Passeios, Restaurantes

Restaurante Dom Zelittu’s – Comida Mineira no Rio de Janeiro.

Em agosto desse ano eu fui com minha irmã e os padrinhos dela a um restaurante de comida mineira bem famoso aqui no estado do Rio de Janeiro, o Dom Zelittu’s.

Eu já havia ouvido falar bastante da qualidade e do preço de lá, mas nunca havia ido pela distância, já que ele é localizado em Itaguaí, um município vizinho da Cidade do Rio de Janeiro. Lá é mais que um restaurante, é quase que um complexo. Tem o restaurante, tem lanchonete, tem lojinhas de souvenires, tem parquinho para as crianças, e muitas outras “atrações”, ou seja, é mais que um lugar para comer é um lugar para passear e passar a tarde.

Fomos almoçar em um sábado e chegamos lá por volta das 11:30 da manhã, pois já sabíamos que chegar ao restaurante depois do meio dia é quase que pedir para aguardar na fila. O restaurante apesar de ser grande e acomodar bastante gente, ele normalmente fica lotado e já ouvi gente falar que esperou mais de uma hora na fila para entrar, então a dica é chegar cedo sempre.

A comida é bem saborosa e tem uma variedade boa. Tem também um ponto de massas que você pode pedir e sua massa é preparada na hora. Eu também me deliciei em um ponto de queijos com uma pequena variedade, mas bem saborosos. O preço é de cerca de R$ 40,00 (preço até o dia 15/10/17) por pessoa com Buffet liberado, nesse valor só não inclui bebidas e sobremesa, mas a comilança é à vontade rsrs.

O ambiente é super legal, limpinho (inclusive o banheiro), o atendimento é bom (nada excepcional, porém agradável), agora os caixas para pagamento são desproporcionais ao tamanho do restaurante. Eu fiquei imaginando como não deve ser um transtorno pagar a conta quando o restaurante está lotado, só não perdemos muito tempo, pois já que chegamos cedo, saímos cedo também.

Então fica aqui uma dica para um bom e barato almoço em família ou sozinho, ou com quem você quiser, mas chegue cedo pra evitar que o seu lazer se torne desagradável.

Maiores Informações: https://www.facebook.com/pg/DomZelittus/about/?ref=page_internal

 

Anúncios
Belo Horizonte, Brasil, Passeios, Viagens

O que visitar em Belo Horizonte.

Minha breve viagem por BH ainda está rendendo posts e nesse eu vou dividir com vocês mais detalhes do meu roteiro de passeios por lá.

Como tivemos apenas um dia na Cidade acordamos cedinho pra poder aproveitar o máximo de tempo e conhecer o máximo de pontos.

Nossa primeira parada foi a PRAÇA DA LIBERDADE. Essa praça fica localizada no alto da Av. João Pinheiro, na região de Savassi em BH. Ela foi construída na época da construção da Capital Mineira, mais precisamente no ano de 1903, com intuito de abrigar a sede do poder mineiro com os prédios de secretarias e o Palácio do Governo.

A praça foi construída sob influência Inglesa, e após uma reforma ganhou traços Franceses que se refletem nos jardins. Lá é super arborizado, existe um caminho de palmeiras, um belo e redondo chafariz com uma escultura e também outro retangular e imponente em frente a um coreto bem conservado.

É também nessa praça que está o Edifício Niemeyer, um edifício arquitetado pelo Arquiteto brasileiro de mesmo nome.

Sem dúvidas é um lugar delicioso pra sentar e ver as horas passarem um pouco.

Depois de momentos deliciosos na praça, descemos a pé pela Av Bia Fortes, até a Rua Curitiba e depois seguimos pela R. Curitiba (quem desce da praça pela Bia Fortes deve entrar na Curitiba a direita) até o MERCADO CENTRAL que tem uma das entradas na esquina da Rua Curitiba com a Av. Augusto de Lima.

O Mercado Central é aquele lugar onde você vai encontrar muitos temperos, muitos sabores mineiros, artesanato, flores, lembrancinhas (o que aliás é difícil encontrar em Belo Horizonte) e tudo mais da cultura mineira.

Lá nós compramos o queijo Canastra de Araxá, um requeijão com a raspa do tacho (literalmente) e um doce de leite ma-ra-vi-lho-so. O Queijo Canastra é um queijo produzido na Serra da Canastra em Minas Gerais e só lá eu descobri que tem vários tipos, que vem de diferentes Cidades da Serra.  Foi lá também que compramos as lembrancinhas que tínhamos que trazer.

Dali nós fomos almoçar em um bar/restaurante na Rua Espírito Santo, e do restaurante pegamos o ônibus para ir para a LAGOA DA PAMPULHA.

A melhor maneira de chegar até a Lagoa da Pampulha é pegar no centro da Cidade ônibus 5106 bandeirantes e saltar na Lagoa da Pampulha, quase em frente à Igreja de São Francisco de Assis, a famosa Igreja da Pampulha.

Essa igreja é uma obra arquitetônica de Oscar Niemeyer, azulejada com pinturas de Cândido Portinari e paisagismo de Burle Marx inaugurada em 1943. Ela é sem dúvidas o ícone de todo o conjunto Arquitetônico da Pampulha, que também é composto pela Casa do Baile, o Museu de Arte da Pampulha, o Iate Tênis Clube e a Casa Kubitschek que era residência de fim de semana de Juscelino Kubitschek. Nós só tivemos tempo de andar um pouco pela Lagoa e visitar por fora a igreja, já que ela estava fechada.

Todo esse roteiro, fizemos em apenas um dia e sempre dedicando um bom tempo a cada lugar visitado, nada foi correndo.

Espero que esse mini roteiro possa ajudar aos viajantes que estão indo passar pela Capital Mineira.

 

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

ViajaNet

Booking

Seguro Viagem

Viaje de Ônibus

Alugue seu Carro

Brasil, Diversão, Mundo, Passeios, Rio de Janeiro

Rock In Rio 2017 – O que esperar de um Festival de Música!!!

Falar do Rock In Rio pra mim é uma delícia. Só quem já foi a algum festival de música consegue mensurar a magnitude da qual eu estou falando. Em um festival assim tudo é gigantesco, desde o espaço até a emoção vivida.

O primeiro Rock In Rio é igual ao primeiro amor: A gente nunca esquece! Só que não é só o primeiro desse festival que deixa essa marca, todas as edições deixam uma tatuagem na sua Alma!!!!

Nessa edição de 2017, eu consegui ir apenas a um dia, que foi 16 de setembro, dia de Skank, Shaw Mendes, Fergie e Maroon 5 no Palco Mundo. Um dia foi o suficiente? Não, para o Rock In Rio nunca é. São tantas atrações que um dia é muito pouco pra dar conta de tudo.

Tem Roda Gigante, tem Montanha Russa, tem Tirolesa (que infelizmente por segundos não consegui ir), tem espaço de Games e espaço Gourmet (esses dois últimos novidades dessa edição), tem comida e claro tem muita música boa. E não é só no Palco Mundo que tem atração boa não, tem muito artista renomado fazendo shows pelos outros palcos do Rock In Rio.

Tem também muito cansaço, afinal são cerca de 12 horas de muita adrenalina por dia de evento. Mas vou te contar um segredo, quando o corpo não responde mais a mente e o espírito seguram firme!!!

Se você ainda não foi a um festival, se programe e tente não perder a próxima edição, pois com certeza não irá se arrepender!

Passeios, Rio de Janeiro, Viagens

Piquenique no Parque Lage – RJ

Esse ano resolvi que iria comemorar o meu aniversário com um piquenique com alguns amigos.

IMG_4216

Depois de muito pensar escolhi o Parque Lage como cenário desse dia maravilhoso e resolvi compartilhar um pouco do que foi com vocês.

