positivos: 

Silencioso – O veículo é super silencioso, o que deixa a viagem bem mais agradável;

Rapidez – apesar de fazer algumas paradas em sinais de trânsito, é mais rápido o deslocamento via VLT do que por outro meio de transporte nessa região;

Horário de Funcionamento – O horário previsto para funcionamento é de 24 horas por dia;

Trechos atendidos – Abrange uma área que estava bem carente de um transporte eficaz;

Pontos de Parada – Os pontos são bem estratégicos.

 
Pontos Negativos:

As plataformas de embarque e desembarque – São bem estreitas, e quando cheias ficam muito desconfortável e até perigoso para cair na linha.

Porta para embarque e desembarque – Elas não são automáticas, o passageiro deve apertar um botão para que a porta abra. O botão é digital e sensível e isso significa que diversas pessoas apertando com intensidades diferentes vão quebrar esse dispositivo;

Barras para segurar – São muito altas e ausentes em algumas partes do trem, mas isso pode ser resolvido com aqueles adaptadores.

  • Tem um ponto pra mim que é uma ambigüidade, ele é positivo, mas também pode ser bem negativo, tudo depende da população. A Forma de Pagamento da passagem, não haverá cobrador, o passageiro deve comprar o bilhete nos guichês ou usar o bilhete único e passar no cobrador eletrônico dentro do trem. Haverá fiscais em alguns trens e se alguém não pagar poderá pagar uma multa. Bom, como eu disse, só depende da educação e honestidade de seus usuários.

Eu espero que tenham gostado e aproveitem esse novo transporte!!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s