Dicas, Economia, Viagens

10 Maneiras de Economizar para Viajar

Hoje eu vou listar 10 dicas para você economizar com o intuito de fazer aquela viagem dos sonhos virar realidade.

IMG_5999

1 – Coloque na planilha todos os seus gastos.

É importante saber exatamente onde você gasta todo o seu dinheiro, para assim saber onde você poderá economizar mais e onde não será possível economizar tanto.

2 –  Faça cortes.

Com a lista dos seus gastos em mãos defina o que é realmente importante para você e o que pode ser cortado da lista. Por exemplo, será que vale a pena pagar R$ 200,00 por uma TV a cabo que você nem usa tanto? Será que não é melhor trocar a TV por assinatura por uma assinatura de NetFlix e economizar mais de R$ 100,00?

3 – Guarde esse dinheiro extra.

A poupança pode não ser o melhor investimento a ser feito, mas é um bom lugar para guardar aquele dinheiro que você está economizando para sua viagem, principalmente se você irá retirar esse dinheiro em menos de 1 ano.

4 – Priorize a sua viagem.

Sabe aquela balada de sábado que vai consumir no mínimo uns R$100,00 da sua renda? Esqueça ela!!! Priorize a sua viagem, pense que você não está saindo por um bem maior e que tal reunir os amigos em uma reuniãozinha em casa mesmo? Então sempre que tiver algo extra para fazer, avalie se é possível descartar priorizando sua viagem.

5 – Mude sua rotina de compras.

Que tal ao invés de sair de casa para comprar, você comprar ai mesmo do seu sofá. Com acesso a um computador e a internet você poderá comprar quase tudo que precisar sem sair de casa, e assim terá mais tempo para pesquisar os melhores preços.

6 – Troque o Carro pelo Transporte Público ou ande a pé.

Pra que tirar o carro da garagem para trajetos curtos. O carro não gasta somente a gasolina, gasta também estacionamento (muitas vezes), óleo, pneus e outras coisas que podem acontecer. Então deixe o carro na garagem e até avalie se precisa mesmo manter o carro e se não for necessário que tal desapegar e ainda economizar no seguro, hein?!

7 – Use Milhas.

Muita gente deixa suas milhas vencerem e isso, é quase que um crime!!!! É um crime ao seu bolso, pois milhas são dinheiro.  Transfira suas milhas para um programa de milhagem onde você possa concentrar todas as suas milhas e trocar por passagens aéreas por exemplo. E se seu cartão de crédito não lhe der a opção de transferência use-as como desconto na fatura. Só não deixe que elas vençam e percam a validade.

Um programa de milhagem que eu adoro e aconselho a todos terem é o da Multiplus. Lá é possível comprar muita coisa e ganhar milhas, além de juntar milhas por outros meios e trocar por muitas outras coisas, além de passagens aéreas.

Se você quiser me ajudar a ganhar algumas milhas, clique nesse link abaixo e faça seu cadastro que é gratuito (Assim você estará me ajudando a viajar e a produzir mais conteúdo de qualidade pra vocês e também poderá se cadastrar em um dos melhores clubes de acumulo de milhagem do Brasil).  https://www.pontosmultiplus.com.br/cadastro?id_ind=1JYEyMzI4NDE3Mgieie

8 – Coma comida em casa (ou leve comida de casa).

Opte por fazer suas refeições em casa ou leve de casa para onde você for.  Levar marmita para o trabalho pode gerar uma economia de mais de 50% nos seus gastos com comida.

9 – Leve sua garrafinha de Água.

Principalmente no calor consumimos muita água, então leve sua garrafinha junto a você, pois assim poderá economizar sempre que sentir sede. Em alguns lugares você ainda poderá encher sua garrafinha totalmente de graça.

10 – Abandone Hábitos Maléficos.

Deixe de fumar, por exemplo. Quem fuma um maço de cigarro por dia, gasta em média no mês R$ 200,00, esse valor poderia te ajudar muito na realização do seu sonho, não é mesmo?! Mas não é só o cigarro, abandone todo e qualquer hábito que faça você gastar sem sentido algum.

11 – Se pergunte: Eu preciso mesmo disso?

