Notícias, Viagens

Mitos e Verdades sobre Voar – Parte 2

Volteiiii como prometido!

Hora de acabar de vez com seu medo! Ou pelo menos não permitir que ele te paralise e que você deixe de viver experiências maravilhosas por causa dele!

Poltronas na vertical e cintos afivelados, é hora de levantar voo!!!

IMG_5999

RESERVE SEU CARRO.

7- Uma fortíssima tempestade pode derrubar um avião?
Essa possibilidade, juntamente com a próxima, gela o corpo, paralisa a circulação sanguínea, da náuseas e ainda trás junto aquela sensação de desmaio que parece que o coração parou de bater. Quem mais sente isso?
Aí penso eu: A resposta da ANAC,vai acabar com esse meu medo desnecessário! Daí você descobre que ele não é tão desnecessário assim, ou seria mesmo? Já não sei mais!!!
Resposta da ANAC: “Sim, porém condições meteorológicas tão adversas a ponto de influenciar na aeronavegabilidade em cruzeiro são previstas com considerável antecedência para se proibir a decolagem da aeronave ou variar a altitude evitando as formações meteorológicas, sem consequentes riscos ao voo. Durante pouso e decolagem também são consideradas as condições meteorológicas. A decolagem não é autorizada quando não há teto e, se houver qualquer indício de insegurança durante o pouso, o processo de aproximação é cancelado e o comandante arremete para garantir uma aproximação segura.”
8- Uma fortíssima turbulência é capaz de derrubar um avião?
Resposta da ANAC: “Sim, porém condições meteorológicas tão adversas a ponto de influenciar na aeronavegabilidade em cruzeiro são previstas com considerável antecedência para se proibir a decolagem da aeronave ou variar a altitude evitando as formações meteorológicas, sem consequentes riscos ao voo. