Chile, Hospedagem

Hostal Forestal – Onde se hospedar em Santiago

Eu achava que descanso e festa eram duas coisas que não combinavam muito, principalmente quando o assunto é hostel! Na minha concepção ou um hostel era festeiro ou era o lugar ideal para descansar, mas descobri que é possível ter um pouco de cada no Hostal Forestal.

IMG_5243.JPG

O Hostal Forestal fica uma área bem legal da Cidade de Santiago. Bem pertinho do Parque Forestal e da região turística central, e tem um perfil jovem e descolado.

SOBRE O HOSTAL FORESTAL

Um clássico da Cidade, localizado a alguns passos de diversos pontos turísticos e importantes de Santiago do Chile, como o Cerro Santa Lúcia e a sorveteria Emporio La Rosa que é uma das 25 melhores sorveterias do mundo.

Fica em uma rua bem tranquila, onde o descanso é garantido, mas a poucos metros da Rua Merced, uma das principais de Santiago.

IMG_4941

IMG_5206

O Hostel tem uma pegada bem moderna, ela é todo colorido com muita arte nas paredes, um alto astral incrível que parte dos funcionários e vai se espalhando até os hóspedes.

As aéreas comuns são bem espaçosas e agradáveis. Eles têm no primeiro andar a cozinha, sala de estar e uma sala de jantar onde é servido o café da manhã, além da recepção é claro! No segundo andar, além dos quartos tem uma varandinha bem bonitinha e também uma sala de tv/biblioteca.

IMG_5196

IMG_5200

Outra coisa importante nos tempos atuais, é acesso à internet né, pois bem o Wi-Fi deles é ótimooooo!!! O sinal é muito bom mesmo.

SOBRE NOSSA TEMPORADA NO HOSTAL FORESTAL

Chegamos mais uma vez, como em toda essa viagem, a noite e bastante cansadas. Rapidamente fomos atendidas e nos acompanharam até a acomodação.

Vale falar que fomos super bem atendidas. O atendimento por parte dos funcionários é bem agradável. Estão dispostos a te ajudar no que precisa e também a te convidar a participar das atividades extras que eles oferecem.

Ficamos no segundo andar em uma acomodação compartilhada mista para 6 pessoas. O banheiro era compartilhado, mas não em estilo vestiário, são banheiros individuais então a privacidade no momento do banho fica preservada. O quarto era bem espaçoso, com camas confortáveis e armários de ótimo tamanho para colocarmos todas as nossas coisas.

IMG_5183

Como eu já falei antes, compartilhar quarto é conhecer gente do mundo todo e se inspirar com as histórias de cada pessoa, por isso acho que as vezes vale a pena abrir um pouco mão da privacidade para compartilhar. Além disso você também se torna uma pessoa mais livre das amarras que a sociedade costuma impor.

Como mencionei logo no início desse artigo o hostel é para a galera mais descoladas e festiva, mas tudo com moderação. A noite eles sempre realizam uma confraternização entre os hóspedes, regado a comida e bebidas (claro que as pessoas contribuem, é a famosa vaquinha). Mas não pense que a festinha rola a noite toda não, existem regras e uma delas é respeitar o descanso de outras pessoas, por isso a meia noite os funcionários pedem educadamente para que as pessoas encerrem a confraternização e isso significa até parar de conversar em voz alta. Então o descanso é garantido!!!!

Já na nossa primeira manhã no hostel nos deparamos com um café da manhã espetacular. Frutas, frios, café, sucos, biscoitos, pães, geleias, cereais e até ovos cozidos faziam parte desse café da manhã que foge do padrão de hostel! O café da manhã, além da energia alto astral, sem dúvidas é um dos diferenciais do Hostal Forestal.

IMG_4943

IMG_4939

Então se você quer pagar um bom preço, ficar hospedada (o) em um local descolado e bem localizado, gosta de conhecer novas pessoas e também preza pelo seu descanso e valoriza um bom café da manhã, o Hostal Forestal é uma ótima opção para se hospedar.

Eu adorei os dois dias que me hospedei lá, e só fiquei triste por ter sido tão pouco tempo!

IMG_5218

Obrigada por nos receber tão bem Hostal Forestal!!!

Para quem quiser mais informações é só ir lá no site deles: http://www.hostalforestal.com/pt/

 

FAÇA SUA VIAGEM POR AQUI!

GARANTA SEU SEGURO VIAGEM AQUI!