O Parque Lage é um espaço público de visitação gratuita que está localizado aos pés do Cristo Redentor no morro do Corcovado.

IMG_4199

IMG_4174
Brigadeiros da: https://www.facebook.com/claudiamendoncabrigadeiros/

Estar no Parque Lage é estar em contato verdadeiro com a natureza. Com palmeiras imponentes é possível caminhar entre elas e outras espécies da flora de mata atlântica. Além de visitar o pátio principal de seu majestoso palacete, você também poderá visitar um pequeno aquário com algumas espécies de peixes, uma gruta cheia de estalactites, uma Torre que as crianças pensar ser de alguma princesa, a Escola de Artes Visuais onde acontece exposições e muitos outros lugares que farão você se sentir bem próximo a natureza e as artes.

IMG_4222

É preciso apenas que tenhamos cuidados com a natureza, não degradando o meio ambiente. E parte disso é recolher todo o lixo que você produzir e depositá-lo em uma das lixeiras do Parque. E também não alimentar os micos e pássaros que você com certeza verá por lá.


Mesmo que você não faça um piquenique por lá, esse é um lugar que deve fazer parte dos seus roteiros de passeios no Rio de Janeiro, então vou deixar o site aqui onde vocês encontrarão todas as informações necessárias: http://eavparquelage.rj.gov.br/

 

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

ViajaNet

Booking

Seguro Viagem

Viaje de Ônibus

Alugue seu Carro

 

Mundo, Passeios, Viagens, Videos

Vídeo: Dicas de Passeio em Málaga

Oi meu povo,

Saiu vídeo novo e nele eu dou 3 dicas de passeios que pra vocês fazerem quando visitarem Málaga na Espanha!

Eu espero que gostem do que preparei!!!

Passeios, Viagens, Videos

Vlog: Museu de Arte do Rio e Passeio na Zona Portuária do Rio

Nesse vlog vou dividir com vocês o passeio que fiz no Museu de Arte do Rio, o MAR, e também na Zona Portuária do Rio de Janeiro.

Espero que gostem desse vlog e me contem quais outros lugares aqui no Rio vocês gostariam de ver aqui e no canal!!!

Passeios, Rio de Janeiro, Viagens

Viagem ao Rio de Janeiro – 11 dicas para economizar.

O Rio de Janeiro hoje é uma das Cidades mais caras do Brasil e até do mundo. O custo de vida por aqui subiu bastante e se ficou caro para o morador que conhece como a Cidade funciona, imagina para o turista que não sabe onde encontrar os melhores preços?! Então é por isso que nesse post eu vou te ajudar a visitar a Cidade Maravilhosa economizando algum dinheiro.

img_4387
1- Aeroporto

A primeira dica é sobre a sua chegada ao Rio de Janeiro. A Cidade tem dois aeroportos como porta de entrada, o Santos Dumont (sigla SDU) que fica na aérea Central da Cidade e o Galeão (sigla GIG) que fica na Ilha do Governador a uns 17 km do centro do Rio. Sabendo disso é possível perceber que o seu tempo de deslocamento para seu hotel, assim como seu gasto nesse deslocamento, serão maiores de você chegar pelo GIG, por isso na hora de comprar sua passagem de avião esteja atento a pequenas diferenças no valor, pois chegar pelo Galeão poderá ser mais barato, mas não compensar quando for pegar um táxi, por exemplo.

Outra dica de aeroporto é nunca comer neles. É extremamente caro comer nos aeroportos do Brasil e aqui então nem se fala, por isso leve um lanchinho.

2- Transporte Público

Eu afirmo aqui que não somos exemplo de transporte público de qualidade para ninguém, porém o metrô atenderá a maior parte dos pontos turísticos a serem visitamos pelos turistas. Então pegue um mapa em uma estação de metrô e trace seu roteiro, faça o máximo que puder de transporte público. Também tem o trem que pode te atender juntamente com o metrô se for visitar lugares como o Parque Madureira, que entrou para o circuito de visita ou a escola de samba Portela. Além desses também tem ônibus que podem te levar aos seus destinos, é só pesquisar bem.

