Chile, Dicas de Viagem, Economia

Aluguel de Malas – Economia de espaço e dinheiro!

Já ouviu falar que é possível economizar dinheiro alugando malas de viagens? Pois é!!!

Como eu sempre trago maneiras de economizar e viajar eu não podia deixar de compartilhar com vocês essa forma de economia.

Pensa comigo: Uma mala de boa qualidade custa cerca de R$400,00. Um investimento bem alto para quem faz uma viagem por ano, por exemplo. Além disso fica aquele “trambolho” ocupando um espaço que você não tem em casa e até acumulando ácaros em cima do guarda roupa.  Então por que não alugar a mala e economizar seu suado dinheiro?!

QUAIS AS VANTAGENS DE ALUGAR MALA

Ao alugar malas para sua viagem você não só economiza dinheiro, como também tem outras vantagens, por exemplo:

Praticidade e ganho de espaço – Você não mais precisa ficar com aquele volume atravancando o caminho, ou guardada em um lugar onde outras coisas poderiam estar guardadas;

Higiene – As malas alugadas passam por higienização a cada uso, então você usará malas limpas e livres de bactérias, ao contrário do que acontece com aquela sua mala parada em cima do guarda roupa 😉

Consumo sustentável – Você estará fazendo parte de uma grupo de pessoas que pensa no mundo como um lugar melhor pra viver, onde o consumo precisa ser pensado para evitar exageros e desperdícios. Pra que comprar uma mala que será usada 1 x por ano, por exemplo, se você pode compartilhar com outras pessoas e ajudar o meio ambiente.

Economia Financeira – Já falei sobre a economia financeira, mas não mostrei, então vamos as provas. Uma mala média/grande de qualidade custa no mínimo R$400,00. Alugar uma mala média/grande de alta qualidade com a Rent a Bag custa R$75,00 (valor retirado de orçamento online no dia 18/06/19, na categoria econômica para 10 dias. Esse valor pode variar para mais ou menos). Ou seja, alugar malas pode gerar uma economia de 80% no seu orçamento.

SOBRE A RENT A BAG

A Rent a Bag é uma empresa de locação de malas de alta qualidade, com a proposta de trazer valores justos aliados a uma maneira simplificada de viajar.

SOBRE NOSSA VIAGEM COM A RENT A BAG

Na nossa viagem ao Chile, eu e minha irmã, pegamos duas malas com a Rent a Bag. Uma mala de mão e uma mala de vinhos, isso mesmo uma mala de vinhos!

Como não iríamos trazer 12 garrafas, usamos metade da mala para roupas e na outra metade mantivemos a estrutura para acomodar com segurança os nossos rótulos Chilenos.

As malas chegaram para gente com alguns dias de antecedência e pudemos arrumar com bastante calma. Todas de material resistente, bonitas e devidamente higienizadas.

Quem acompanhou nossa viagem, viu que fomos para Santiago, depois para o Deserto do Atacama e depois voltamos à Santiago, antes de retornar ao Rio de Janeiro de onde saímos, então elas viajaram na mesma proporção que nós e foram super resistentes as nossas adversidades. A mala de vinhos já começou a acomodar vinho, ainda nos primeiros dias, então fizemos 4 trechos com vinhos na mala e todos chegaram ao Brasil, 10 dias depois intactos dentro da mala de vinhos da Rent a Bag.

Foi a primeira vez que aluguei malas e não acredito mesmo que será a última. Super aprovado e recomendado!!!

Saiba mais aqui!

 

Anúncios
Aviação, Dicas, Viagens

Volta ao Mundo – Quanto custa?

Quem aqui nunca teve vontade de dar a volta ao mundo?!

É um sonho quase que unanime de todo viajante, não é mesmo?!

IMG_8201

Só que todo mundo esbarra em algo muito importante, o custo dessa viagem! Mas é possível fazer essa viagem de uma maneira mais barata. Eu descobri como e vou dividir com vocês.

É claro que não é uma volta ao mundo do tipo, estou passando em todos os países que existem, mas é uma volta ao mundo que pode caber em um orçamento e tempo mais enxuto e que vai te render experiências incríveis.

Poucos conhecem, mas existe um bilhete aéreo chamado RTW ticket, que significa Round The World, que em tradução livre seria algo como: Bilhete de Volta ao mundo!

ALUGUE SEU CARRO AQUI

E como eu compro?

Esse ticket é possível através de alianças entre cias aéreas que vendem o pacote dos sonhos.