Eu sei que eu disse que só seriam 10 dicas, mas não consegui, precisei incluir essa. Faça dessa pergunta o seu mantra. Eu inclusive já falei sobre isso aqui no blog. Se você se responder que não precisa (o que acontece na maioria das vezes que vamos comprar algo), não compre e guarde esse dinheiro também.

Eu posso te garantir que quando você realizar a sua viagem dos sonhos, todo esse sacrifício será recompensado e você sentirá que valeu a pena cada centavo que economizou!!!

Anúncios
Economia

Poupança – Porque não investir!

Vamos começar a falar de investimentos por aqui, e hoje o tema é a já famosa poupança!

Apesar de algumas pessoas já terem percebido que a poupança não é um bom investimento para seu dinheiro, a maioria da população ainda acredita que ela é a melhor maneira de fazer seu dinheiro se multiplicar e isso é um grande engano.

Eu costumo dizer que a poupança é a nova conta corrente, já que ela é uma conta sem taxas, porém com limite de ações (como limite de saques por mês, mas quem hoje em dia saca dinheiro muitas vezes ao mês?). É claro que a poupança tem suas vantagens, ela é simples de administrar e livre de impostos, mas se você continuar insistindo em deixar seu dinheiro nela, ao invés de multiplicá-lo, você irá é perder dinheiro, e vou te listar os motivos!

reais-calculadora
Imagem: http://www.f2br.com

Livre de riscos? Com certeza não!

Muitas pessoas acreditam que a poupança é o investimento mais seguro, que não há riscos, mas eles existem sim.

Se o banco onde você tem sua conta poupança aberta quebrar, ele não te pagará o dinheiro que você tem lá investido, sabia?! Mas para garantir isso existe o FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que lhe devolvera até R$ 250 mil depositados, e além da poupança esse fundo te garante em outros investimentos também, como o CDB, LCA e vários outros que você poderá encontrar aqui: https://www.bcb.gov.br/pre/bc_atende/port/fgc.asp#3. Com isso podemos concluir que a poupança é tão segura quanto alguns tipos de investimentos!!!!

Baixa Rentabilidade

Quando comparada com qualquer outro investimento em renda fixa a poupança costumeiramente perde. Ela rende pela combinação da Taxa TR (Taxa Referencial) com a taxa SELIC (Quando a taxa selic está acima de 8,5% a poupança rende 0,5%, já se a selic estiver abaixo de 8,5% (o que quase nunca acontece), a poupança pagará 70% do valor da selic + a TR). A SELIC é a taxa que comanda os juros no País e por isso é a taxa que está diretamente ligada a economia e automaticamente a todos os investimentos. Sabendo disso é possível imaginar que existem investimentos mais atrativos por aí.

Juros só no aniversário

A Poupança não tem rentabilidade diária, como alguns outros investimentos, os juros só são creditados mensalmente. Assim quem faz um investimento no dia 18 de abril só terá seus juros creditados no dia 18 de maio. E qual a desvantagem disso?

Se você precisar do dinheiro antes da data de aniversário e sacá-lo, não vai receber rendimento nenhum. A segunda desvantagem é que você perde acumulo de dinheiro com os juros compostos, por exemplo: se eu deposito hoje R$100,00 na poupança eu terei no fim de 30 dias (baseado na poupança rendendo 0,5%) R$ 100,50, mas se eu investisse esse mesmo valor em renda fixa na selic, por exemplo, eu teria ao fim de 30 dias o valor de R$ 100,61 (baseado na selic hoje, e já descontados os impostos a serem pagos). Agora projeta isso por 12 meses, 24 meses, 10 anos, gostou do resultado?!

Perda de valor mediante a inflação

Os juros fazem o dinheiro multiplicar e a inflação faz com que ele perca valor. Isso na pratica funciona da seguinte forma: se hoje eu compro um bem com R$ 100,00 por causa da inflação no mês seguinte esse bem pode estar custando R$ 110,00 e o investimento que eu fiz na poupança não me rendeu essa diferença. A poupança normalmente ganha da inflação, mas sempre por muito pouco como, por exemplo, em 2016, que a inflação ficou em 6,29% e a poupança rendeu 8,3%, mas ai quando você desconta a inflação do seu rendimento percebe que sobrou muito pouco de lucro real. E em um cenário pior é possível perder pra inflação como aconteceu em 2015, quando a inflação ficou em 10,67% e a poupança em 8,15%.