3- Hostel

Os hostels cresceram muito por aqui e com isso a qualidade também melhorou bastante. Então procure por um bom Hostel e se hospede nele, além de pagar bem menos, você ainda fará novas amizades.

4- Bairros alternativos

Saia do circuito Copacabana/Ipanema/Leblon. Procure hospedagem em bairros como Flamengo, Botafogo e até Gloria. Esses bairros também tem metrô e são bem mais baratos de se hospedar.

5- Ande com biscoito e água

Vá a uma casa do biscoito (muito comum por aqui, e não só com esse nome), é uma lojinha pequenina onde vende uma variedade imensa de biscoitos, e compre alguns a seu gosto, além de água. Eles lhe serão muito úteis, já que qualquer lanche na Cidade é muito caro e isso fará você economizar alguns reais. E guarde a garrafinha de água, não é tão comum assim, mas é possível encontrar bebedouros pela Cidade, em museus por exemplo, onde você poderá encher sua garrafinha. Também vale comprar em algum supermercado que não seja o Pão de Açúcar ou o Zona Sul (pois são muito caros rsrs).

6- Faça programas gratuitos

O Rio de Janeiro tem muitos programas gratuitos a oferecer. Praias, Rio Antigo, Parque das Ruínas, Parque Lage e até mesmo alguns museus.

Ontem mesmo saiu um post aqui sobre o Mar, Museu de Arte do Rio, onde eu contei que em um dia da semana ele é gratuito, vai lá conferir nesse link: https://micheleraggio.com.br/2017/07/31/mar-museu-de-arte-do-rio/

É possível visitar muitos lugares aqui no Rio de Janeiro sem pagar nada por isso, ou quase nada.

7- Saara

Não é do deserto do Saara que eu estou falando, e sim de uma região no Centro da Cidade do Rio de Janeiro. Lá você poderá comprar muito pagando bem pouco, inclusive diversos suveniers para você e também para dar de presente.

Só pra vocês terem uma ideia, eu estive lá a duas semanas atrás e fui a uma loja onde o preço máximo de um produto era 3,00 reais. Isso mesmo preço MÁXIMO! Claro que tinha muita coisa inútil, mas também tinha algumas bem úteis.

8- Trilhas

Também é possível visitar pontos turísticos caros e famosos e não pagar quase nada ou nada por isso. Se você gosta da natureza e tem disposição para trilhas que tal subir o Morro da Urca (o primeiro Morro do Pão de Açúcar) pela trilha gratuita? Essa trilha se inicia na Pista Cláudio Coutinho na praia vermelha.

9- Restaurante coma a vontade ou Rodízio

É bem comum aqui no Rio de Janeiro encontramos restaurantes em que podemos comer a vontade pagando um preço fixo ou restaurantes com rodízio. Alimentação em restaurantes por aqui é bem cara e apesar desses dois sistemas terem um preço um pouco mais alto que um self service, por exemplo, você poderá ficar algumas horas lá dentro e comer repetidas vezes e assim talvez fazer apenas uma grande refeição por dia.

10- Feira de São Cristóvão

O pavilhão em São Cristóvão é o mais importante polo Nordestino fora do nordeste do nosso País. Lá é possível escutar música boa (nordestina é claro), ouvir alguns cordéis, estar em contato com muito da cultura nordestina e também comer bem (comida nordestina) pagando relativamente pouco. Dá pra chegar lá de ônibus, mas eu aconselho um táxi, Cabify ou uber, já que a região não favorece muito. Faça uma simulação pelos aplicativos e veja qual fica mais barato.

Se quiser eu tenho um código no Cabify: MICHELECABIFY que vai te dar até 60,00 reais de desconto divididos em até 3 corridas. Baixe o app do Cabify no seu celular.

