São Paulo

Frutas Importadas? – Mercado Municipal de São Paulo

NÃO COMPRE FRUTAS NO MERCADO MUNICIPAL DE SÃO PAULO.

Sei que começar esse artigo com uma frase em caixa alta pode parecer grosseiro, mas é que eu quero chamar a sua atenção logo no início e fazer você não se esquecer dessa afirmação.

Vou te fazer um breve relato para contextualizarmos a afirmação.

Em minha viagem à São Paulo pelo projeto Viaje com R$350,00, coloquei no roteiro o Mercado Municipal de São Paulo. Já haviam me falado para evitar de comer lá e aproveitar as provas, porém não achei na internet ninguém falando para não comprar lá (apesar de depois da experiência fatídica ter visto algumas postagens sobre).

Fomos belas e formosas passeando pelo mercado e até que um vendedor dos melhores e mais desonestos (infelizmente existem pessoas assim, mas é bom frisar que a maioria dos vendedores são pessoas honestas) que já vi, nos parou e começou a nos fazer provar as frutas mais deliciosas que já comemos. Só que na hora de pagar… Os preços eram abusivos e mesmo com o “desconto” que ele deu e com as frutas que ele colocou sem nosso consentimento e que tiramos da bandeja, ele levou R$370,00 nosso por 1/2 dúzias de frutas + ou – cada uma – nós éramos em 6.

Depois de conversar com uma amiga paulista lá mesmo, depois do ocorrido e de divulgar esse relato mais detalhadamente nas minhas redes sociais, se ainda não me companha clica aqui e já comece a me seguir, ela e outras pessoas vieram me contar mais absurdos sobre o que eu passei a chamar de “máfia das frutas do mercado municipal”.

Nos contaram que boa parte das frutas que eles vendem como importadas são na verdade de Jundiaí.

Há denúncias de que eles injetam água com açúcar nas frutas que provamos para deixá-las mais doces, o que eu acreditei ser verdade, apesar de não ter provas, pois as frutas lá estavam muito mais doces e com mais suco do que as que trouxe.

Outras pessoas dizem que eles molham a faca de corte na água com açúcar e por aí vai…

Se essas teorias são verdade eu realmente não sei e não posso provar, mas o que posso afirmar é que os preços praticados ali são abusivos!!!!

Eles cobram cerca de R$90,00 o quilo da fruta. Mentem quanto a procedência das mesmas e ainda nos fazem sentir como se estivéssemos fazendo um bom negócio, até o momento em que saímos dali.

Definitivamente eu não sei o que houve comigo, tenho quase que um bloqueio contra técnicas de vendas, tenho um pai vendedor (honesto diga-se de passagem) o que me dá certa vantagem contra isso, mas cai feito patinha na história da carochinha!

O recado que fica é NÃO COMPREM FRUTAS NO MERCADO MUNICIPAL DE SÃO PAULO E NEM EM FEIRAS LIVRES, o preço é o mesmo!

Frutas em São Paulo se compra como os paulistanos, no supermercado.

Divulguem esse artigo para o máximo de pessoas que puderem, assim podemos diminuir o número de pessoas que caem nesse golpe e se não venderem isso os obrigará a serem honestos!

Anúncios
Roteiros, Viaje com R$350,00, Vitória - ES

Roteiro de 2 dias em Vitória, ES.

Dia de compartilhar o roteiro que fiz em Vitória, Espírito Santo.

Quem acompanhou pelo meu Instagram, se ainda não me segue, vai lá: https://www.instagram.com/micheleviaja/, viu que viajei para Vitória com um teto orçamentário de R$350,00 e para me manter nesse orçamento o planejamento foi muito importante e agora vou dividir os detalhes com vocês.

Mas antes, confere os artigos sobre o Bustour e o Hostel do Jerê, onde ficamos hospedadas.

ACSE6925
Palácio Anchieta

SEGURO VIAGEM – GARANTA O SEU

Agora voltando ao roteiro. Aqui você encontrará:

  • Sobre Vitória – ES;
  • Transporte – Como fui pra Vitória e como circulei por lá;
  • Hospedagem;
  • Alimentação;
  • Passeios;
  • Roteiro Detalhado;
  • Gastos Totais;
  • Empresas Apoiadoras;
  • Dicas Importantes.

Sobre Vitória – ES

Vitória é uma das 3 capitais brasileiras que é uma Ilha. Sim, Vitória é uma ilha. Em 2017 a Cidade foi classificada como a 3ª melhor Cidade para se viver no Brasil.

