Passeios, Rio de Janeiro, Viagens

Piquenique no Parque Lage – RJ

Esse ano resolvi que iria comemorar o meu aniversário com um piquenique com alguns amigos.

IMG_4216

Depois de muito pensar escolhi o Parque Lage como cenário desse dia maravilhoso e resolvi compartilhar um pouco do que foi com vocês.

O Parque Lage é um espaço público de visitação gratuita que está localizado aos pés do Cristo Redentor no morro do Corcovado.

IMG_4199

IMG_4174
Brigadeiros da: https://www.facebook.com/claudiamendoncabrigadeiros/

Estar no Parque Lage é estar em contato verdadeiro com a natureza. Com palmeiras imponentes é possível caminhar entre elas e outras espécies da flora de mata atlântica. Além de visitar o pátio principal de seu majestoso palacete, você também poderá visitar um pequeno aquário com algumas espécies de peixes, uma gruta cheia de estalactites, uma Torre que as crianças pensar ser de alguma princesa, a Escola de Artes Visuais onde acontece exposições e muitos outros lugares que farão você se sentir bem próximo a natureza e as artes.

IMG_4222

É preciso apenas que tenhamos cuidados com a natureza, não degradando o meio ambiente. E parte disso é recolher todo o lixo que você produzir e depositá-lo em uma das lixeiras do Parque. E também não alimentar os micos e pássaros que você com certeza verá por lá.


Mesmo que você não faça um piquenique por lá, esse é um lugar que deve fazer parte dos seus roteiros de passeios no Rio de Janeiro, então vou deixar o site aqui onde vocês encontrarão todas as informações necessárias: http://eavparquelage.rj.gov.br/

 

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

ViajaNet

Booking

Seguro Viagem

Viaje de Ônibus

Alugue seu Carro

 

Anúncios
Mundo, Passeios, Viagens, Videos

Vídeo: Dicas de Passeio em Málaga

Oi meu povo,

Saiu vídeo novo e nele eu dou 3 dicas de passeios que pra vocês fazerem quando visitarem Málaga na Espanha!

Eu espero que gostem do que preparei!!!

Passeios, Rio de Janeiro, Viagens

MAR – Museu de Arte do Rio

Vou começar te afirmando que poucos lugares no mundo poderão te presentear com uma vista como essa da foto abaixo.


Sabe de onde você tem esse privilégio? Do alto do MAR! Não é de alto mar e sim do terraço do Mar, o Museu de Arte do Rio.

Inaugurado em março de 2013, eu só tive a oportunidade de visitá-lo agora em julho de 2017. Mas nem por isso foi menos especial.


A arquitetura do Museu diz muito sobre a Cidade do Rio de Janeiro. Essa união do moderno com a história acontece diariamente na vida do Carioca. O MAR é composto de dois prédios, um de arquitetura modernista, todo envidraçado e do Palacete Dom João VI que foi inaugurado em 1916 e é tombado pelo município desde 2010.


A visitação começar pelo ultimo andar do prédio novo, no terraço do onde temos aquela vista, e vamos descendo até o térreo passando pelas salas de exposições. As exposições são itinerantes mudando de tempos em tempos, então para saber qual a programação é sempre bom visitar o site do MAR: http://www.museudeartedorio.org.br/

IMG_9532.JPG

O Museu fica muito bem localizado na Praça Mauá, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Você pode chegar lá indo de trem até a central do Brasil e caminhando pela Av. Marechal Floriano, outra opção é de metrô até a estação Uruguaiana e depois andando até lá, ou então de VLT e saltando na estação Parada dos Museus que fica colada no MAR.

É possível agendar uma visita educativa para grupos e estudantes.


O MAR pode ser visitado de terça a domingo, das 10:00h às 17:00h. O preço da inteira é R$20,00 e R$10,00 a meia, e o melhor é todas as terças feiras a visitação é gratuita.

Também é possível comprar um combo para o MAR e o Museu do Amanhã por R$32,00 a inteira e R$16,00 a meia.

 

Valores atuais retirados do site do MAR. Esses valores podem sofrer alterações a qualquer momento. 

Dicas, Economia, Viagens

10 Maneiras de Economizar para Viajar

Hoje eu vou listar 10 dicas para você economizar com o intuito de fazer aquela viagem dos sonhos virar realidade.