Existem algumas regras para comprar esse tipo de bilhete e vou te explicar: Você monta o seu roteiro (ou pode adquirir um já pré-estabelecido) com origem e destino no mesmo País, voando apenas em um sentido (Ocidente – Oriente ou vice versa. Você não pode, por exemplo, sair do Brasil, ir aos Estados unidos, ir a Europa, depois voltar ao Canadá e depois ir à Ásia), respeitando o limite máximo de tempo e trechos.

Atualmente é possível encontrar o RTW em 3 diferentes alianças aéreas: One World, Star Alliance, Sky Team. E as compras podem ser feitas diretamente pelo site dessas alianças. É só clicar na aliança mencionada acima que já deixei o site pra vocês.

E os valores?

Quanto a valor total, é sabido que não será algo baratinho, mas é bem mais barato do que comprar cada trecho separado. É possível comprar 6 países por cerca de R$7.000,00, por exemplo. Barato, talvez sim. Já que todo viajante sabe que às vezes uma viagem para apenas um País a Ásia custa mais da metade desse valor.

Agora tenha em vista que uma volta ao mundo vai consumir seu dinheiro também e principalmente com hospedagem, alimentação, locomoção, seguro viagem, necessidades que surgem pelo caminho e etc., por isso o planejamento é a parte mais importante nisso tudo.

SEGURO VIAGEM – GARANTA O SEU

Então quanto custa uma volta ao mundo?

O custo total é bem relativo. Vai depender diretamente de quanto tempo vai passar viajando, quais Países vai visitar, tipo de hospedagem, alimentação e etc. Pode ser que custe o preço de um carro popular, ou pode ser que custe um pouco mais ou até um pouco menos.

Mas e a experiência vivida, as histórias criadas e contadas e a alma restabelecida, quanto custa? Pra mim, não tem preço!

GARANTA SUA HOSPEDAGEM

E aí se animou para fazer as malas e colocar o pé na estrada?!

Notícias, Viagens

Mitos e Verdades sobre Voar – Parte 2

Volteiiii como prometido!

Hora de acabar de vez com seu medo! Ou pelo menos não permitir que ele te paralise e que você deixe de viver experiências maravilhosas por causa dele!

Poltronas na vertical e cintos afivelados, é hora de levantar voo!!!

IMG_5999

RESERVE SEU CARRO.

7- Uma fortíssima tempestade pode derrubar um avião?
Essa possibilidade, juntamente com a próxima, gela o corpo, paralisa a circulação sanguínea, da náuseas e ainda trás junto aquela sensação de desmaio que parece que o coração parou de bater. Quem mais sente isso?
Aí penso eu: A resposta da ANAC,vai acabar com esse meu medo desnecessário! Daí você descobre que ele não é tão desnecessário assim, ou seria mesmo? Já não sei mais!!!
Resposta da ANAC: “Sim, porém condições meteorológicas tão adversas a ponto de influenciar na aeronavegabilidade em cruzeiro são previstas com considerável antecedência para se proibir a decolagem da aeronave ou variar a altitude evitando as formações meteorológicas, sem consequentes riscos ao voo. Durante pouso e decolagem também são consideradas as condições meteorológicas. A decolagem não é autorizada quando não há teto e, se houver qualquer indício de insegurança durante o pouso, o processo de aproximação é cancelado e o comandante arremete para garantir uma aproximação segura.”
8- Uma fortíssima turbulência é capaz de derrubar um avião?
Resposta da ANAC: “Sim, porém condições meteorológicas tão adversas a ponto de influenciar na aeronavegabilidade em cruzeiro são previstas com considerável antecedência para se proibir a decolagem da aeronave ou variar a altitude evitando as formações meteorológicas, sem consequentes riscos ao voo. Durante pouso e decolagem também são consideradas as condições meteorológicas. A decolagem não é autorizada quando não há teto e, se houver qualquer indício de insegurança durante o pouso, o processo de aproximação é cancelado e o comandante arremete para garantir uma aproximação segura.”
O fato é que depois dessas duas últimas respostas, meu medo não passará por completo, mas prometo a mim mesma não me concentrar na parte em que os aparelhos podem falhar!!!

 

RESERVE SEU HOTEL CLICANDO AQUI. 

