Destinos, Passeios

Mirante do Leblon- RJ

Muitos cariocas conhecem esse lugar apenas de nome ou de passagem, poucos param por ali, para apreciar a natureza, mas o deveriam fazer em massa.

img_5864

O Mirante do Leblon é um pequeno Deck de madeira sobre as rochas que proporciona uma bela vista da orla e dor mar do Leblon. O Mirante fica localizado na Av. Niemeyer, ao final da praia do Leblon em direção ao morro dois irmãos (que aparecem ao fundo da foto acima), mas já que não dispõe de uma grande estrutura de estacionamento, por exemplo, a melhor forma de ir até lá é a pé vindo da orla do Leblon.

10650039_995191937236144_140216706493765_n

Como eu disse o lugar nos proporciona uma bela vista e momentos de muita intensidade com a natureza. Ouvir o mar batendo com toda força nas rochas, sentir a brisa no rosto e ver as belezas da região, são motivos suficientes para você parar por ali. Apesar de existirem 2 quiosques no local, a visitação é gratuita, já que o espaço é publico, e você não é obrigado a consumir ali.

 

Ta esperando o que pra sentar lá e assistir a vida passar por alguns minutos ou até horas. É ótimo relaxar por lá e perceber como a natureza aqui no Rio funciona em harmonia com as construções humanas.

moda

Moda no Rio de Janeiro – O jeito Carioca de se vestir!

Já que sexta o assunto por aqui é moda e essa semana eu comecei a me focar mais no Rio de Janeiro, resolvi pra essa primeira sexta de blog revigorado, falar da moda carioca.

sobre-as-capas-1024x510
Fotos: http://www.rioetc.com.br
O Carioca é conhecido no Brasil inteiro por não ser adepto a moda, por ter um estilo casual, e por se vestir mal (segundo os paulistas). Mas estereótipos a parte o Rio de Janeiro ama sim a moda, mas tem seu próprio estilo de causar, usando influências internacionais e criando as suas também.

É muito comum por aqui ver um carioca indo ao shopping, por exemplo, de chinelos, ou saindo de casa para ir à praia somente de sunga e nada mais (isso é para os que moram mais próximo a praia) e nós gostamos sim de regata e shortinho. “MEU” nós “tamo” no Rio, e aqui é verão quase o ano inteiro e restrições não colam por aqui.

É claro que sabemos nos vestir para um compromisso profissional, mas a gente não PRECISA, usar roupa social o tempo inteiro e nem por isso ganhamos menos dinheiro que você que ta ai de terno e gravata ou não somos tão comprometidos.

modacarioca3
Fotos: http://www.rioetc.com.br
Dizem por aí que o estilo da pessoa reflete a sua personalidade e seu estado de espírito e isso pode ser visto no Rio. Os cariocas são alegres, vibrantes, são da rua e do balanço e isso se reverbera diretamente na forma como nos vestimos.

Então se vier para o Rio de Janeiro, saiba que é permitido chinelo no aeroporto, short na balada, regata no teatro, roupas leves em restaurantes e tudo que casual que na sua cidade é errado aqui pode. E não pense que nos incomoda que falem mal desse nosso estilo, nós amamos o nosso jeito carioca de se vestir e temos orgulho dele.

Ser carioca não é só ser natural do Rio de Janeiro, ser Carioca é ser um estado de espírito, é estar em constante movimento de corpo e alma, é ter o espírito livre!

Destinos

Arte de rua no Rio de Janeiro

Que não é só de praia que vive o Rio de Janeiro muita gente já sabe, o que muitos não sabem é que o Rio também respira arte e Street Arte (Arte de Rua).

Separei algumas artes que em minha opinião, merecem sua visita. Então se você assim como eu gosta de arte de rua, anota aí esse circuito que vou te passar aqui nesse post!

Mural Etnias

13925264_1083237381764932_3654888707165506248_n

O Mural Etnias, foi criado pelo artista mais famoso e um dos mais talentosos que temos no Brasil, o paulistano, Kobra. Esse mural foi feito na Zona Portuária do Rio de Janeiro na época da revitalização da área. Esse mural é atualmente o maior mural de grafite do mundo, já declarado pelo Guinness Book.

