Economia

Onde investir para viajar?

Realizar aquela viagem dos sonhos pode ser bem antes do que o plano original e eu vou te explicar como nesse artigo!

CIFT6397
Sobrevoando a Cordilheira dos Andes

Eu já fiz diversos posts aqui no blog mesmo de como você pode economizar para conseguir realizar o seu sonho de viagem e vou deixar-los nessa playlist, mas hoje eu vou falar de como você pode fazer o seu dinheiro crescer sem muito esforço e chegar ao seu destino antes do que você pensa.

Antes de saber onde investir seu rico dinheirinho, você precisa saber de quanto você precisará para realizar sua viagem dos sonhos e quando você quer realizá-la.

Tendo essas duas coisas definidas vamos escolher o melhor investimento para você, mas não sem antes definir quanto você vai investir por mês para chegar ao seu objetivo. Para isso basta pegar o valor total necessário e dividir pelo número de meses que você tem até a sua viagem.

1 – Cofrinho?!

NO WAY! Já está fora de moda e faz o seu dinheiro perder valor já que os R$100,00 de hoje não compram as mesmas coisas que os R$100,00 de daqui a um mês, tudo por causa de uma coisinha chamada inflação!!!!!

Eu mesma já dei dicas de cofrinho por aqui, mas os tempos são outros e ainda bem que a gente pode sempre aprender melhores opções.

Então esquece esse negócio de guardar dinheiro em casa!

2- Poupança?!

Sinto cheiro de polêmica no ar!!! Poupança é o investimento preferido dos brasileiros, mas o que muitos brasileiros não sabem ou não acreditam é que a poupança não rende nada mais que umas pequenas migalhas, fazendo você desperdiçar tempo deixando de ganhar mais.

Vou te explicar melhor: Existe uma regra na poupança que quando a Taxa Selic (a taxa “mãe” do País) está abaixo de 8,5% a poupança renderá 70% da Selic + TR (taxa referencial) que nos últimos 25 meses tem sido 0,0000.

A pergunta que não quer calar: Se eu posso investir diretamente na Selic a 100% dela, porque eu investiria à 70%?

Além disso a rentabilidade acontece somente no “mesversario”, ou seja, você colocou R$100,00 no dia 30 de um mês então ele só vai gerar rentabilidade no dia 30 do próximo mês, isso significa que se você tirar o dinheiro no dia 29, vai resgatar rentabilidade zero naquele mês!!!

A única vantagem por aqui é a isenção do IR, que incide nos próximos investimentos que vou falar, mas que é compensada pela rentabilidade maior.

Tesouro direto – Esse não é um título de investimento, mas eu preciso que você entenda o que ele é para que eu possa de dar as opções de títulos dentro dele. O Tesouro Direto nada mais é do que um programa onde pode emprestar dinheiro para o governo federal e ele te pagará com juros através de basicamente 3 títulos: Tesouro Selic, Tesouro IPCA e Tesouro Pré fixado.

3 – Tesouro Selic

Como eu contei acima, temos uma taxa de referência para todas as outras taxas e ela é a taxa Selic. E existe um investimento do Tesouro Direto que é indexado à essa taxa, que atualmente está em 5,5% ao ano (16/10/2019), mas é preciso que saibam que ainda esse ano ela deve cair ainda mais, já que a inflação está controlada e a economia vem se estabilizando.

O bom nesse investimento é que ele tem alta liquidez e bastante segurança. Ele pode ser o ideal para quem pretende tirar o dinheiro assim que completar o valor necessário, por exemplo.

Ele tem rentabilidade diária o que te permite resgatar o dia que quiser. Só é preciso fazer as contas para ver a alíquota do IR, já que sobre todos os investimentos em tesouro direto incidem imposto de renda descontado no momento do resgate.

É importante lembrar que o IR é sobre o valor que rendeu e não sobre o valor que você depositou e que o IR é regressiva, ou seja, quanto mais tempo menor o imposto. Vide tabela no site do próprio Tesouro Direto.

Ex: Eu depositei R$100,00 e resgatei R$105,00. O IR incidirá sobre os R$5,00 de rentabilidade.

4 – Tesouro IPCA+

Esse título público está indexado ao IPCA que é uma taxa que segue a inflação, ou seja, ele te pagará basicamente a inflação + uma porcentagem que estará lá disponível para você ver na hora de escolher. Como esse investimento tem um vencimento mais longínquo é preciso que avalie bem antes de resgatar para não perder dinheiro.

