Dicas de Viagem, Nova York, Viagens

Nyc – Turista x Morador (Parte 2)

Chegou a hora da segunda parte desse artigo que eu amei escrever. Se você não leu o primeiro post, já clica aqui, antes de seguir.

13 – Ande de metrô

new-york-subway-map-cropped2
Imagem: Divulgação Metrô

O metrô pode ser sujo e até sombrio em algumas estações, mas ele é o que há de mais prático em locomoção por lá. O trânsito de NYC é para os fortes!!! São muitos sinais e muitos carros nas ruas, o tempo que se perde em locomoção é enorme.

Para usar o metrô é possível comprar, além do passe unitário, o passe por 7 dias e o de 1 mês. Faça contas para saber se vale a pena!

O metrô de lá também é um pouco confuso pra nós, porque não estamos acostumados a uma malha daquela magnitude, mas todas as estações tem um mapa da região e tem aplicativos que ajudam bastante. Um que eu usei foi o NYC SUBWAY, fica a dica!!!!

Outra dica importante é aguardar as pessoas saírem para depois começar a entrar. Nem devíamos precisar falar isso né, mas por aqui infelizmente não temos essa educação. Siga essa regra se não quiser ser xingado e até receber uns esbarrões bem maldosos.

Vou deixar aqui um post mais detalhado que fiz sobre esse meio de transporte!

14 – Comida de rua

A comida de rua em NYC é muito comum. Em cada esquina tem uma barraquinha, seja de cachorro quente, de falafel (minha tristeza não ter comido, fui deixando pra depois e depois e acabei não provando, mas na próxima será prioridade), de bagel (o “pão” deles – que eu não diria que você precisa comer, ele é duro e ressecado rs), entre outras. Então coma na rua, é bom, barato e super descolado.

RESERVE SEU CARRO NESSE LINK.

15 – Levain bakery

IMG_1486

Essa lojinha no subsolo de uma residência, vai te surpreender em sabor. Ela fica na rua 167 W 74th,  e lá é possível comer um Cookie maravilhoso. Mas chegue cedo e sem pressa, pois é bem possível encontrar uma fila enorme por lá.

16 – Boates locais

O Nova-iorquino pouco (ou quase nunca) frequenta boates internacionais como a Pacha. Eles gostam das boates locais!!!

Essas são aquela coisa de filme mesmo, não paga pra entrar e tem uma fila enorme na porta onde o segurança dita quem entra e quem não entra de acordo com os critérios dele mesmo ou da casa..

Então se arrume super bem, e escolha uma entre as infinitas opções que a Cidade oferece de norte a sul. Mas caso não consiga entrar, escolha um barzinho desses locais também, que muitos se transformam em mini boates com o passar da noite.

Ah uma outra coisa que já ia me esquecendo. Não espere noitadas que durem até as 06:00 ou 07:00 da manhã como estamos acostumados, lá é no máximo até as 4:00 e então se recolha e não tente bancar o engraçadinho que não quer ir embora ou que vai fazer algazarra, pois seu passeio pela delegacia será desagradável.

RESERVE SEU HOTEL CLICANDO AQUI. 

17 – Não encare as pessoas

Isso mesmo, não encare ninguém a não ser que esteja querendo seduzir ou arrumar problemas.

Lá é a cidade das diferenças e é bem comum você ver pessoas com diversos estilos, jeitos, resumidamente pessoas que “fogem ao padrão” e isso é maravilhoso. Te ensina a respeitar mais as diferenças e te confere uma sensação de liberdade inexplicável te fazendo entender de uma vez por todas que cada um é o que quiser ser.

Então ignore e haja como se tudo fosse natural, e tudo passará a ser!

18 – Faça exercícios

Se tem uma coisa que nova-iorquino é fissurado é em se mover. É possível ver gente correndo outdoor (outdoor é: lado de fora, esqueça essa ideia que temos de grandes “letreiros”, isso foi uma adaptação da palavra que fizemos por aqui), mesmo no período de inverno rigoroso. Eu até me arrisquei, mas confesso que o frio me pegou e não deu pra seguir o ritmo.

19 – Loja de 99 cents

Tem uma rede de lojas em NYC cujo nome é Jack’s e lá é possível comprar muita coisa a 0,99 centavos de dólar.

Não torça o nariz achando que essa loja se compara as extintas lojas de 1,99 no Brasil que só vendiam bugingangas. Na Jack’s você encontra muita coisa útil a 0,99 centavos, como produtos de limpeza, cosméticos, roupas, alimentos, itens de escritório e muito mais. Claro que nem tudo custa 0,99 cents, mas tudo o que a loja vende tem o preço bem acessível.

20 – Escada rolante – lado direito x lado esquerdo

Em NYC até a escada rolante pode ser motivo de olhares reprovadores e de certa grosseria no “excuse me”. Se você escolhe subir no ritmo da escada se mantenha do lado direito dela, deixando assim o lado esquerdo livre para os mais apressados.

Então lado direito pra quem está parado e lado esquerdo para quem está andando e isso não se aplica somente as escadas rolantes.

21 – Tenha dinheiro e cartão em mãos

Pode acreditar, em Nova Iorque existe lugares “cash only” (somente dinheiro) e lugares que só aceitam cartão, então é melhor prevenir.

Mas como eu sempre falo: Cartão é emergência, pense sempre no imposto e na conversão indefinida, se puder nem compre nada no cartão!!!

SAIA DO BRASIL COM A SEGURANÇA DE UM BOM SEGURO VIAGEM.

22 – Não faça paredão de pessoas

Se está em grupos grande, se dividam em duplas e sigam os demais atrás dos outros.

Não há nada mais inconveniente, principalmente para o Nova-iorquino, do que grupos de pessoas que sentem uma necessidade fora do normal de andar um ao lado do outro atrapalhando a passagem.

23 – Museus gratuitos

IMG_0233
A Noite Estrelada de Van Gogh

Quase todos os museus da Cidade dispõem de um dia ou horário com entrada gratuita. Os que não dispõem de gratuidade, tem o “pague quanto quiser”, também em determinados dias e horários.

IMG_3221

Vou deixar para vocês uma coletânea de post sobre alguns museus de lá:

https://micheleraggio.com.br/2018/02/05/met-metropolitan-museum-of-art-em-new-york/

https://micheleraggio.com.br/2016/02/01/um-dia-no-museu/

https://micheleraggio.com.br/2016/01/15/2683/

IMG_2081

24 – Portas Estranhas

Viu uma portinhola estranha na Cidade e muita gente cool entrando e saindo?! Vai também. Apesar da fachada, o interior provavelmente é surpreendente no sentido bom!

É bem comum que esses lugares que você não dá nada, guarde lugares maravilhosos frequentado tipicamente por nova-iorquinos. Eles são assim, misteriosos e um pouco despreocupados por fora, mas espetaculares por dentro!!!

Espero de verdade que essas 24 dicas ajudem a vocês a turistarem em Nova York, mas frequentando lugares e tendo atitudes de Novaiorquinos de carteirinha. 😉

Anúncios

17 comentários em “Nyc – Turista x Morador (Parte 2)”

  1. Suas 24 dicas são maravilhosas e fiquei curiosa com as portinholas e a comida de rua demais seriam mesmo uma questão de educação em todos os lugares respeitar o espaço do outro.bjsss sua linda amei cada uma de suas dicas

    Curtir

  2. Demais seu post, sobre encarar é muito bom avisar os brasileiros, já coisas horriveis aqui, é de olhar e quebrar o pescoço de tanto olhar, parabéns pelo post

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s