O retorno ao Blog

O retorno ao Blog

Rio de Janeiro, 19/06/2022

Itaipava – Dezembro 2020

Resolvi escrever esse texto como um relato resumido do último 1 ano e 3 meses da minha vida.

A última postagem nesse blog foi também a última viagem que fiz com minha família, antes da nossa perda, eu, minha mãe, minha irmã e meu pai. Alguns passeios aconteceram logo após essa viagem, passeios esses que eu filmei e escrevi sobre, mas que não foram compartilhados, pois eu não sabia que esses seriam os últimos momentos de vida do meu pai!

No dia 21/03/2021 a minha vida entrou em suspensão, quando uma grande tragédia abalou todos os meus planos. Meu pai faleceu repentinamente na minha frente e eu não pude fazer nada que evitasse aquilo.

A partir desse dia comecei a viver uma turbulência de sentimentos: Não queria compartilhar nada do que eu havia vivido com ele nos últimos meses, já que aquelas eram minhas memórias, perdi o prazer em escrever e gravar, não tinha vontade de levantar da cama nem mesmo para me alimentar e menos ainda para trabalhar.

Um enorme hiato se formou desde o dia da partida dele ao dia em que eu dei impulso do fundo do poço para recomeçar a caminhada.

O luto é algo extremamente doloroso e que você não precisa e não deve passar sozinho. Durante esse tempo tivemos eu, minha mãe e irmã, grandes acolhedores e apoiadores que nos deram muito suporte em coletivo e individualmente para seguirmos, cada uma ao seu tempo e ao seu modo.

Aprendi as duras penas vendo como amigos e familiares são essenciais para te ajudar e é preciso se deixar ajudar. A partir disso afirmo: que é no seu pior que você conhece quem está verdadeiramente ao seu lado. É fácil estar com alguém quando ela vive seu melhor momento, mas somente os verdadeiros permanecem no seu pior, pois é nesse momento que você não tem absolutamente nada a oferecer!!!

O tempo foi passando, a rotina foi se ajustando e as viagens foram voltando. Tudo muito estranho no início!
A volta pra casa, sem ter ele abrindo o portão nos esperando, uma viagem em que ele estaria, mas já não estava mais, outra viagem inventada às pressas para não passar o aniversário em casa e assim a vida foi seguindo.

Vontade de escrever? Continuava sem nenhuma! E olha que escrever sempre foi uma paixão muito antes até da adolescência, mas não tinha vontade e não fiz.

Um blog fora do ar, uma vida sem sentido, um trabalho sem paixão e uma terapia no meio do caminho que me fez voltar a enxergar coisas positivas.

Aos poucos fui me reconectando com meus desejos, reajustando os planos e retomando as rédeas da minha vida.

Voltei a gravar, voltei a sorrir, voltei a me sentir viva. Confesso que nem todo o tempo essa sensação se mantém, mas hoje ela já existe em mim.

Reativei o blog, levei ainda alguns dias para escrever, mas hoje estou aqui, reinaugurando essa paixão por algo que é tão meu quanto eu mesma.

Espero poder voltar a compartilhar minhas experiências e paixões com todos e todas que gostem de estar por aqui.

Sejam todos (as) bem vindo de volta, agora que eu me sinto de volta!!!

Michele Raggio do Rêgo

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: