Passeios, Rio de Janeiro

5 Passeios de Graça no Rio de Janeiro

Hoje é sexta feira, o fim de semana está batendo na porta e eu resolvi trazer pra vocês 5 opções de passeios de graça (ou quase de graça) bem legais para serem feitos aqui no Rio de Janeiro durante o fim de semana.

img_4387

Pedalar

Se você tem um bike ou não essa é uma bela opção de passeio gratuito ou quase isso. Pegue a sua bike ou alugue a bike do Itaú de vai pedalar apreciando as belezas que o Rio de Janeiro tem para lhe proporcionar.

Ilha de Paquetá

Vai sentir o clima bucólico dessa Ilhazinha no meio da Baía de Guanabara. Pegue a barca na praça XV, faça a travessia e passe o dia na ilha, como lá não tem carro, você pode alugar uma bike ou caminhar bastante passando o dia nesse lugar que em alguns trechos encantadoramente parece que parou no tempo. Uma dica é levar água, biscoitos e frutas, assim você ainda vai economizar, gastando somente com o almoço.

Chorinho nas Laranjeiras   

Que tal curtir boa música em uma roda de chorinho em Laranjeiras, uma não, duas pelo menos. Uma no sábado e outra no domingo. No sábado a roda acontece na praça general Glicério durante a feira livre que acontece todo sábado no local e no domingo o chorinho fica por conta de outra turma na Praça São Salvador. A de sábado começa a rolar por volta de meio-dia e a de domingo por volta das 13:00 hs.

Uma Tarde no Parque Lage

O Parque Lage tem uma área verde belíssima onde você poderá estender a canga e passar horas sentindo a brisa da mata atlântica. A vista para o Cristo Redentor também é algo espetacular e se você gosta de uma trilha, pode chegar ao Cristo pela trilha que tem no parque. É possível passar bons momentos no parque que tem entrada gratuita.

Parque Madureira         

Esse é o queridinho da Zona Norte. Uma das únicas opções de lazer gratuito na região, você pode caminha/correr, pedalar, praticar diversos esportes nas quadras que existem no lugar, além de assistir a shows gratuitos no palco principal e a peças com preço popular no teatro do parque.

Tem aí muita opção de lazer para o seu fim de semana, ta esperando o que pra se jogar no lazer carioca?!

 

 

Destinos

Arte de rua no Rio de Janeiro

Que não é só de praia que vive o Rio de Janeiro muita gente já sabe, o que muitos não sabem é que o Rio também respira arte e Street Arte (Arte de Rua).

Separei algumas artes que em minha opinião, merecem sua visita. Então se você assim como eu gosta de arte de rua, anota aí esse circuito que vou te passar aqui nesse post!

Mural Etnias

13925264_1083237381764932_3654888707165506248_n

O Mural Etnias, foi criado pelo artista mais famoso e um dos mais talentosos que temos no Brasil, o paulistano, Kobra. Esse mural foi feito na Zona Portuária do Rio de Janeiro na época da revitalização da área. Esse mural é atualmente o maior mural de grafite do mundo, já declarado pelo Guinness Book.

 Escadaria Carmem Miranda

maxresdefault
Foto: Divulgação – http://serhurbano.com.br/carmenmiranda

Essa pouca gente conhece. Eu também ainda não tive a oportunidade de visitar, mas com certeza já entrou na minha lista. Escadaria no bairro de Fátima, zona central do Rio de Janeiro, foi pintada pelo grupo SerHumano.

Mural Projeto Social Dançar a Vida

painel
Foto: Arquivo Pessoal-Kobra

Esse foi a primeira arte que o Kobra fez no Rio de Janeiro.  Esse mural fica na Tijuca, na sede do projeto no bairro. A imagem retrata dois bailarinos do projeto social e é belíssima.

Escadaria Selarón

santa_teresa
foto: http://www.rjnoticias.com

A escadaria Selarón leva esse nome, pois o artista que nos presenteou com sua obra se chamava Jorge Selarón, um chileno erradicado e apaixonado pelo Rio de Janeiro. A arte toda em azulejos levou anos para ficar como está hoje e é tombada como patrimônio histórico desde 2005. O local é conhecido internacionalmente e não pode ficar de fora da sua visita. A escadaria liga a Rua Joaquim Silva na Lapa ao convento de Santa Teresa em Santa Teresa.

Parque Madureira       


Saindo um pouco da região central e indo em direção a Zona Norte, mas precisamente no reduto do Samba, Madureira, também é possível apreciar arte de rua no subúrbio carioca. O Parque de Madureira ganhou alguns painéis de grafite que valem ser visitados e que dão boas fotos.

Azulejos de Cândido Portinari

palacio-gustavo-de-capanema
foto: http://www.agenciaaddress.com

Candido Portinari também deixou sua marca em rua do Rio de Janeiro. Um dos maiores artistas brasileiros, com reconhecimento internacional também deixou para a população carioca um presente em forma de arte que pode ser visto nas paredes do Palácio Gustavo Capanema no centro do Rio de Janeiro.

Mural na Saúde

alf3
foto: http://virusdaarte.net

 

Já foi o maior mural do Rio de Janeiro. Feito pelo artista baiano Toz, é um mural bastante divertido com muitas figuras e bastante cor. Transmite um certo caos alegre.

Mural de Rita Wainer

Rita Wainer deixou de lado o mundo da moda para se dedicar a arte e ela já deixou sua marca na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Uma obra romântica, um tanto quanto melancólica e bonita de se apreciar.

A Zona Portuária do Rio tem muito mais arte de rua para oferecer, é possível passar um dia inteiro lá apreciando arte de rua. Aqui eu só listei algumas das obras que você pode conhecer pela Cidade, mas eu te aconselho a explorar muito mais simplesmente andando pelas ruas e observando cada detalhe.

Ah galera meu ig mudou, agora é https://www.instagram.com/michelenorio/

Destinos, Passeios

Madureira, Por que não “turistar” por lá?

Que o Rio de Janeiro não é feito só de praias muita gente já sabe, mas o que poucos turistas quando vem pra cá sabem é que a Zona Norte, mais especificamente Madureira, também tem seus encantos.

A cerca de 17 km do aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e em direção ao lado oposto a Copacabana, Madureira é o maior pólo comercial da Zona Norte do Rio de Janeiro e um dos maiores da Cidade, acredito eu que só fique atrás do Centro do Rio.

No Mercadão de Madureira é possível encontrar tudo, e quando eu falo tudo eu não estou sendo exagerada. Se alguma famosa lança alguma tendência por aqui, corre no Mercadão que tem. Precisa de itens religiosos para uma romaria ou para suas crenças no candomblé? Vai lá que tem. Precisa de ervas com algumas funções gastronomias, medicinais ou espirituais? Lá também tem. Quer decorar sua festa de aniversário? Já sabe aonde ir né.

mercadao-de-madureira
Foto: apontador.com.br

Muitas Cidades, tem seus mercados populares em Zonas Centrais, o que não ocorre no Rio, claro que temos a região Popular do Saara no Centro do Rio, mas ainda assim no Mercadão você encontra coisas que não vai encontrar por lá.

Além do Mercadão é possível no bairro de Madureira encontrar muitas outras lojas e uma variedade imensa de itens necessários para o dia a dia ou não e tudo com um preço bem menor que os praticados nas zonas turísticas da Cidade.

Madureira também é o berço da Cultura Popular do Rio. Madureira respira Samba, onde estão localizadas quadras de duas escolas de Samba do Carnaval Carioca. Recentemente Madureira ganhou mais um atrativo, já muito usado pelos moradores de toda essa região, o Parque Madureira, obra de nosso atual prefeito Eduardo Paes, que é um apaixonado pela Cidade e por Madureira onde está localizado sua escola de Samba de coração a Portela, alias minha escola também.

olimpiada
Foto: Guilherme Pinto / Arte:Caroline Zanobini

O parque de Madureira é atualmente a 3ª maior área verde da Cidade, ficando atrás apenas do Aterro do Flamengo e da Quinta da Boa Vista, sendo um ótimo lugar para uma leitura sentado na grama, a prática de exercícios físicos, descanso e diversão das famílias da região.

2joo9j4zclk3qurzxy46yr1vm
Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Hoje chegar à região de Madureira se tornou bem mais fácil já que além do trem nos ramais Deodoro (sentido Deodoro), Santa Cruz e Japeri (sentido Santa Cruz e Japeri) e das linhas normais de ônibus que dão a volta na Cidade, tem também o BRT que faz da Barra a Madureira em menos de 30 minutos.

Pra quem estiver vindo ao Rio e quiser se aventurar nesse bairro boêmio, saiba que vão ser divertir bastante com a excentricidade do lugar e quanto ao perigo, posso garantir que Madureira vai surpreender você nesse quesito. Claro que aconselho alguns cuidados, como não se vestir tão “turistão” assim e não ficar com seus equipamentos eletrônicos tão a mostra, além de evitar o Bairro após as 22:00 horas, quando o Parque Madureira fecha e movimento termina, a não ser que esteja na quadra da Portela, aí é sair dali direto para seu hotel.