O que eu tenho aprendido nesse tempo que tenho buscado mais informações sobre investimentos, é que não é um caminho fácil de seguir, é necessário fazer muitas contas, para saber por qual “estrada” é melhor caminhar. Definitivamente eu descobri pra que serviu tanta matemática no colégio rsrs.

A dica então é pensar muito e calcular bastante onde vale colocar seu valioso dinheiro!

 

 

Economia

Cartão de Crédito – O que mudou?

Desde o dia 03 de abril as regras, para o rotativo do cartão de crédito, mudaram e ainda tem muita gente confusa com isso, então por isso esse post é pra ajudar esclarecer o que mudou!!!

Administrar-Melhor-o-Cartão-de-Crédito-13
Imagem: http://economia.culturamix.com

Cartão de crédito é algo que pode ajudar muito uma pessoa ou pode arruinar uma vida financeira e por isso é necessário acompanharmos de perto tudo o que diz respeito a esse assunto.

O que realmente mudou? A partir de agora quando alguém pagar apenas o mínimo da fatura e entrar no rotativo do cartão de crédito, após 30 dias a operadora do cartão ou o banco são obrigados a oferecer ao cliente devedor o parcelamento da dívida.

Qual a intenção dessa mudança? O brasileiro nunca esteve tão endividado como se encontra nesse neste momento, então a ideia é reduzir a inadimplência e o endividamento por conta desse pedaço de plástico.

Com essa nova regra os juros do rotativo ficam limitados a apenas 1 mês e a partir do parcelamento os juros cairão pela metade aproximadamente. Mas ainda assim é preciso ter cuidado com o pagamento o valor mínimo da fatura, essa opção pode parecer uma boa ideia no início, mas vale lembrar que todo dinheiro pago em juros é dinheiro jogado fora e que esse valor investido poderia estar de rendendo alguns reais de maneira bem atrativa.

Um bom Planejamento é o segredo para manter a vida financeira em equilíbrio, lembre-se sempre disso!!!!

Economia

Vídeo: Seja Rica – Conta Corrente SEM TAXAS!

Prontos para o segundo vídeo do Seja Rica?!

Então pega papel, caneta e anota tudo que eu vou te falar, pois vou te ajudar a economizar com a taxa da sua conta bancária.

 

Espero que tenham gostado e que ajude a muitos de vocês!!!!

Economia

Vídeo – Seja Rica: O que é Independência Financeira!

Hoje estou estreando uma série lá no canal e convido você a se inscrever e ficar rico junto comigo, esse é o objetivo!

Tenho percebido à algum tempo que as postagens que faço aqui todas as terças feiras com dicas de economia tem agradado bastante vocês e sempre com altos índices de visualizações então por isso resolvi criar essa série para o canal onde eu darei dicas para nos tornarmos juntos pessoas RICAS! 

A ideia é compartilhar com vocês formas de economizar e investir esse dinheiro por um objetivo maior! 

Então a partir de hoje todas as quintas terão vídeos da série: SEJA RICA e os demais vídeos do canal irão ao ar aos sábados!

Eu espero que gostem e que possamos trocar muitas experiências nesse novo quadro!

 

Economia

Regra dos 50 – 15 – 35, você conhece?

Já ouviu falar na regra dos 50-15-35? Não! Então continue lendo esse post que vou lhe explicar! Mas antes quero lhe contar que a partir dessa semana, todas as quintas feiras terão vídeos de dicas financeiras lá no canal para você que como eu quer enriquecer, então aproveite para se inscrever no canal AQUI!

shutterstock_77614246
Imagem: http://www.cafecomgalo.com.br

Essa regra é bem simples de explicar e de entender. Você vai pegar toda a sua renda e dividir em três grupos: 50%, 15% e 35%. Agora eu vou te explicar o que é cada um desses grupos!

50% da sua renda devem ser destinados para seus gastos essenciais, que são todas as suas despesas necessárias para sobreviver como: moradia, luz, água, telefone, educação, transporte, saúde e alimentação. Esses itens não podem ultrapassar 50% do que você ganha por mês.