 Escadaria Carmem Miranda

maxresdefault
Foto: Divulgação – http://serhurbano.com.br/carmenmiranda

Essa pouca gente conhece. Eu também ainda não tive a oportunidade de visitar, mas com certeza já entrou na minha lista. Escadaria no bairro de Fátima, zona central do Rio de Janeiro, foi pintada pelo grupo SerHumano.

Mural Projeto Social Dançar a Vida

painel
Foto: Arquivo Pessoal-Kobra

Esse foi a primeira arte que o Kobra fez no Rio de Janeiro.  Esse mural fica na Tijuca, na sede do projeto no bairro. A imagem retrata dois bailarinos do projeto social e é belíssima.

Escadaria Selarón

santa_teresa
foto: http://www.rjnoticias.com

A escadaria Selarón leva esse nome, pois o artista que nos presenteou com sua obra se chamava Jorge Selarón, um chileno erradicado e apaixonado pelo Rio de Janeiro. A arte toda em azulejos levou anos para ficar como está hoje e é tombada como patrimônio histórico desde 2005. O local é conhecido internacionalmente e não pode ficar de fora da sua visita. A escadaria liga a Rua Joaquim Silva na Lapa ao convento de Santa Teresa em Santa Teresa.

Parque Madureira       


Saindo um pouco da região central e indo em direção a Zona Norte, mas precisamente no reduto do Samba, Madureira, também é possível apreciar arte de rua no subúrbio carioca. O Parque de Madureira ganhou alguns painéis de grafite que valem ser visitados e que dão boas fotos.

Azulejos de Cândido Portinari

palacio-gustavo-de-capanema
foto: http://www.agenciaaddress.com

Candido Portinari também deixou sua marca em rua do Rio de Janeiro. Um dos maiores artistas brasileiros, com reconhecimento internacional também deixou para a população carioca um presente em forma de arte que pode ser visto nas paredes do Palácio Gustavo Capanema no centro do Rio de Janeiro.

Mural na Saúde

alf3
foto: http://virusdaarte.net

 

Já foi o maior mural do Rio de Janeiro. Feito pelo artista baiano Toz, é um mural bastante divertido com muitas figuras e bastante cor. Transmite um certo caos alegre.

Mural de Rita Wainer

Rita Wainer deixou de lado o mundo da moda para se dedicar a arte e ela já deixou sua marca na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Uma obra romântica, um tanto quanto melancólica e bonita de se apreciar.

A Zona Portuária do Rio tem muito mais arte de rua para oferecer, é possível passar um dia inteiro lá apreciando arte de rua. Aqui eu só listei algumas das obras que você pode conhecer pela Cidade, mas eu te aconselho a explorar muito mais simplesmente andando pelas ruas e observando cada detalhe.

Ah galera meu ig mudou, agora é https://www.instagram.com/michelenorio/

Diversão, Passeios

Blocos de Carnaval de Rua do Rio de Janeiro

O Carnaval está batendo na porta e você ainda não sabe como curtir aqui no Rio de Janeiro? Então senta e leia esse post com atenção que lá vem dicas de blocos de rua pra você curtir o verdadeiro carnaval de rua sem precisar se enfiar no tumulto.

O carnaval de Rua do Rio de Janeiro tem crescido muito nos últimos anos e alguns blocos famosos se destacado no meio da multidão, mas hoje eu falar de blocos menores onde a essência do carnaval carioca ta mais do que viva!

Não é só de Sapucaí que vive o Carnaval carioca, tem muito bloco de rua da Zona Norte a Zona Sul para o carioca e turista curtir bastante.

blocorio
Foto: Raphael Braga – http://www.timeout.com.br

Bloco Badalo de Santa Teresa

Esse bloco teve seu início no ano de 1972. Ele é um bloco parado que fica no Largo das Neves em Santa Teresa.

Esse ano ele vai esquentar os dias 10, 17 de fevereiro a partir das 19:00h e no dia 26 de fevereiro a partir das 16:00h

Bloco Vira-lata na Barra da Tijuca

Esse bloco sairá da Av. do Pepê com a Av. Érico Veríssimo indo até a Olegário Maciel.

Esse ano a concentração e saída acontecerão no dia 11 de fevereiro a partir das 09:00h da manhã.

Bloco Puxa que é Peruca no Grajaú

É um bloco pequeno e novo, sai desde 2012. Ele sai da Praça Edmundo Rego.