11- Shoppings

Shoppings não são pontos turísticos, mas por aqui tem muitos. O carioca gosta de um shopping como eu nunca vi rsrs. Nos shoppings você poderá encontrar lugares mais baratos para comer e em alguns deles é possível encontrar alguma programação gratuita rolando, principalmente em época de férias.

Espero que tenham gostado das dicas e posso lhes afirmar que se colocarem ao menos metade delas em prática, irão economizar muito em sua visita ao Rio de Janeiro.

Passeios, Rio de Janeiro, Viagens

MAR – Museu de Arte do Rio

Vou começar te afirmando que poucos lugares no mundo poderão te presentear com uma vista como essa da foto abaixo.


Sabe de onde você tem esse privilégio? Do alto do MAR! Não é de alto mar e sim do terraço do Mar, o Museu de Arte do Rio.

Inaugurado em março de 2013, eu só tive a oportunidade de visitá-lo agora em julho de 2017. Mas nem por isso foi menos especial.


A arquitetura do Museu diz muito sobre a Cidade do Rio de Janeiro. Essa união do moderno com a história acontece diariamente na vida do Carioca. O MAR é composto de dois prédios, um de arquitetura modernista, todo envidraçado e do Palacete Dom João VI que foi inaugurado em 1916 e é tombado pelo município desde 2010.


A visitação começar pelo ultimo andar do prédio novo, no terraço do onde temos aquela vista, e vamos descendo até o térreo passando pelas salas de exposições. As exposições são itinerantes mudando de tempos em tempos, então para saber qual a programação é sempre bom visitar o site do MAR: http://www.museudeartedorio.org.br/

IMG_9532.JPG

O Museu fica muito bem localizado na Praça Mauá, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Você pode chegar lá indo de trem até a central do Brasil e caminhando pela Av. Marechal Floriano, outra opção é de metrô até a estação Uruguaiana e depois andando até lá, ou então de VLT e saltando na estação Parada dos Museus que fica colada no MAR.

É possível agendar uma visita educativa para grupos e estudantes.


O MAR pode ser visitado de terça a domingo, das 10:00h às 17:00h. O preço da inteira é R$20,00 e R$10,00 a meia, e o melhor é todas as terças feiras a visitação é gratuita.

Também é possível comprar um combo para o MAR e o Museu do Amanhã por R$32,00 a inteira e R$16,00 a meia.

 

Valores atuais retirados do site do MAR. Esses valores podem sofrer alterações a qualquer momento. 

Passeios, Viagens

Viajar Sozinho: Dicas para embarcar nessa aventura!

Quem aqui já não quis viajar, mas acabou deixando de ir por falta de companhia?! O número de brasileiros que viajam sozinhos é bem grande, mas ainda tem muitas pessoas que tem medo e receio de viajar sozinhos, principalmente mulheres, então por isso esse post é para você Mulher que quer viajar sozinha e também para homens que vão se arriscar nesse mundo solitário, mas nem tanto.

IMG_5999

Vou aqui listar algumas dicas que o viajante solitário precisa estar atento para deixar sua viagem mais segura.

Pesquise Destinos

Essa primeira dica não serve somente para quem vai viajar sozinho. É necessário fazer uma pesquisa aos destinos que você está considerando ir sozinho, principalmente se você for mulher, já que muitos Países não recebem bem mulheres desacompanhadas de homens e isso pode ser um grande problema. Pesquise além do que a Cidade oferece para o turista, pesquise também como funciona a segurança do lugar, o deslocamento entre um ponto turístico e outro, ou seja, absorva todas as informações possíveis e imagináveis daquele destino por fim escolhido.

Algumas Cidades que recebem muito bem um turista solitário são: Nova York, Roma, Málaga, além de muitas outras.

Hospede-se em Hostel

Apesar de não oferecer luxo, o hostel te proporcionará o mínimo necessário de conforto e o mais importante: Novas Amizades, e essas amizades podem ser suas companhias no seu destino. Além disso, a convivência com outras pessoas pode te ensinar muito a como aprender a lhe dar com diferenças, principalmente as culturais.