IMG_5999

1 – Coloque na planilha todos os seus gastos.

É importante saber exatamente onde você gasta todo o seu dinheiro, para assim saber onde você poderá economizar mais e onde não será possível economizar tanto.

2 –  Faça cortes.

Com a lista dos seus gastos em mãos defina o que é realmente importante para você e o que pode ser cortado da lista. Por exemplo, será que vale a pena pagar R$ 200,00 por uma TV a cabo que você nem usa tanto? Será que não é melhor trocar a TV por assinatura por uma assinatura de NetFlix e economizar mais de R$ 100,00?

3 – Guarde esse dinheiro extra.

A poupança pode não ser o melhor investimento a ser feito, mas é um bom lugar para guardar aquele dinheiro que você está economizando para sua viagem, principalmente se você irá retirar esse dinheiro em menos de 1 ano.

4 – Priorize a sua viagem.

Sabe aquela balada de sábado que vai consumir no mínimo uns R$100,00 da sua renda? Esqueça ela!!! Priorize a sua viagem, pense que você não está saindo por um bem maior e que tal reunir os amigos em uma reuniãozinha em casa mesmo? Então sempre que tiver algo extra para fazer, avalie se é possível descartar priorizando sua viagem.

5 – Mude sua rotina de compras.

Que tal ao invés de sair de casa para comprar, você comprar ai mesmo do seu sofá. Com acesso a um computador e a internet você poderá comprar quase tudo que precisar sem sair de casa, e assim terá mais tempo para pesquisar os melhores preços.

6 – Troque o Carro pelo Transporte Público ou ande a pé.

Pra que tirar o carro da garagem para trajetos curtos. O carro não gasta somente a gasolina, gasta também estacionamento (muitas vezes), óleo, pneus e outras coisas que podem acontecer. Então deixe o carro na garagem e até avalie se precisa mesmo manter o carro e se não for necessário que tal desapegar e ainda economizar no seguro, hein?!

7 – Use Milhas.

Muita gente deixa suas milhas vencerem e isso, é quase que um crime!!!! É um crime ao seu bolso, pois milhas são dinheiro.  Transfira suas milhas para um programa de milhagem onde você possa concentrar todas as suas milhas e trocar por passagens aéreas por exemplo. E se seu cartão de crédito não lhe der a opção de transferência use-as como desconto na fatura. Só não deixe que elas vençam e percam a validade.

Um programa de milhagem que eu adoro e aconselho a todos terem é o da Multiplus. Lá é possível comprar muita coisa e ganhar milhas, além de juntar milhas por outros meios e trocar por muitas outras coisas, além de passagens aéreas.

Se você quiser me ajudar a ganhar algumas milhas, clique nesse link abaixo e faça seu cadastro que é gratuito (Assim você estará me ajudando a viajar e a produzir mais conteúdo de qualidade pra vocês e também poderá se cadastrar em um dos melhores clubes de acumulo de milhagem do Brasil).  https://www.pontosmultiplus.com.br/cadastro?id_ind=1JYEyMzI4NDE3Mgieie

8 – Coma comida em casa (ou leve comida de casa).

Opte por fazer suas refeições em casa ou leve de casa para onde você for.  Levar marmita para o trabalho pode gerar uma economia de mais de 50% nos seus gastos com comida.

9 – Leve sua garrafinha de Água.

Principalmente no calor consumimos muita água, então leve sua garrafinha junto a você, pois assim poderá economizar sempre que sentir sede. Em alguns lugares você ainda poderá encher sua garrafinha totalmente de graça.

10 – Abandone Hábitos Maléficos.

Deixe de fumar, por exemplo. Quem fuma um maço de cigarro por dia, gasta em média no mês R$ 200,00, esse valor poderia te ajudar muito na realização do seu sonho, não é mesmo?! Mas não é só o cigarro, abandone todo e qualquer hábito que faça você gastar sem sentido algum.

11 – Se pergunte: Eu preciso mesmo disso?

Eu sei que eu disse que só seriam 10 dicas, mas não consegui, precisei incluir essa. Faça dessa pergunta o seu mantra. Eu inclusive já falei sobre isso aqui no blog. Se você se responder que não precisa (o que acontece na maioria das vezes que vamos comprar algo), não compre e guarde esse dinheiro também.