Esse ano a concentração e a saída acontecerão no dia 11 de fevereiro a partir das 14:00h

Banda de Ipanema

Tradicionalíssima no carnaval carioca a banda de Ipanema está completando 52 anos de existência.

Esse ano a concentração e saída acontecerão nos dias 11, 25 e 28 de fevereiro sempre a partir das 16:00h, sempre com concentração e saída na Rua Jangadeiros esquina com Gomes carneiros.

Carmelitas no Centro da Cidade e Santa Teresa

Com certeza se você é carioca já ouviu falar nesse bloco, mas se você não é ou não ouviu falar vou te contar uma breve história.

Dizem que uma freira toda ano pula do muro do convento das Carmelitas, localizado em Santa Teresa, na sexta feira de carnaval e só volta na terça feira gorda. Será que é verdade ou é só uma lenda????? Hahaha

Serão 2 ensaios e 2 saídas que acontecerão da seguinte forma: Dias 11 e 18 de fevereiro ensaios as 18:00h na praça Tiradentes no Centro do Rio de Janeiro; Dia 24 de fevereiro desfile saída da rua Dias de Barros esquina com a Ladeira de Santa Teresa a partir das 13:00h; Dia 28 de fevereiro desfile com saída do Largo do Curvelo a partir das 08:00h.

Bloco Acorda e Vem Brincar de Vila Valqueire

Bloco da Zona Oeste Carioca sairá da Rua das Dálias.

O desfile será no dia 19 de fevereiro a partir das 09:00h.

Bloco Timoneiros da Viola de Madureira

Bloco do bairro berço do samba e do carnaval carioca, bairro de Portela e Império Serrano, bairro símbolo da Zona Norte do Rio de Janeiro.

O bloco Timoneiros da Viola esquentará na Praça Paulo Portela no dia 19 de fevereiro a partir das 13:00h. Bloco parado.

Tem muito mais bloco pra se jogar nessa folia e é por isso que vou deixar pra vocês essa planilha da Visit.rio completíssima: http://visitriocache.s3.amazonaws.com/wp-content/uploads/2017/01/Planilha-Blocos-2017-Site-3.pdf

Obs: Alguns desses blocos desfilaram em outras datas nesse ano, já passadas, e por esse motivo esses dias não foram mencionados aqui!

 

Destinos, Passeios

Visita à Fábrica da Felicidade

No dia 19 desse mês, quem me acompanha nas redes sociais viu que eu fui com minha mãe, minha irmã, minha melhor amiga e minha afilhada à fábrica da Coca Cola, aqui no Rio de Janeiro.


Minha irmã está no site da Coca certa vez,  https://www.cocacola.com.br/pt/home/, e viu uma imagem com os dizeres: “Fábrica da Felicidade! Conheça a fábrica da Coca Cola”. Nós nunca soubemos que é possível visitar a fábrica da Coca Cola, e acreditamos que muitas pessoas também não sabem já que não é algo divulgado. Ela resolveu inscrever todas nós para uma viagem interativa e divertida, como eles chamam.

A fábrica fica na Taquara, bairro da Zona Oeste aqui no Rio de Janeiro, você pode ir de carro e estacionar gratuitamente em um estacionamento da fábrica, ou ir de ônibus e lá dentro se locomover por uma linha de ônibus interna e gratuita. Só por isso já dá pra saber o quão enorme é a fábrica né.

Lá fomos recebidos por uma guia interna que nos levou para um passeio bem dinâmico. A História da Coca Cola nos foi contada de maneira lúdica e bastante interessante, passamos por cenários bem legais e com muito material da marca mostrando as fases da Coca Cola até hoje. Após essa visita mais interativa, fomos conhecer o processo de produção. Vimos como cada máquina funciona e a agilidade e importância da equipe.




Após a visita fomos levados a uma sala de cinema onde assistimos a um vídeo em 3D sobre o segredo da coca cola e depois fomos à outra sala, onde continham jogos como totó, Tênis de mesa, basquete virtual e mais, além de muitos produtos coca cola para consumirmos a vontade.


A visita leva cerca de 2 horas, é bastante interessante e o melhor É GRATUITA!!!!! Isso mesmo, não tem custo algum esse passeio e vale ir com a família toda! Pena, que não podemos filmar apenas fotos são permitidas e somente na área lúdica da fábrica, no setor de produção não é permitido nem fotos!