15% da sua renda devem ser destinados as suas prioridades financeiras, que vai depender diretamente da sua situação financeira nesse momento.

Se você está endividado a sua prioridade financeira é pagar essas dívidas e esses 15% da sua renda servirão para isso, mas pode ser que você precise comprometer mais do que essa porcentagem para quitar essas dívidas então para isso você terá que cortar gastos destinados aos 35% e 50% do seu salário.

Mas e você não for uma pessoa endividada, sua prioridade financeira será poupar. Você vai poupar esses 15% primeiramente para uma reserva de emergência e após você chegar ao valor equivalente a 6 meses do seu salário, você pode começar a poupar para algo que você queira muito, uma viagem por exemplo.

35% da sua renda serão destinados para seu estilo de vida, que são as despesas que você tem para seu prazer. Elas não são essenciais e nem prioritárias, mas elas são ótimas para sua vida social. Com ela você poderá ir a bares, cinema, se presentear, ou até mesmo poupar para um objetivo maior ser alcançado mais rápido. Esses gastos também devem ser os primeiros a serem cortados em um momento de aperto.

Gostou desse post? Eu espero que ele lhe ajude a se organizar melhor e por todas as contas em dia!

Não se esqueçam que toda terça tem post sobre economia por aqui e a partir dessa semana, todas as quintas feiras terá vídeo de dicas financeiras lá no canal!

 

 

Economia

5 Dicas para Economizar até nos detalhes!

Você já parou pra pensar que é possível economizar até nos detalhes? Pois é sobre isso que vou falar hoje! Quando você acha que não tem mais como cortar custos, eu venho te dizer que tem sim e da pra fazer isso mudando pequenos hábitos do cotidiano!

http://www.superlistas.net/10-dicas-para-economizar-dinheiro/
Imagem: http://www.superlistas.net

1. Apague as luzes!

Se você sai de algum ambiente e ninguém ficará nesse local, qual o motivo para aquela luz ficar acessa? Então apague! Saiu do quarto, apague a luz, saiu da cozinha apague a luz e aplique isso em todos os cômodos diariamente, isso vai te render uma boa economia na conta de luz!

2. Retire da tomada!

Se o seu celular já carregou, retire da tomada! Se você não vai usar o fogão durante a noite, retire da tomada, se não vai ver televisão por algumas horas (seja por não ter ninguém em casa, ou estar dormindo), retire da tomada!

Retire da tomada tudo que não estiver em uso, isso também vai te fazer economizar uma quantia no fim do mês!

3. Diminua a potência da geladeira!

Durante a noite, quando todos estão dormindo, quem fica abrindo e fechando a geladeira de tempo em tempo? Ninguém né. Então diminua a potência, isso economiza energia. Quando estiver nas estações mais frias, também deixe a geladeira com uma potência menor, ela irá gelar da mesma maneiro, só que garantindo mais alguns reais no seu bolso!

4. Acabe com o desperdício! 

Vou falar especificamente do desperdício alimentício, mas também é cabível a tudo que você venha desperdiçando (água, roupas e etc).

Pare de comprar quantidades excessivas de tudo que está em promoção, é claro que se o preço vale a pena, compre, mas faça uma compra consciente calculando o quanto irá usar antes de tudo estragar. Quando se joga alimento fora, você está jogando dinheiro fora, então pratique o consumo consciente e acabe com o desperdício. Uma dica pra isso, é comprar em promoções semanais, opte por um mercado ou hortifruti próximo a sua casa, que você possa ir a pé, e faça mais de uma visita por semana, sempre para comprar o que está na promoção.

E lembrem-se de quantas pessoas estão passando fome no mundo enquanto você joga alimentos na lata de lixo!

5. Converse sobre dinheiro em família! 

Essa dica é a mais importante de todas! É de extrema importância que todas as pessoas dessa família estejam envolvidas em um único objetivo (nesse caso o de economizar). Já ouviram aquela frase: ” O combinado não sai caro”, pois bem, ela reflete a realidade, se há conversa, há entendimento!

Então falar sobre dinheiro deve ser algo natural em uma família e deve acontecer desde de que as crianças já tenham alguma relação com dinheiro, é preciso que os pais já eduquem seus filhos com discernimento de onde vem o dinheiro e o quanto ele vale!