Eu posso te garantir que quando você realizar a sua viagem dos sonhos, todo esse sacrifício será recompensado e você sentirá que valeu a pena cada centavo que economizou!!!

Rio de Janeiro, Viagens

O que você não pode deixar de fazer na Barra da Tijuca, RJ

Hoje vou falar de um bairro que é simultaneamente amado e odiado pelos cariocas, a Barra da Tijuca.

Essa região do Rio de Janeiro era um lugar ermo até a década de 70, quando começou a se desenvolver e se tornar um dos bairros mais caros da Cidade e acho que isso criou um certo “rancor” para os moradores da Zona Sul do Rio que se sentiram “afrontados” talvez, e um certo frisson nos moradores da Zona Norte que passaram a acreditar que é possível ser rico do nada e ter um bom bairro para lazer mais perto do que os da Zona Sul. Acho que por ter se tornado uma região nobre tão rapidamente, os moradores da Barra ficaram com fama de emergentes, ou novos ricos, mas de uma forma bem pejorativa quando dito pelos “Zona Suleiros” (nem sei se existe essa denominação rsrsrsrs).

Mas vamos falar dos lugares que você não pode deixar de visitar no Bairro.

Praia da Barra

Barra_291108
Imagem: Prefeitura do RJ/Alberto Jacob

Essa é a maior praia da Cidade do Rio de Janeiro. Com 18 km de extensão é fácil encontrar um espaço e uma zona a qual você pertença. Ao longo de toda a praia é possível vislumbrar várias “tribos”, tem área para: surfistas, para quem só quer dar um mergulho, para quem é amante do futevôlei, para quem gosta mesmo é de um Jet ski, para quem quer praticar treinamento funcional, para quem é praticante de kitesurf, e até para quem só quer apreciar o mar batendo nas rochas. As praias costumam ser os lugares mais democráticos aqui do Rio de Janeiro, mas acho que a da Barra ganha de todas as outras nesse quesito também!

Barra Shopping

shoppings-barrashopping
Imagem: Divulgação Barra Shopping

Eu não costumo muito dar dicas de shopping, pois shopping não é ponto turístico, porém se tem uma coisa que carioca gosta tanto quanto praia é um shopping e o da Barra é um dos melhores da Cidade. Nele é possível encontrar grifes e também lojas mais populares, ou seja, tem pra todos os gostos e bolsos. Aqui no Rio as lojas de departamento costumam ficar dentro de shoppings (Zara, C&A, Forever 21 e etc), não são muito comuns lojas assim nas ruas. Então se quiser fazer umas comprinhas por aqui, esse shopping é uma boa opção.

Passeio pelo Bosque da Barra  

BOSQUE_DA_BARRA
Imagem: Catraca Livre

Uma grande área verde em meio aos arranha céus do bairro, o Parque Natural Municipal Bosque da Barra, é uma boa opção para caminhadas e até piqueniques em meio ao caos urbano. Só é preciso verificar os horários de funcionamento, já que o parque fecha. Vou deixar o facebook deles aqui: https://www.facebook.com/pg/Parque-Natural-Municipal-Bosque-da-Barra-261139587417523/about/?ref=page_internal.

Exposição ou Teatro

14_FHA_rs_cidadedasarte3
imagem: http://rioshow.oglobo.globo.com/teatro-e-danca/programacao/cidade-das-artes-2968.aspx

É possível encontrar arte por aqui também. Com quatro salas de teatro é só escolher uma peça em cartaz e mergulhar nesse universo. Tem o Teatro dos Grandes Atores (No shopping Barra Square), o Teatro Bradesco (Shopping Village Mall), Teatro Antônio Fagundes (no CEC da Barra) e o Teatro Nathália Timberg. Também é possível ver alguma exposição que esteja em cartaz na Cidade das Artes (conhecida também como Elefante Branco pelos cariocas) ou uma até alguma peça de teatro também já que lá também tem uma sala (pouco usada, mas tem).

Comer em bons restaurantes

IMG_2748
Olha eu aí no Paris 6 (rsrs)

Tem restaurante para todos os gostos, tem comida Italiana, Brasileira, portuguesa, churrascaria e muito mais. É na Barra que fica um dos restaurantes mais badalados do momento, o Paris 6, onde é possível encontrar um artista durante qualquer refeição.

Sassaricar pela Olegário Maciel

baixo-barra
Imagem: Pedro Teixeira / Agência O Globo

Um baixo Gávea da Barra da Tijuca, essa rua é cheia de bares, restaurantes e baladinhas bem legais de aproveitar. Dá pra passar uma madrugada inteira pulando de bar em bar e curtindo o melhor da cada um. Aqui todas as “tribos” voltam a se encontrar depois de um dia de praia.

Passeios, Rio de Janeiro

Parque das Ruínas: Muito mais que uma bela vista!

Todo turista que vem ou virá ao Rio de Janeiro já ouviu falar ou irá ouvir falar de Santa Teresa. Um bairro bucólico, alto, na região central da Cidade Maravilhosa, Santa Teresa pode ser um ótimo destino para hospedagem ou então apenas para visita.

dsc06083

Esse bairro é bastante conhecido pela vida boêmia e pelos casarios de décadas passadas e é por esse charme que ele é o queridinho dos Cariocas.

E uma dica de amiga pra quem quer visitar no bairro é o Centro Cultural Parque das Ruínas (mais conhecido somente como Parque das Ruínas), que proporciona uma das mais belas vistas da Cidade do Rio de Janeiro e de graça.

img_4399

img_4397

O Parque que foi a casa da mecenas da Belle Époque Carioca Laura Santos Lobo que era conhecida como a “Marechala da Elegância”. Ela era uma mulher a frente da sua época (nasceu em 1878 e faleceu em 1946), um ativista dos direitos femininos lutou muito pelo progresso feminino e era nessa casa que ela recebia intelectuais e artistas da época.

Hoje o local o centro cultural não nos presenteia apenas com uma bela vista do Rio de Janeiro, mas também com inúmeras atividades culturais (desde shows intimistas a exposições) gratuitas. Além disso, a arquitetura do lugar já nos encanta do início ao fim!

O parque que fica na Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa,  é administrado pela Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro Rio e pode ser visitado de terça a domingo, das 08h às 18h.

img_4387

Visite o facebook do Parque para ficar interado de todos os eventos que acontecem lá:  https://www.facebook.com/pg/parquedasruinas/about/?ref=page_internal

Passeios, Viagens

Visita à Fábrica da Felicidade

No dia 19 desse mês, quem me acompanha nas redes sociais viu que eu fui com minha mãe, minha irmã, minha melhor amiga e minha afilhada à fábrica da Coca Cola, aqui no Rio de Janeiro.


Minha irmã está no site da Coca certa vez,  https://www.cocacola.com.br/pt/home/, e viu uma imagem com os dizeres: “Fábrica da Felicidade! Conheça a fábrica da Coca Cola”. Nós nunca soubemos que é possível visitar a fábrica da Coca Cola, e acreditamos que muitas pessoas também não sabem já que não é algo divulgado. Ela resolveu inscrever todas nós para uma viagem interativa e divertida, como eles chamam.

A fábrica fica na Taquara, bairro da Zona Oeste aqui no Rio de Janeiro, você pode ir de carro e estacionar gratuitamente em um estacionamento da fábrica, ou ir de ônibus e lá dentro se locomover por uma linha de ônibus interna e gratuita. Só por isso já dá pra saber o quão enorme é a fábrica né.

Lá fomos recebidos por uma guia interna que nos levou para um passeio bem dinâmico. A História da Coca Cola nos foi contada de maneira lúdica e bastante interessante, passamos por cenários bem legais e com muito material da marca mostrando as fases da Coca Cola até hoje. Após essa visita mais interativa, fomos conhecer o processo de produção. Vimos como cada máquina funciona e a agilidade e importância da equipe.




Após a visita fomos levados a uma sala de cinema onde assistimos a um vídeo em 3D sobre o segredo da coca cola e depois fomos à outra sala, onde continham jogos como totó, Tênis de mesa, basquete virtual e mais, além de muitos produtos coca cola para consumirmos a vontade.


A visita leva cerca de 2 horas, é bastante interessante e o melhor É GRATUITA!!!!! Isso mesmo, não tem custo algum esse passeio e vale ir com a família toda! Pena, que não podemos filmar apenas fotos são permitidas e somente na área lúdica da fábrica, no setor de produção não é permitido nem fotos!