Se você gostou da idéia, vou deixar o site para você se inscrever: https://www.fabricadafelicidade.com.br/

Passeios, Sabores

Cota 200 Restaurante – Morro da Urca

Quem me acompanha lá nas redes sociais pode ver que segunda passada foi aniversário do meu pai e que ele escolheu almoçar em um restaurante no Morro da Urca para comemorar mais um ano de vida.


O morro da Urca é o primeiro morro do famoso Pão de Açúcar que é o nome do segundo morro. O restaurante Cota 200, está localizado lá no topo do morro da Urca a mais de 200 metros acima do nível do mar, oferecendo toda a exuberância da beleza do Rio como vista.

O restaurante é relativamente novo no lugar, eu lembro que fui ao Moro da Urca a última vez a cerca de 9 anos e ele não estava lá, mas já tem alguns anos que meu pai desejava conhecer e nós sempre enrolávamos por ter que subir ao morro rsrs. Quem faz reserva no restaurante não paga a subida do bondinho ao primeiro morro e após a refeição basta apresentar os tickets, que lhe foram entregues na subida, para o garçom e ele irá validar a descida.


Subimos e fomos direto para o restaurante que estava vazio, tinha apenas umas 4 mesas ocupadas com poucas pessoas, mas também era segunda –feira.  O restaurante tem um ambiente bem agradável com mesas espaçosas e uma decoração bem  requintada com tons de cinza, branco e preto.

Para a entrada pedimos um Palmito Ecológico assado na casca e gratinado com queijo colonial, acompanhando de uma salada de folhas e flores. Esse prato estava uma delícia, ele vem bem servido com um grande pedaço de palmito em 2 partes com o queijo gratinado por cima e a salada ao centro. O Palmito estava macio e bem saboroso, mas a atenção ficou para o queijo gratinado é saborosíssimo .


Já no prato principal cada um pediu um prato diferente. Minha irmã e mãe pediram uma picanha de sol que estava com uma aparência ótima e segundo elas com o sabor melhor ainda, meu pai pediu um medalhão que me deixou com água na boa de apetitoso que estava (quem me conhece sabe que sou amante de carne vermelha) e eu escolhi um camarão VG grelhado com risoto Zafferano, gran formaggio e tomatinhos confit.

O meu prato estava D-I-V-I-N-O. A única coisa que eu conhecia era o camarão, mas como gosto de provar coisas diferentes, me arrisquei e não me arrependi. O Risoto de Zafferano é um risoto com vinho branco e açafrão, o meu tipo de vinho preferido com um dos meus temperos preferidos, não podia ser melhor. Já o Gran Formaggio é um tipo de queijo que ornava super bem com o prato. Tudo no ponto certo e muito suculento, só faltou um pouco de sal no camarão, para o meu gosto, já que eu gosto de comida um pouco mais salgada.


Para beber nós pedimos um vinho branco da região sul do Brasil, L.A. SAUVIGNON BLANC da safra de 2015, que nos foi indicado pelo garçom como um dos carros chefes da casa, um vinho do qual eles não tem reclamação, e realmente não tivemos o que reclamar.  A carta de vinhos do restaurante é digital e separada por uva, País, tipo de vinho, o que facilita muito a busca pelo vinho perfeito. Quando você abre os detalhes do vinho, vem dizendo a origem, safra, com o tipo de comida que combina, o fabricante, porcentagem de álcool e o preço.


Para a sobremesa, somente eu e minha Irmã dividimos um mouse de chocolate duo com um sorvete de coco. Junto ao sorvete vieram raspas de coco torrado que deu uma leve crocância ao sorvete. O Mouse também estava bem saboroso e contrastava com o doce do sorvete já que era meio amargo.


Agora vocês querem saber no preço né, todo mundo quer saber dessa parte. É claro que para comer assim é necessário dar uma coçadinha no bolso, já que uma refeição dessa não sai por menos de R$ 100,00 por pessoa. Claro que também dá pra gastar menos se não pedir uma garrafa de vinho e se não pedir entrada por exemplo. E se vale o que pagamos? Sim, vale muito, pela vista e pelos sabores.


Depois da refeição ainda ficamos um pouco apreciando o Rio de Janeiro lá de cima, em um dia de turistas ao lado das pessoas que mais amamos, uns aos outros.