Estude o Idioma

Quando eu digo estudar o idioma, eu não estou falando de fazer um curso completo. Noções básicas do idioma local, ou do inglês (mesmo em países onde esse não é o idioma oficial), já vão te ajudar bastante a se comunicar, pois os nativos perceberam boa vontade da sua parte em tentar se comunicar no idioma deles. Mas se mesmo assim faltarem palavras ao seu vocabulário, faça mímicas. As mímicas são a comunicação mundial!

menina-mapa-trem-642x428
Imagem: http://www.janelasabertas.com

Esteja preparado para Perrengues

Sim, perrengues podem acontecer sim, e você deve estar preparado para eles. Muitos possíveis problemas você pode se prevenir como ter um plano de saúde, por exemplo, mas alguns aparecem de surpresa para coroar a sua viagem. Se nada de ruim acontecer é lucro, mas se acontecer você estava pronto para resolver sem aborrecimentos. E para isso é necessário ter um dinheiro guardado para qualquer emergência. Mas a lição mais importante de passar algum perrengue é não permitir que esses pequenos contratempos atrapalhem a alegria da sua viagem.

Planeje-se

O planejamento é essencial para toda e qualquer viagem e faz parte desse planejamento saber quanto você pode gastar por dia. Com o primeiro passo, a pesquisa, você poderá saber quando em média (reforçando que é uma média, algumas pessoas gastam mais e outras gastam menos) é necessário levar de dinheiro para esse destino. Definir os lugares mais importantes que você quer visitar também faz parte desse planejamento, para não deixar de conhecer o que você mais deseja.

Tenha Coragem

Abra os braços e se jogue nesse mundão. Seja dono do seu próprio destino e mergulhe nesse mar de conhecimento que te tira da zona de conforto!!!

Se Empodere!!!

Dicas, Diversão, Passeios, Rio de Janeiro

Bilhete Especial “EU AMO FÉRIAS” é lançado pelo Metrô do Rio.

Quem está vindo aproveitar as férias de meio de ano aqui no Rio de Janeiro?! Esse post é pra todo mundo que quer aproveitar pra passear muito pelo Rio gastando pouco em locomoção.

destaque-sobre
Foto: Divulgação – Metrô Rio

O metrô Rio lançou o cartão “Eu amo Férias”. Esse cartão que já está disponível para compras dá ao portador o direito de usar em até 6 viagens por dia durante 7 dias consecutivos.

O custo desse cartão é de R$ 60,00 e a economia gerada com a compra dele é de quase 70%. Ou seja, uma economia e tanto para o seu bolso. E ao comprar o cartão foi ainda vai ganhar um porta cartão e também um mapa de bolso com indicação dos principais pontos turísticos da Cidade, esses brindes não tem valor monetário, mas ajudam bastante na organização e planejamento do turista, não é mesmo?!

mapa-metro
Foto: Divulgação – Metrô Rio

As viagens precisam ter um intervalo mínimo de 2 horas e 30 minutos, tempo suficiente para visitar algum ponto turístico que seja atendido pelo nosso metrô. Esse intervalo mínimo de uso impede que o cartão seja dividido entre 2 ou mais pessoas, então cada cartão só atenderá uma única pessoa.

Agora anota aí quais estações estão vendendo esses cartões, já que não são em todas: Del Castilhos, Carioca, Largo do Machado, Botafogo, Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos, Cantagalo, Jardim Oceânico e em hotéis da rede Accor aqui no Rio de Janeiro. O horário de venda do cartão é das 09h até as 19h.

ferias1
Foto: Divulgação – Metrô Rio

Esse cartão ficará em vigor até 30 de setembro desse ano, então se quer passear pelo Rio economizando, corre pra garantir o seu!!!

Maiores Inf: https://www.metrorio.com.br/Noticias?cod_noticia=3269