Esse investimento pode ser bom para quem tiver uma data para a realização da viagem próxima ao vencimento do título, por exemplo, você vai viajar para a copa de 2024 então tem a opção de escolher o IPCA+ 2024 que te possibilitará resgatar às vésperas da viagem com a garantia de ganhar da inflação.

5 – Tesouro Prefixado

Como o nome já diz, ele é pré definido. Ao comprar esse título você saberá exatamente quanto ele vai render.

Mas cuidado com esse título pelo seguinte: Por ter uma taxa pré determinada, se a inflação, por exemplo, chegar  a 7% e quando você comprou um título pré fixado ela estava a 3 e o título pagaria 6,5%, seu dinheiro perdeu valor!

Hoje (17/10/19) tem um prefixado pagando 5,3% com vencimento em 2022, então para investir nele é preciso acreditar que a economia irá se manter assim e que até essa data do vencimento a inflação será menor que esses 5,3%, o que se mostra bastante provável nesse cenário atual. Caso você perceba a inflação subindo deve considerar a possibilidade de resgatar e investir em outro título mais atrativo.

Esse título pode ser uma boa opção pra quem quer saber exatamente quanto vai resgatar e se a viagem tiver uma data de realização próxima ao vencimento do título.

É preciso saber que qualquer investimento tem riscos, até mesmo guardar dinheiro em casa ou na famosa poupança que existe o risco do banco quebrar. Especialistas, e eu faço coro, afirmam que o tesouro direto é mais seguro até mesmo que a poupança, afinal para um País quebrar, as instituições financeiras (bancos) terão quebrado primeiro!!!

Se vocês quiserem saber um pouco mais sobre esse assunto eu aconselho acompanharem a Nathalia Arcuri do Me Poupe, pois ela é uma especialista em Tesouro Direto!

Existem alguns outros investimentos que podem servir bem para multiplicar seu rico dinheirinho sem muito esforço, mas vamos deixar para a parte II.

E aí, gostaram? Qual investimento você escolheria hoje para acelerar a realização do seu sonho de viagem? Eu já tenho alguns estrategicamente distribuídos para cada sonho de viagem 😉

Comece sua viagem por aqui:

RESERVE SEU HOTEL CLICANDO AQUI.

SAIA DO BRASIL COM A SEGURANÇA DE UM BOM SEGURO VIAGEM.

RESERVE SEU CARRO NESSE LINK.

Economia

Tesouro Direto e a Crise, o que fazer?

Voltando hoje a rotina do blog com um post sobre economia, depois de uma viagem maravilhosa à Málaga na Espanha que gerou muito conteúdo que já foram postados para vocês, quem ainda não viu pode clicar aqui!

crise-economica
Imagem: https://manassesmoraes.com

Hoje eu vou falar dessa mais nova crise política que está assolando o País e assustando quem tem investimentos no tesouro direto.

Muita gente ficou desesperada e vendeu os títulos que detinham no tesouro direto, mas essa pode não ter sido a melhor escolha. É preciso lembrar que se os títulos forem vendidos apena no vencimento eles lhe renderão aquilo que foi contratado para o tesouro pré-fixado ou a variação da taxa contratada + o valor acordado, por isso nesse primeiro momento não é preciso se assustar. Por isso é necessário saber que o investimento em tesouro direto é um investimento em longo prazo.

É claro que nenhum tipo de investimento é 100% livre de riscos, mas os títulos do tesouro direto são bastante seguros e tem a garantia de pagamento pelo governo. No pior dos cenários econômicos o País ainda tem a opção de fabricar notas de dinheiro para o pagamento dessas dívidas, o que gera inflação, mas permite que ele cumpra seus compromissos financeiros.

Mesmo nesse cenário atual ainda pode ser interessante investir em títulos públicos, principalmente nos títulos que são indexados a inflação, mas é preciso fazer uma pesquisa bastante atenta para saber aproveitar as oportunidades que uma crise pode oferecer.

crise-grd
Imagem: http://www.industriahoje.com.br

Então mesmo que hoje o TSE cace a chapa e o atual presidente do Brasil, Michel Temer, perca o poder, não se desespere, o melhor é sempre aguardar o desenrolar de cada história.