Vitória tem praias bonitas, porém impróprias para banho, por causa, segundo relatos de Capixabas com quem conversei, do porto de Tubarões. Esse porto é controlado pela Vale para exportação de minérios.

IMG_4562
Farol de Santa Luzia

Como Fui pra Vitória e como circulei por lá?

Quem acompanhou nas redes sociais viu que eu fui de ônibus leito do Rio de Janeiro pra Vitória e voltei também. Eu descobri um aplicativo onde eu paguei R$60,00 pra ir e voltar de ônibus leito. Mentira? Juro que não!

Comprei minhas passagens através do Buser. O Buser é um aplicativo de rateio de ônibus que vende passagens terrestres com até 60% de desconto. E na época que eu viajei eles estavam com uma promoção onde sua primeira viagem seria R$10,00. Além disso, quando alguém se cadastra com o seu código você ganha R$10,00 em créditos para gastar em viagens, ou seja, dá pra viajar de graça.

Se cadastre logo através desse link: https://www.buser.com.br/convite/8xo34i, comece a divulgar e borá viajar!!!

Já em vitória em andei de ônibus e também de uber. O ônibus lá custa R$3,75 e muitas vezes o uber sai mais conte quando dividido com outras pessoas. Vitória é um lugar pequeno, mas o transporte público não é dos melhores o que deixa o uber crescer bastante na Cidade e não sendo caro.

Hospedagem:

Ao escolher um lugar para hospedagem, eu precisava de algo barato, bom e bem localizado, então acabamos descobrindo o hostel do Jerê, que fica no Centro Histórico de Vitória, ES. O Hostel tem diárias a partir de R$35,00 com café da manhã.

ALUGUE SEU CARRO AQUI

IMG_4667
Praia de Camburi

Alimentação:

Confesso que com comida gastei pouco. Há algum tempo eu percebi que meu ralo de dinheiro era alimentação e que eu posso economizar bastante ali, então faço menos refeições, como bem em cada uma delas e normalmente à noite ou não como nada, ou faço só um lanche. Aplicando isso eu gastei R$67,58 com alimentação.

No sábado tomei café da manhã no hostel, almocei no shopping Vitória, não jantei e nem lanchei, já que almocei bem tarde.

No domingo, tomei café no hostel, almocei no horto mercado, e a noite comi um crepe na feirinha de artesanato da praça dos namorados.

IMG_4252

Passeios:

Como não tinha muito tempo, defini um roteiro por conta própria para sábado e escolhemos um passeio de dia inteiro para o domingo, o bustour.

Roteiro Detalhado:

Dia 1 – Cheguei a Vitória aproximadamente as 06:00 horas, fui para o Hostel, tomei banho e um café da manhã e fui em direção a Praia de Camburi. Ali andei pela orla e fui andando, cerca de 2km, até o Parque da Pedra da Cebola. Depois segui para o Shopping Vitória, encontrei minha mãe e irmã almoçamos e seguimos para a Praça do Papa onde visitamos o Projeto Tamar. Voltamos para o Hostel.

Dia 2- Saímos em direção a Praia de Camburi para fazer o Bustour, que circula por Vitória e Vila Velha, com a Capixaba Turismo. Detalhes do Roteiro eu conto nesse artigo: https://micheleraggio.com.br/2019/04/08/bustour-vitoria-um-passeio-com-a-capixaba-turismo-receptivo/. À noite passeamos pela orla de Camburi com a Ester, uma capixaba colega nossa, e também pela feirinha da praça dos namorados onde, logo depois pegamos o ônibus de volta pra casa.

IMG_4375

Gastos Totais:

Eu não sei quanto minha irmã e mãe gastaram, afinal elas ficaram mais dias do eu por lá e também não tinham um orçamento baixo como o meu, mas eu gastei no total R$306,03. Você pode conferir os detalhes nesse vlog que já está lá no canal: https://www.youtube.com/watch?v=3MwjydH-jSk

 

IMG_4209
Pedra da Cebola

Empresas Apoiadoras:

Hostel do Jerê

Capixaba Turismo

Dicas Importantes:

  • Se estiver com mais alguém, consulte o preço do uber, pois às vezes sai mais barato que o transporte público.
  • Eu achei o transporte público um pouco confuso por lá, então pergunte e pesquise antes de entrar em qualquer ônibus.
  • Não se espante de ver lugares vazios, capixabas gostam de se reunir em casa, então é comum que mesmo em dias lindos praças e parques estejam relativamente vazios.

JÁ RESERVOU SUA HOSPEDAGEM?

Acompanhe-me nas redes sociais para acompanhar as próximas viagens!!!