Se você gostou da idéia, vou deixar o site para você se inscrever: https://www.fabricadafelicidade.com.br/

Passeios, Viagens

Madureira, Por que não “turistar” por lá?

Que o Rio de Janeiro não é feito só de praias muita gente já sabe, mas o que poucos turistas quando vem pra cá sabem é que a Zona Norte, mais especificamente Madureira, também tem seus encantos.

A cerca de 17 km do aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e em direção ao lado oposto a Copacabana, Madureira é o maior pólo comercial da Zona Norte do Rio de Janeiro e um dos maiores da Cidade, acredito eu que só fique atrás do Centro do Rio.

No Mercadão de Madureira é possível encontrar tudo, e quando eu falo tudo eu não estou sendo exagerada. Se alguma famosa lança alguma tendência por aqui, corre no Mercadão que tem. Precisa de itens religiosos para uma romaria ou para suas crenças no candomblé? Vai lá que tem. Precisa de ervas com algumas funções gastronomias, medicinais ou espirituais? Lá também tem. Quer decorar sua festa de aniversário? Já sabe aonde ir né.

mercadao-de-madureira
Foto: apontador.com.br

Muitas Cidades, tem seus mercados populares em Zonas Centrais, o que não ocorre no Rio, claro que temos a região Popular do Saara no Centro do Rio, mas ainda assim no Mercadão você encontra coisas que não vai encontrar por lá.

Além do Mercadão é possível no bairro de Madureira encontrar muitas outras lojas e uma variedade imensa de itens necessários para o dia a dia ou não e tudo com um preço bem menor que os praticados nas zonas turísticas da Cidade.

Madureira também é o berço da Cultura Popular do Rio. Madureira respira Samba, onde estão localizadas quadras de duas escolas de Samba do Carnaval Carioca. Recentemente Madureira ganhou mais um atrativo, já muito usado pelos moradores de toda essa região, o Parque Madureira, obra de nosso atual prefeito Eduardo Paes, que é um apaixonado pela Cidade e por Madureira onde está localizado sua escola de Samba de coração a Portela, alias minha escola também.

olimpiada
Foto: Guilherme Pinto / Arte:Caroline Zanobini

O parque de Madureira é atualmente a 3ª maior área verde da Cidade, ficando atrás apenas do Aterro do Flamengo e da Quinta da Boa Vista, sendo um ótimo lugar para uma leitura sentado na grama, a prática de exercícios físicos, descanso e diversão das famílias da região.

2joo9j4zclk3qurzxy46yr1vm
Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Hoje chegar à região de Madureira se tornou bem mais fácil já que além do trem nos ramais Deodoro (sentido Deodoro), Santa Cruz e Japeri (sentido Santa Cruz e Japeri) e das linhas normais de ônibus que dão a volta na Cidade, tem também o BRT que faz da Barra a Madureira em menos de 30 minutos.

Pra quem estiver vindo ao Rio e quiser se aventurar nesse bairro boêmio, saiba que vão ser divertir bastante com a excentricidade do lugar e quanto ao perigo, posso garantir que Madureira vai surpreender você nesse quesito. Claro que aconselho alguns cuidados, como não se vestir tão “turistão” assim e não ficar com seus equipamentos eletrônicos tão a mostra, além de evitar o Bairro após as 22:00 horas, quando o Parque Madureira fecha e movimento termina, a não ser que esteja na quadra da Portela, aí é sair dali direto para seu hotel.

 

 

 

 

 

Passeios, Viagens

Campos do Jordão e a Natureza – O que fazer?

Campos do Jordão é uma Cidade pequena, mas por ser uma Cidade Turística oferece muitas possibilidades de passeios. Por uma Cidade no meio da Serra da Mantiqueira boa parte dos passeios é bem ligado a natureza e oferece uma belíssima apreciação da natureza.

Nesse post vou enumerar alguns dos pontos de beleza natural  a serem visitados em Campos do Jordão.