ALUGUE SEU CARRO AQUI

Anúncios
Chile

Onde ficar no Deserto do Atacama

A Cidade base de todos os passeios daquela região desértica é San Pedro de Atacama e foi lá que buscamos nossa hospedagem.

Depois de uma vasta pesquisa, chegamos a rede Antaira com 3 hospedarias na Cidade.

IMG_4821.JPG

No período da nossa estadia eles tinham disponibilidade para o Antaira Hostel, um hostel que fica na rua Tocopilla, quase esquina com a Gustavo Le Paige.

Lá ficamos em uma acomodação compartilhada, para até 4 pessoas e banheiro compartilhado. Um lugar super tranquilo de ficar e que oferece uma estrutura boa para se passar alguns dias no deserto. Porém essa hospedagem estará sendo fechada no fim dessa temporada de inverno, eles irão fazer algumas mudanças e não sabem se reabriram como hospedagem! Bom, mas se estiver indo para lá agora nesse junho/julho considere o Antaira Hostel, caso esteja indo mais para frente vou falar de onde pode se hospedar.

Eu falei pra vocês que a rede tem 3 hospedagens né, pois bem, uma delas é o Katarpe Hostal.

IMG_4812.JPG

O Katarpe fica na rua Domingos Atienza, quase na esquina com a rua Caracoles a principal de São Pedro.

IMG_4807.JPG

No Katarpe as acomodações são privadas com banheiro privativo, camas confortáveis, uma área comum bem espaçosa com equipamentos de calefação externa, um jardim bem legal com cactos e ainda servem um bom café da manhã. Esse é o conforto master que você consegue ter no deserto, pois a Cidade é bem pequena com cerda de 2.000 habitantes e a estrutura da Cidade é bem básica! Apenas 3 ruas podem ser consideradas principais, onde tudo acontece: Caracoles – a principal; Gustavo Le Paige – rua da Igreja, delegacia, feirinha de artesanato e prefeitura é uma rua paralela a Caracoles; Tocopilla – bastante badalada com bastante comércio é a rua que cruza a Gustavo Le Paige e a Caracoles.

IMG_4801

IMG_4763

IMG_4784

O Katarpe é super bem localizado, confortável e como eu disse serve café da manhã, o que a maioria das hospedagens de São Pedro não servem. Além disso os funcionários são bem simpáticos e solícitos.

IMG_4848

Então se estiverem indo ao Deserto do Atacama já sabe onde se hospedar, né?!

Para entrar em contato com eles você pode ir direto ao Facebook deles: https://www.facebook.com/katarpehostal/

Chile, Hospedagem

La Casona Hostel – Onde se hospedar em Santiago

Santiago, Capital do Chile, é uma Cidade pequena em área, quando comparada com Cidades Brasileiras, porém com uma população de Cidade grande com mais de 5 milhões de habitantes e talvez por isso seja habitada em todas as partes inclusive na região central, onde nós escolhemos nos hospedar em nossas duas passagens pela Cidade.

IMG_3382

Para nossa primeira passagem por Santiago escolhemos ficar no La Casona Hostel. Esse hostel no bairro Bellas Artes na Rua Almirante Montt, quase na esquina da Rua Monjitas.  É bem próximo ao centro e também bem pertinho da Rua Bella Vista, região de badalação noturna em Santiago.

Como todo centro de Cidade, tem muita gente durante o dia, mas durante a noite essa movimentação reduz, porém essa é uma área onde há alguns prédios residenciais o que causa certa movimentação nas ruas do entorno.

É bom deixarmos claro que em momento algum me senti insegura na Cidade, mesmo andando por lugares não tão cheios durante a noite. Santiago tem alguns problemas como toda grande metrópole, mas é uma Cidade bastante segura.

Ficar nessa região facilitou muito o nosso deslocamento pelo centro turístico, que está basicamente no entorno. Podíamos fazer tudo a pé pelo centro, afinal estávamos a cerca de 500 metros da Plaza de Armas e a pouco mais de 1 km do La Moneda, Palácio do governo.

IMG_4119

UMA BREVE HISTÓRIA DO LA CASONA

O La Casona é um Casarão do ano de 1929 que pertenceu a uma família de muitas posses, a família Aldunate.

Tempos depois a residência foi vendida a uma congregação religiosa que foi proprietária até o ano de 2009 quando venderam aos irmãos Baeza que resolveram realizar ali um antigo sonho de ter uma hospedaria onde pessoas do mundo inteiro pudessem interagir. Surgi assim no ano de 2013 o La Casona Hostel.

SOBRE O HOSTEL

O La Casona é um hostel que atende a todos os tipos de hospedes. Dos que querem gastar bem pouco e dividem habitações compartilhadas, aos que querem pagar um pouco mais (mas não muito mais) para ter a privacidade de um quarto só para si mesma (o).

IMG_3280

As áreas comuns do hostel são bem legais e super bem cuidadas. Uma cozinha onde todos podem cozinhar e economizar com comida que é cara no Chile; Um quintal bem espaçoso a céu aberto que dá vontade de passar os dias de sol; Uma sala de jantar/TV bem legal e colorida onde servem o café da manhã e que as pessoas podem usar para outras refeições, ou ver uma TV ou até mesmo para trabalhar; Uma sala com livros e um ambiente agradável para passar algum tempo do seu dia. Além de outros espaços menores para socialização.

O Hostel disponibiliza WI-FI gratuito e o sinal e velocidade são ótimos, pegava já no portão.

IMG_4121

SOBRE NOSSA TEMPORADA NO LA CASONA HOSTEL

Já ao chegarmos fomos super bem recebidas, em português, já que trabalham brasileiros na recepção e em outras áreas do hostel. Fizeram nosso check in rapidamente, o que foi ótimo já que chegamos tarde e exaustas, e logo nos levaram para o quarto.

Ficamos eu e minha irmã no segundo andar, em uma acomodação compartilhada, com 6 camas, e banheiro privativo. Eu e ela ficamos com um beliche e dormimos, eu em cima e ela embaixo.

O quarto bem arejado com duas portas para duas diferentes varandas, as camas bastante confortáveis e os armários bem espaçosos, o que foi ótimo, pois levamos muita mala e mochila.

Durante nossas 5 noites ali, o quarto sempre teve mais 4 pessoas além de nós duas e como houve algumas chegadas e partidas nesse tempo, conhecemos pessoas maravilhosas ali mesmo sem sair da cama rsrs.

IMG_3656

Se hospedar em hostel e compartilhar quarto te possibilita acima de tudo a conhecer pessoas incríveis, como o casal de Brasileiros que conhecemos lá mesmo na nossa acomodação, que estavam descendo desde Quito – Equador e estavam passando seus últimos dias dessa viagem ali antes de voltar para o Brasil. A bagagem de história que eles traziam era riquíssima e nós pudemos aprender uma pouco mais com o conhecimento deles.

Além desse casal, conhecemos nas áreas comuns, uma mulher de meia idade do Paraná que estava viajando sozinha, pois o marido não gosta e ela não se priva de conhecer os lugares que quer – Baita inspiração!!!

O Café da manhã é bom. A variedade de itens não é grande, mas atende aos padrões de um hostel, e as coisas são de qualidade e saborosas.

IMG_3268

IMG_3273

Outra coisa que foi especial no La Casona foi o atendimento. Como parte dos funcionários são brasileiros, nos sentimos a vontade para falar sem nos preocuparmos com a língua. Todos os funcionários são solícitos e nos ajudam bastante com dicas e informações da região e de toda a Cidade.

Aliás, por indicação deles, comemos uma empanada muito saborosa, bem na esquina da rua do hostel. A empanada era fresquinha e com um preço ótimo, custou 1.300 pesos, o equivalente a mais ou menos R$7,60, o que é barato para os parâmetros chilenos.

Como o La Casona está localizado em uma rua sem saída, o silêncio é um companheiro dele. Com pouca movimentação de veículos e de pessoas é possível descansar sem ser incomodado com os sons de uma Cidade Grande.

IMG_4151.JPG

Para quem quer descansar, pagar um preço justo e estar em uma localização privilegiada o La Casona é o lugar em Santiago perfeito para você.

Para quem quiser consultar valores e saber mais do La Casona Hostel, deixo o site deles aqui: http://www.lacasonahostel.cl/

 

FAÇA SUA VIAGEM POR AQUI!

GARANTA SEU SEGURO VIAGEM AQUI!

ALUGUE SEU CARRO AQUI

 

 

Hospedagem, Viaje com R$350,00, Vitória - ES

Hostel do Jere em vitória

Na hora de decidir onde se hospedar em vitória eu sabia que precisava de um lugar bom e barato, para que coubesse no meu orçamento do Viaje com R$350,00 e depois de procurar bastante chegamos ao hostel do Jerê.

O hostel fica localizado no Centro Histórico de Vitória, a poucos metros do Teatro Carlos Gomes, Museu de Artes do Espírito Santo e se gosta de andar um pouquinho mais, chega até o Palácio Anchieta. O local a noite é pouco movimentado, o que é ótimo para dormir, mas também não da para ficar dando voltinhas a pé na região.

SEGURO VIAGEM – GARANTA O SEU

A galera do hostel é divertida e solicita. As pessoas que trabalham ali, são pessoas envolvidas na ONG, avalanche de missões, trata de assuntos como abuso sexual, dependência química, fome, tráfico humano, entre outros assuntos em forma de escolas, formando assim missionários.

Estar em contato com essas pessoas, faz a gente ter ainda mais certeza de que é realmente importante fazer sempre algo construtivo a quem precisa!

Voltemos ao hostel, lá é tudo bem colorido, a cara da alegria. Cores vivas nas paredes e mensagens legais espalhadas em quadros alimentam positivamente nossos subconscientes.

ALUGUE SEU CARRO AQUI

O hostel tem quartos tanto para quem quer pagar pouco e adora dividir espaço como para quem quer um pouco mais de privacidade e por isso paga um pouco mais. Os preços da diária vão de R$35,00 por pessoa em acomodação compartilhado s/ar a R$180,00 para até 4 pessoas em acomodação privativa família c/ar.

Nós ficamos na suíte mista c/ar e banheiro privativo e apesar de acomodar até 6 pessoas, como não estava lotado eles conseguiram deixar somente nós 3 nessa acomodação.

O café da manhã é simples, mas o suficiente para encararmos uma manhã de passeios. Tem frutas, café, leite, chá, pão integral e pão normal, ovo mexido, bolo, mel e cereais.

Eu cheguei bem cedinho no sábado, antes mesmo da hora do meu check in e fui recebida pela Joab (que energia boa ela tem) com muito carinho. Ela logo me levou ao quarto que que tomasse um banho (eu precisava, já que viajei de ônibus a noite toda) e depois me convidou a tomar um cafezinho com ela.

O hostel é um bom lugar para se hospedar por lá. Tem um ótimo preço e atende as suas necessidades básicas.

Se quiser saber mais sobre o hostel do Jerê, vou deixar aqui o site deles: https://www.hosteldojere.com/

Esse artigo é um publieditorial, que reflete as minhas verdadeiras opiniões e experiência!!!

Hospedagem, Ilha Grande - RJ

Marlin Hostel – O lugar certo pra ficar em Ilha Grande!

E aí viajantes! Hoje tem dica super quente de onde se hospedar em Ilha Grande, RJ, com ótima localização e com preço justo.

Quem me acompanha lá pelo Instagram, acompanhou minha mini trip pra Ilha Grande e viu que fiquei hospedada no Marlin Hostel.

XPIG1363

 Sobre o Marlin Hostel:

O Marlin é um hostel de apenas 3 aninhos de idade, mas que já faz muito sucesso na Ilha. Com uma localização privilegiada na Rua Bouganville, ele está a apenas alguns metros da rua principal da Ilha, a Rua da Praia.

A casa é uma gracinha, tudo novinho e bem cuidado. Apesar da pouca distância de onde tudo acontece, é só virar a esquina que você já chega nas agências de turismo, restaurantes, padarias e etc., o silêncio da natureza prevalece dentro do hostel (o que é ótimo para quem tem sono leve como eu).

XYPX1470

O Hostel possui 4 quartos, sendo todos eles quartos mistos para até 6 pessoas, e 4 banheiros de uso coletivo. Aí você pensa: “Nossa, mas tudo coletivo e misto não dá! ”. Dá sim, e quem garante a harmonia e entrosamento da galera é o Mario e o Luiz, que acompanham tudo de pertinho.

Eles oferecem café da manhã incluso no preço da diária, o que faz qualquer mochileiro pirar de felicidade rsrsrs. Na área de convívio é possível assistir à tv, deitar na rede, cozinhar e interagir ainda mais com os hospedes e moradores.

Voltando a falar mais um pouco do café da manhã. Bem farto para um hostel, composto de frutas da estação, pão, café, leite, suco, bolo, frios e ainda um item que varia dia a dia. O Café da manhã é mais uma oportunidade de conhecer mais pessoas, já que as mesas são grandes justamente para serem divididas.

 Preço da Diária:

Como já mencionei acima, o preço da diária é bem justo, na minha opinião. Atualmente está R$70,00 (claro que esse valor pode variar de alta temporada para baixa temporada).

KDQW3811

Minha opinião:

A minha estadia lá foi parceria, mas antes mesmo de fecharmos algo eu pesquisei muito e achei que lá seria a minha cara, e acertei em cheio. Então eu super indico o Hostel, não por qualquer tipo de parceria que eu tenha feito, mas pelas experiências que eu tive lá, que foram muitas e boas em tão pouco tempo.

O local é gerido de perto pelos donos, o que deixa o ambiente bem familiar e amigável. Até quando um pequeno grupinho de franceses chegou de madrugada falando alto, achando que estavam na França (Falo na França, pois me recuso a aceitar que as pessoas façam algo de bagunça por aqui ser Brasil, eles só podiam estar achando que estavam na casa deles) o Luiz logo se dirigiu a casa principal e pediu que todos se aquietassem, pois já estava tarde e as pessoas queriam dormir e que no Hostel haviam regras que deveriam ser seguidas. Na minha avaliação isso é mais um ponto positivo para o Hostel, pois problemas podem surgir num negócio, mas a maneira e a agilidade com a qual você soluciona o mesmo é que faz toda a diferença!!

HFGY4499

Se quiserem fazer contato direto é só acessar o site deles aqui e não se esqueçam de falar que viram a indicação aqui no blog!

 

 

Dicas de Viagem, Hospedagem, Viagens

Viaje Trabalhando e Economizando!

Você já pensou em trabalhar enquanto viaja? Existem sites que podem te ajudar a viajar economizando. Você trabalha em troca de serviços, como hospedagem, por exemplo.

VMPM-P10-Como-Economizar-em-Viagens-Nacionais
Imagem: http://blog.viajemaispagandomenos.com.br

Isso mesmo, você trabalha para o hostel (normalmente são hostels e não hotéis) onde ficará hospedado, como recepcionista, ajudante de cozinha, cleaner, entre outros, e nas horas livres você poderá visitar a Cidade. Alguns meios de hospedagem oferecem além da hospedagem, café da manhã e alguns oferecem até mesmo todas as refeições (café da manhã, almoço e jantar).

Além desse tipo de trabalho, também tem sites que te ajudam a encontrar um trabalho que chamamos aqui de Caseiro, onde você tomará conta da casa de pessoas que também estarão viajando e em troca poderá ficar hospedado lá.

Também é possível trabalhar em fazendas em troca de hospedagem. Assim você irá trabalhar em colheita de frutas entre outros serviços referentes a vida no campo.

Dessas maneiras é possível economizar muitos reais (se a sua viagem for longa, da pra economizar milhares de reais), sem deixar de aproveitar nada que a Cidade tem a oferecer.

Vou listar aqui alguns sites que oferecem esses tipos de serviços, aí é só vocês se cadastrarem e começarem a viajar!

https://www.workaway.info/

https://www.worldpackers.com/

http://wwoof.net/

https://anyworkanywhere.com/

https://www.helpx.net/

http://www.luxuryhousesitting.com/

https://www.trustedhousesitters.com/

https://www.mindmyhouse.com/

http://www.pickingjobs.com/

http://www.agrisupportonline.com/

https://www.fruitfuljobs.com/

Essas são ou não algumas ótimas formas de economizar uma boa quantia de dinheiro em viagens?!

 

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

ViajaNet

Seguro Viagem

Viaje de Ônibus

Alugue seu Carro

Passeios, Rio de Janeiro, Viagens

Viagem ao Rio de Janeiro – 11 dicas para economizar.

O Rio de Janeiro hoje é uma das Cidades mais caras do Brasil e até do mundo. O custo de vida por aqui subiu bastante e se ficou caro para o morador que conhece como a Cidade funciona, imagina para o turista que não sabe onde encontrar os melhores preços?! Então é por isso que nesse post eu vou te ajudar a visitar a Cidade Maravilhosa economizando algum dinheiro.

img_4387
1- Aeroporto

A primeira dica é sobre a sua chegada ao Rio de Janeiro. A Cidade tem dois aeroportos como porta de entrada, o Santos Dumont (sigla SDU) que fica na aérea Central da Cidade e o Galeão (sigla GIG) que fica na Ilha do Governador a uns 17 km do centro do Rio. Sabendo disso é possível perceber que o seu tempo de deslocamento para seu hotel, assim como seu gasto nesse deslocamento, serão maiores de você chegar pelo GIG, por isso na hora de comprar sua passagem de avião esteja atento a pequenas diferenças no valor, pois chegar pelo Galeão poderá ser mais barato, mas não compensar quando for pegar um táxi, por exemplo.

Outra dica de aeroporto é nunca comer neles. É extremamente caro comer nos aeroportos do Brasil e aqui então nem se fala, por isso leve um lanchinho.

2- Transporte Público

Eu afirmo aqui que não somos exemplo de transporte público de qualidade para ninguém, porém o metrô atenderá a maior parte dos pontos turísticos a serem visitamos pelos turistas. Então pegue um mapa em uma estação de metrô e trace seu roteiro, faça o máximo que puder de transporte público. Também tem o trem que pode te atender juntamente com o metrô se for visitar lugares como o Parque Madureira, que entrou para o circuito de visita ou a escola de samba Portela. Além desses também tem ônibus que podem te levar aos seus destinos, é só pesquisar bem.

3- Hostel

Os hostels cresceram muito por aqui e com isso a qualidade também melhorou bastante. Então procure por um bom Hostel e se hospede nele, além de pagar bem menos, você ainda fará novas amizades.

4- Bairros alternativos

Saia do circuito Copacabana/Ipanema/Leblon. Procure hospedagem em bairros como Flamengo, Botafogo e até Gloria. Esses bairros também tem metrô e são bem mais baratos de se hospedar.

5- Ande com biscoito e água

Vá a uma casa do biscoito (muito comum por aqui, e não só com esse nome), é uma lojinha pequenina onde vende uma variedade imensa de biscoitos, e compre alguns a seu gosto, além de água. Eles lhe serão muito úteis, já que qualquer lanche na Cidade é muito caro e isso fará você economizar alguns reais. E guarde a garrafinha de água, não é tão comum assim, mas é possível encontrar bebedouros pela Cidade, em museus por exemplo, onde você poderá encher sua garrafinha. Também vale comprar em algum supermercado que não seja o Pão de Açúcar ou o Zona Sul (pois são muito caros rsrs).

6- Faça programas gratuitos

O Rio de Janeiro tem muitos programas gratuitos a oferecer. Praias, Rio Antigo, Parque das Ruínas, Parque Lage e até mesmo alguns museus.

Ontem mesmo saiu um post aqui sobre o Mar, Museu de Arte do Rio, onde eu contei que em um dia da semana ele é gratuito, vai lá conferir nesse link: https://micheleraggio.com.br/2017/07/31/mar-museu-de-arte-do-rio/

É possível visitar muitos lugares aqui no Rio de Janeiro sem pagar nada por isso, ou quase nada.

7- Saara

Não é do deserto do Saara que eu estou falando, e sim de uma região no Centro da Cidade do Rio de Janeiro. Lá você poderá comprar muito pagando bem pouco, inclusive diversos suveniers para você e também para dar de presente.

Só pra vocês terem uma ideia, eu estive lá a duas semanas atrás e fui a uma loja onde o preço máximo de um produto era 3,00 reais. Isso mesmo preço MÁXIMO! Claro que tinha muita coisa inútil, mas também tinha algumas bem úteis.

8- Trilhas

Também é possível visitar pontos turísticos caros e famosos e não pagar quase nada ou nada por isso. Se você gosta da natureza e tem disposição para trilhas que tal subir o Morro da Urca (o primeiro Morro do Pão de Açúcar) pela trilha gratuita? Essa trilha se inicia na Pista Cláudio Coutinho na praia vermelha.

9- Restaurante coma a vontade ou Rodízio

É bem comum aqui no Rio de Janeiro encontramos restaurantes em que podemos comer a vontade pagando um preço fixo ou restaurantes com rodízio. Alimentação em restaurantes por aqui é bem cara e apesar desses dois sistemas terem um preço um pouco mais alto que um self service, por exemplo, você poderá ficar algumas horas lá dentro e comer repetidas vezes e assim talvez fazer apenas uma grande refeição por dia.

10- Feira de São Cristóvão

O pavilhão em São Cristóvão é o mais importante polo Nordestino fora do nordeste do nosso País. Lá é possível escutar música boa (nordestina é claro), ouvir alguns cordéis, estar em contato com muito da cultura nordestina e também comer bem (comida nordestina) pagando relativamente pouco. Dá pra chegar lá de ônibus, mas eu aconselho um táxi, Cabify ou uber, já que a região não favorece muito. Faça uma simulação pelos aplicativos e veja qual fica mais barato.

Se quiser eu tenho um código no Cabify: MICHELECABIFY que vai te dar até 60,00 reais de desconto divididos em até 3 corridas. Baixe o app do Cabify no seu celular.

11- Shoppings

Shoppings não são pontos turísticos, mas por aqui tem muitos. O carioca gosta de um shopping como eu nunca vi rsrs. Nos shoppings você poderá encontrar lugares mais baratos para comer e em alguns deles é possível encontrar alguma programação gratuita rolando, principalmente em época de férias.

Espero que tenham gostado das dicas e posso lhes afirmar que se colocarem ao menos metade delas em prática, irão economizar muito em sua visita ao Rio de Janeiro.

Economia, Viagens

Viaje economizando – 5 opções de hospedagem barata.

Economizar é sempre bom né! Imagina então viajar e economizar, ou até mesmo receber para isso?

Hoje vou apresentar 5 opções de hospedagem para você viajar o mundo e gastar bem pouco com hospedagem!!!

507
Imagem: http://www.hostelworld.com

1- CouchSurfing – Viva como um local.

O CouchSurfing é um site onde pessoas do mundo inteiro podem se conectar, os que estão  oferecendo hospedagem gratuita e os que estão a procura de uma hospedagem de graça. Você pode buscar seu destino e data da viagem e ver quem estará recebendo nesse período. Pelo perfil do anfitrião você terá acessos a depoimentos de visitantes que se hospedaram com ele , além de informações pessoais e no seu perfil ele também terá acesso a todas essas informações, aí basta  você solicitar a hospedagem e ele te responder positivamente.

Site: https://www.couchsurfing.com

2- Airbnb –  Alugue com um local.

Essa opção é para os menos aventureiros, mas também combina com grandes exploradores de destinos. O Airbnb é um site onde você poderá alugar casas e apartamentos inteiros ou até mesmo apenas uma cama no seu destino. Os preços são muito mais baratos que se hospedar em hotéis e também lhe dará a oportunidade de vivenciar como os locais vivem!!! E se você tiver uma cama sobrando aí na sua casa também pode se cadastrar como anfitrião e ganhar um dinheiro extra, o que é sempre bem vindo né!

Se você quiser se inscrever e já ganhar desconto na sua primeira reserva, basta clicar nesse link: www.airbnb.com.br/c/mraggio2

3- Hostel World – Hostels ao redor do mundo.

Todo mundo já sabe que se hospedar em hostel é uma maneira muito boa de economizar. E essa plataforma te une a hostels do mundo inteiro o que facilita demais na escolha. Você pode inclusive organizar por preço ou até mesmo por distância. A experiência de se hospedar em um hostel é única e sempre regada a novas amizades.

Site: http://www.brazilian.hostelworld.com/

slide2
Imagem: http://www.portsideagencia.com.br/

4- Cruzeiro – Se hospede e trabalhe em um Navio.

Já pensou em viajar de graça? E nesse caso não só a hospedagem será gratuita, mas não pense que isso cai do céu. Você trabalhará bastante em troca da sua viagem, mas com certeza valerá a pena. Empresas como a Pullmantur, MSC Cruzeiros entre outras, sempre contratam por temporada.

5- Hostel – Trabalhe em troca de hospedagem.

Mais uma vez o trabalho pode lhe dar a oportunidade de viajar de maneira mais barata, só que dessa vez em terra firme. Se hospedando em hostels e trocando os custos da sua hospedagem por trabalho você ainda tem a possibilidade ampliada de conhecer pessoas do mundo inteiro.

E se quiser garantir um desconto na sua candidatura a uma vaga, esse link vai te dar: https://www.worldpackers.com/pt-BR/invite/N2w4r

Como-Realizar-a-Viagem-dos-Sonhos-Rafael-incao-e-Jair-Rabelo
Imagem:http://www.dicadeviagem.com.br/

Espero com essas 5 opções ter te ajudado a economizar na sua próxima viagem, afinal viajar e economizar é duas coisas que amamos né!!!