 

9 – Celular ligado pode interferir no sistema e derrubar um avião?
Sei que essa durante muito tempo foi o pesadelo das pessoas e hoje já foi um tanto quanto desmitificada, mas pra mim continua sendo um problema equipamentos eletrônicos ligados durante o voo. Eu fico enlouquecida quando os comissários dizem que já pode fazer uso de celulares e computadores e o povo sai logo ligando tudo. Passa por uma turbulência eu já acho que é culpa dessas pessoas hahahaha.
Eu lembro de quando eu tinha um BlackBerry. Toda vez que voava eu não só desligava o celular como tirava a bateria e ainda colocava em bolsinhas separadas, como se a bateria fosse sair andando e entrasse no aparelho no estilo: “É agora que derrubo esse avião”. Que vibe louca é essa hein huahuahuahuahua.
Resposta da ANAC: “O risco de eletrônicos em voo é avaliado pelo operador da aeronave. Assim, deve-se atentar para o comunicado realizado pelas companhias aéreas antes da decolagem, em que se determinam quais aparelhos eletrônicos portáteis têm seu uso permitido a bordo durante o voo.”
Podemos até dizer que equipamentos eletrônicos não influem nos vôos, já que diversos vôos, os de cias aéreas internacionais em território fora do Brasil, em sua maioria, podem ser usados celulares, inclusive oferecem até WI-FI. Mas que a ANAC disse para seguirmos o operador, vamos obedecer né gente, assim nos resguardamos e evitamos que a (o) coleguinha ao lado, que tem medo, infarto né.

 

Agora vamos à última, mas não menos importante!!!
10- É verdade que voar entre as asas é mais tranquilo quando há turbulências?
Resposta da ANAC: “Não, a trepidação provocada pela turbulência na aeronave é sentida indiferentemente em qualquer posição da aeronave.”
Eu acreditei piamente nessa teoria durante toda a minha vida. Já fiz diversas pesquisas na internet sobre esse tema e já encontrei inúmeras fontes que me garantem que é verdade. Sempre escolhi assentos entre as asas para sentir menos as turbulências. Talvez eu não tenha feito a pergunta da maneira correta à Anac, mas sinceramente, não acredito na resposta deles, prefiro continuar acreditando que ali é menos pior kkkkkk. #coisasdeumapanicada

 

 

SAIA DO BRASIL COM A SEGURANÇA DE UM BOM SEGURO VIAGEM.

 

Espero que esse artigo, parte 1 e parte 2 tenham te ajudado a ter mais coragem de viajar de avião. A verdade é que esse é um dos transportes mais seguros do mundo. A manutenção é preventiva e é isso que diminui bastante a possibilidade de acidentes.

 

 

Então bora colocar esse medo de lado e vamos viajar!!!!

 

 

Se você não leu ainda a parte 1 vou deixá-la aqui: Mitos e Verdades sobre Voar – Parte 1

Aviação, Notícias

Mitos e Verdades sobre voar – Parte 1

Você é daqueles que como eu quando vai viajar de avião sofre de sincope nervosa? Se for, eu preparei esse artigo pra tentar te ajudar a se manter mais calma (o) da hora de levantar voo. Pretendo aqui desmitificar algumas crenças que nós medrosos temos e alimentamos voo após voo.

IMG_5999

Pra me ajudar nessa missão, contei com o suporte da ANAC (Agência Nacional de Avião) que respondeu prontamente de maneira técnica todas as perguntas que fiz. Então a cada mito ou verdade eu vou expor na integra a resposta da ANAC e também farei minhas colocações baseadas em experiências próprias e também em informações garimpadas em outras fontes.

SAIA DO BRASIL COM A SEGURANÇA DE UM BOM SEGURO VIAGEM.

Serão 10 mitos e verdades pra nos ajudar a viajar mais e melhor!

Vamos então começar com um dos meus maiores medos durante um voo. Eu sempre acho que alguém vai ter um surto psicótico em pleno voo e vai conseguir abrir alguma das portas, colocando em risco a vida de todos no voo. Sei que pode parecer insano, mas lá em casa mesmo eu sou a única com esse medo, ou pelo menos era, já que agora não o tenho mais. Será mesmo? rsrs.

1 – É verdade que é possível alguém abrir a porta do avião, quando o mesmo em voo?

Resposta da ANAC: “Considerando a superioridade da pressão interna em relação à externa, torna-se impossível a abertura da porta do avião em voo. Adicionalmente, esclarecemos que a porta da aeronave só pode ser aberta quando o comandante a destrava, a partir de comando em seu cockpit.”

Fazendo uma breve busca no Google eu já havia encontrado essa informação, mas nada melhor do a própria agência, mestre no assunto te confirmar não é meiiixxxmo! Acho que agora estou pronta pra deixar aquela porta sem a minha atenção por praticamente todo o voo!!!

2- A descarga pode sugar uma pessoa, mesmo que ela não desça pelo duto ela pode se machucar?

Essa é boa né. Centenas de pessoas falam: “Não da descarga sentada no vaso do avião que você vai ser sugado”. Aí você fica encasquetada (o) com essa ideia e cheia (o) de medo de descer descarga abaixo.