Economia

Poupança – Porque não investir!

Vamos começar a falar de investimentos por aqui, e hoje o tema é a já famosa poupança!

Apesar de algumas pessoas já terem percebido que a poupança não é um bom investimento para seu dinheiro, a maioria da população ainda acredita que ela é a melhor maneira de fazer seu dinheiro se multiplicar e isso é um grande engano.

Eu costumo dizer que a poupança é a nova conta corrente, já que ela é uma conta sem taxas, porém com limite de ações (como limite de saques por mês, mas quem hoje em dia saca dinheiro muitas vezes ao mês?). É claro que a poupança tem suas vantagens, ela é simples de administrar e livre de impostos, mas se você continuar insistindo em deixar seu dinheiro nela, ao invés de multiplicá-lo, você irá é perder dinheiro, e vou te listar os motivos!

reais-calculadora
Imagem: http://www.f2br.com

Livre de riscos? Com certeza não!

Muitas pessoas acreditam que a poupança é o investimento mais seguro, que não há riscos, mas eles existem sim.

Se o banco onde você tem sua conta poupança aberta quebrar, ele não te pagará o dinheiro que você tem lá investido, sabia?! Mas para garantir isso existe o FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que lhe devolvera até R$ 250 mil depositados, e além da poupança esse fundo te garante em outros investimentos também, como o CDB, LCA e vários outros que você poderá encontrar aqui: https://www.bcb.gov.br/pre/bc_atende/port/fgc.asp#3. Com isso podemos concluir que a poupança é tão segura quanto alguns tipos de investimentos!!!!

Baixa Rentabilidade

Quando comparada com qualquer outro investimento em renda fixa a poupança costumeiramente perde. Ela rende pela combinação da Taxa TR (Taxa Referencial) com a taxa SELIC (Quando a taxa selic está acima de 8,5% a poupança rende 0,5%, já se a selic estiver abaixo de 8,5% (o que quase nunca acontece), a poupança pagará 70% do valor da selic + a TR). A SELIC é a taxa que comanda os juros no País e por isso é a taxa que está diretamente ligada a economia e automaticamente a todos os investimentos. Sabendo disso é possível imaginar que existem investimentos mais atrativos por aí.

Juros só no aniversário

A Poupança não tem rentabilidade diária, como alguns outros investimentos, os juros só são creditados mensalmente. Assim quem faz um investimento no dia 18 de abril só terá seus juros creditados no dia 18 de maio. E qual a desvantagem disso?

Se você precisar do dinheiro antes da data de aniversário e sacá-lo, não vai receber rendimento nenhum. A segunda desvantagem é que você perde acumulo de dinheiro com os juros compostos, por exemplo: se eu deposito hoje R$100,00 na poupança eu terei no fim de 30 dias (baseado na poupança rendendo 0,5%) R$ 100,50, mas se eu investisse esse mesmo valor em renda fixa na selic, por exemplo, eu teria ao fim de 30 dias o valor de R$ 100,61 (baseado na selic hoje, e já descontados os impostos a serem pagos). Agora projeta isso por 12 meses, 24 meses, 10 anos, gostou do resultado?!

Perda de valor mediante a inflação

Os juros fazem o dinheiro multiplicar e a inflação faz com que ele perca valor. Isso na pratica funciona da seguinte forma: se hoje eu compro um bem com R$ 100,00 por causa da inflação no mês seguinte esse bem pode estar custando R$ 110,00 e o investimento que eu fiz na poupança não me rendeu essa diferença. A poupança normalmente ganha da inflação, mas sempre por muito pouco como, por exemplo, em 2016, que a inflação ficou em 6,29% e a poupança rendeu 8,3%, mas ai quando você desconta a inflação do seu rendimento percebe que sobrou muito pouco de lucro real. E em um cenário pior é possível perder pra inflação como aconteceu em 2015, quando a inflação ficou em 10,67% e a poupança em 8,15%.

O que eu tenho aprendido nesse tempo que tenho buscado mais informações sobre investimentos, é que não é um caminho fácil de seguir, é necessário fazer muitas contas, para saber por qual “estrada” é melhor caminhar. Definitivamente eu descobri pra que serviu tanta matemática no colégio rsrs.

A dica então é pensar muito e calcular bastante onde vale colocar seu valioso dinheiro!