O primeiro deles é o Pico do Itapeva. Esse lugar mereceu um post exclusivo, se você ainda não leu clique aqui. É o quinto cume mais alto do País e oferece uma vista espetacular do Vale do Paraíba.

img_7947

Outro lugar é o Parque Amantikir. Infelizmente não tivemos a oportunidade de visitar, pois faltou tempo e é um local de difícil acesso. Inaugurado em 2007 o parque reúne 26 jardins com 700 espécies de plantas. O parque está aberto todos os dias e é um dos lugares que mais recebem visitantes em Campos do Jordão. É sem dúvida alguma, um dos motivos para querermos muito voltar a Campos do Jordão.

O Horto Florestal foi outro lugar que também não conseguimos visitar, mas é uma parada obrigatória para quem visita Campos do Jordão. Lá está a maior reserva de Araucárias de São Paulo, além da grande diversidade da flora e fauna da região.

O Mosteiro de São João das Monjas Beneditinas, também é um lugar belíssimo para visitar. Um lugar de paz e tranqüilidade que merece uma visita independente de religião. Lá é possível encontrar um laguinho e muitas árvores nativas, além de uma capela e também uma gruta da Imaculada Conceição onde os Cristãos Católicos podem orar.

img_7995

Outro ponto que não pode ficar de fora é o Auditório Claudio Santoro e o Museu a céu aberto Felícia Leiner. Eles estão localizados no mesmo espaço e sincronizam perfeitamente entre si em meio à natureza. No auditório Claudio Santoro é realizado o festival de inverno de Campos de Jordão que acontece no mês de Julho, além de outros eventos ao longo do ano. O museu foi instalado ali pela própria artista Felícia que foi levando e criando seu acervo pensando naquele espaço.  Suas obras são especialmente ligadas aos animais, a natureza e à família que era por quem a artista tinha verdadeira paixão.

img_8014

O Morro de Elefante é o ponto turístico natural mais próximo do Centro Turístico alias, ele fica no centrinho. Nós não subimos o morro, pois a subida é feita por um teleférico com cadeirinha individual e o medo de altura nos impediu. Também é possível subir de trenzinho ou de carro. De lá é possível ter uma visão privilegiada do Centro de Capivari.

Campos do Jordão tem muito mais a oferecer, mas eu acredito que esses são pontos cruciais na sua visita a Cidade.

Espero que tenham gostado!

 

 

Passeios, Viagens

Pico do Itapeva – Vale do Paraíba

Um lugar lindo para visitar durante sua estadia em Campos do Jordão é o Pico do Itapeva.

img_7947

O Pico do Itapeva é o quinto maior cume do Brasil com 2.030 metros de altitude e pertence à Cidade de Pindamonhangaba, porém o único acesso por estrada é via Campos do Jordão. O nome Itapeva significa Pedra Achatada em Tupi Guarani.

Lá de cima é possível apreciar toda a beleza do Vale do Paraíba Paulistano (Cidades do Vale: Tremembé, Taubaté, Caçapava, São José dos Campos, Pindamonhangaba, Guaratinguetá, Aparecida, Roseira, Lorena, Potim, Cruzeiro, Piquete, Moreira César, Cachoeira Paulista e Eugênio de Melo).  Por ser um lugar turístico havia ali uma feirinha de artesanato que foi retirada por determinação da justiça já que o local é de propriedade privada e área de proteção ambiental.

Apesar de ser propriedade privada a entrada é gratuita e o dono de toda aquela região está construindo um pólo comercial cerca de 300 metros abaixo do cume onde há um lago belíssimo que também é um dos lagos mais altos do Brasil.

Quem está em Campos do Jordão precisa separar um tempinho para visitar esse cume. No dia em que fomos estava com muitas nuvens e não conseguimos ver nenhuma das Cidades do Vale do Paraíba, mas como eu sempre digo, até os dias chuvosos tem sua beleza, foi possível ver as nuvens encobrindo o vale e se perceber acima delas com uma visão privilegiada de como a natureza é mutante e linda em suas diversas formas.

img_7958

Como chegar ao Pico:

Saindo da Praça da Vila Capivari, centro turístico, entrar na primeira à direita e seguir as placas que indicam o Tênis Clube e a Ducha de Prata na Av. Senador Roberto C. Simonsen. Mais a frente você irá avistar o Hotel Quatre Saison ali vire à direita e siga em frente até o fim do asfalto onde poderá estacionar e subir certa de 30 metros até o Pico do Itapeva.

Visitem esse lugar, parece que você está mais perto de Deus!