Confesso que não nunca me preocupei em descer pelo ralo, pois nunca me sento, já que mamãe desde pequenina falava que não devemos sentar em banheiros com alta rotatividade de pessoas para não dar brecha as bactérias. Mas sempre fico olhando aquela descarga pensando em quantos estragos ela já pode ter feito com as pessoas.

Por isso perguntei a ANAC  e a resposta deles foi a seguinte: “Não, o vácuo gerado nos toilettes é calculado apenas para sua limpeza.”

Objetivos e claros! Então gente, dá uma relaxada que ninguém vai parar no reservatório em meio as coisas obscuras que fazem nos banheiros dos aviões kkkkk. Além da resposta da soberana Anac, em uma rápida varredura na internet encontramos artigos que corroboram essa negativa.

A próxima vai para os supersticiosos!!! Eu tenho trabalho duro o meu cérebro para deixar superstições de lado e tenho tido algum sucesso. Confesso que essa nunca foi algo considerável para mim, tanto que nunca reparei isso, mas sei lá né, na dúvida sempre preferimos não arriscar.

RESERVE SEU CARRO.

3- É verdade que a fileira 13 não existe por ser considerada má sorte?

Resposta da ANAC: “A numeração das fileiras é definida pelo proprietário da aeronave. Caso tenha viajado em uma aeronave sem a fileira 13, sugere-se o questionamento à companhia aérea sobre os motivos que a levaram a não utilizar a numeração.”

Essa dúvida chegou a mim, através de uma pesquisa sobre aviação que eu estava fazendo, onde eu descobri que a KLM não tem fileiras 13 em suas aeronaves, por associar o número a má sorte. Como fiquei curiosa se era uma prática comum, resolvi perguntar à ANAC.

Acho que aqui no Brasil temos uma boa relação com o número 13, né. Já que quem viveu a era Zagallo, se acostumou a vê-lo associando as conquistas e vitórias ao número que ele considerava ser de boa sorte.

4- Quando em voo longo existe duas tripulações? Vôos de quantas horas?

Essa é uma clássica preocupação entre nós, os viajantes apavorados. Sempre queremos saber se os pilotos não dormem durante todo o voo e se isso não pode levá-los ao erro. Bom, para acalmar nossos ânimos, vai a resposta da ANAC:

“A segurança operacional é baseada, entre outros, no gerenciamento de risco de fadiga humana, a fim de garantir a integridade física e cognitiva da tripulação. Se as condições do voo impuserem esforço excepcional à tripulação, o voo pode contar com uma tripulação de revezamento.”

5 – Se um vidro da janela sofrer um trinco coloca em risco o voo?

Mano do céu, eu não curto nada sentar na janelinha, mas minha irmã curte demais e ela fica pra mim: “Mi, olha que lindo”, “Mi, fica calma e aprecia” e a primeira coisa que eu reparo quando olho para a janela é se tem algum arranhão ou trinco. Certa vez eu estava sentada na janela e tinha um arranhão e eu quase pari sem estar grávida, só de pensar que a pressão atmosférica poderia romper aquele vidro (que viagem, não!?). Fechei rapidamente a janela e me senti um pouco mais aliviada. Como se isso pudesse fazer alguma diferença!!!

Então veio a resposta da ANAC pra eu ficar um pouco mais calma: “Não, as aeronaves são certificadas para operarem de forma segura, mesmo com eventuais comprometimentos.”

RESERVE SEU HOTEL CLICANDO AQUI. 

6- Sempre que um avião despressurizar o risco de queda é iminente?

Só a ideia das máscaras caírem do teto do avião já me faz ter mini ataques cardíacos. Essa imagem rondando meus pensamentos põe em risco a minha sanidade mental. Sei que pode parecer um exagero, mas também sei que não estou sozinha nessa!!!

Mas deixa eu te apresentar a resposta para ANAC e depois concluo: “Não, as aeronaves são certificadas para operarem de forma segura, mesmo com eventuais comprometimentos.”

É, você não se enganou, a resposta é a mesma da anterior. Apesar desta resposta controlar a minha sanidade mental mesmo com minha imaginação fértil, eu não posso garantir que ela me deu confiança suficiente para me controlar caso eu viva algo do tipo. Na dúvida eu prefiro que nada desse tipo aconteça sempre que eu estiver em voo.

Uma rápida pesquisa na internet reforça a resposta da Anac para as duas últimas respostas, então vamos relaxar!!!!

Esse artigo ficou tão grande que  precisei dividir em dois, então na próxima quarta volta aqui que tem mais!

 

 

 

 

Dicas de Viagem, Viagens

Carregador Portátil em Avião. É Permitido?

Hoje em dia falamos em viagem, falamos em fotos e vídeos e então “caímos” no assunto que mais tira nosso sono nesses casos: A duração da bateria do celular. Por isso o carregador portátil é cada vez mais popular na nossa geração.

IMG_6961.JPG

Mas quando falamos de viagem de avião existem algumas restrições para o embarque desses aparelhinhos que já fazem parte da nossa bagagem.

Os famosos power banks podem ser levados em aviões, porém somente dentro do avião com você e nunca no bagageiro com a mala despachada, e também sempre respeitando o limite da voltagem permitida , que pode variar de cia aérea para cia (sempre consulte antes).

Essa restrição se dá pela composição dos carregadores portáteis. Eles contém bateria de íon-lítio e por isso podem sofrer pequenas explosões e o que causa essas explosões é a mudança de temperatura.

Pode parecer estranho poder levar na mala de mão e não poder despachar, né?! Mas tem uma razão pra isso. Se um power bank explodir dentro do avião a tripulação que é treinada, poderá rapidamente identificar o problema e solucioná-lo, já se estiver no bagageiro a explosão de um carregador portátil não controlada pode causar uma reação em cadeia causando fogo no avião.

A IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) que regula as regras internacionais da aviação, diz que é permitido transportar na cabine power banks que tenham no máximo 100 wh de potência, mas nunca se esqueça de consultar as regras da sua cia aérea pois pode ser que ela permita uma potência menor e ninguém quer perder o carregador portátil no embarque né.

Para calcular a potência do seu carregador portátil é bem simples, basta multiplicar  a tensão (V) pela corrente (Ah) e terá como resultado a potência em Wh.

Então com os cuidados devidos é possível não deixar de lado aquele acessório mais que importante na bagagem.

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

Hotéis

Aluguel por Temporada

Seguro Viagem

Alugue seu Carro

Dicas, Dicas de Viagem, Viagens

Cartão de embarque – O perigo da foto

Quando vamos viajar, queremos compartilhar cada momento. Desde o cartão de embarque até o último jantar no nosso destino. Principalmente quem trabalha com mídias sociais, não é mesmo?!

BdkTfFnCIAA8hUB
Imagem: Reprodução Latam

Mas existe um problema em compartilhar aquele “lindo e feliz” cartão de embarque. Eu mesma já cometi esse erro e ainda bem que não aconteceu nada.

O Cartão de Embarque é aquele “ticket” que o atendente ou a máquina te entrega quando você faz o seu check in.

Qualquer informação no cartão de embarque diz muito sobre você e a sua viagem. Com um simples número de portão e horário aproximado é possível saber o destino, número do voo, cia aérea entre outras informações. Com isso você não gera nenhum problema para a pessoa, mas se alguém mal intencionado pegar o seu número e-ticket ou o seu localizador, por exemplo, essa pessoa pode ter acesso a dados importantíssimos seu, como o seu CPF ou até mesmo alterar e cancelar a sua viagem, sabia?!

O código de barras no cartão de embarque revela ainda mais informações, como seu endereço completo.

Pois é, aquela fotinho inofensiva de start de viagem, pode se tornar um pesadelo nas mãos de pessoas de má fé.

Então cuidado!

Você pode postar foto do seu cartão de embarque, mas cuidado com as informações que você deixa aparecer!!!

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

Hotéis

Aluguel por Temporada

Seguro Viagem

Alugue seu Carro

Dicas, Dicas de Viagem, Viagens

Despachar mala pra que, se você pode vesti-lá?

Ta aí uma inovação que pode melhorar demais a vida dos viajantes de plantão, além de baratear os custos das viagens de avião, que agora cobram para malas despachadas.

screen-shot-2018-01-18-at-4-33-48-pm
Foto Reprodução Jaktogo

Imagina vestir um casaco, um colete ou até um vestido que leva todos os pertences necessários para sua viagem?! Eu já imagino a praticidade de não precisar passar pela fila para despachar a mala e também de ter tudo ao alcance das mãos  e ainda da confusão na mente dos funcionários de aeroportos.

Pois a empresa Jaktogo, pensando nisso criou uma linha de mala/roupa ou mala vestimenta, sei lá como você vai chamar. Eles apresentam como a solução para nós não precisarmos despachar malas, já que nos bolsos dessas vestimentas é possível carregar até 15kg segundo a empresa. Outras empresas vieram no embalo e estão criando novos modelos.

Podemos dizer que a beleza ainda não é o forte dessas malas vestimentas, mas a praticidade e a economia valem o “crime” contra a moda. rsrs.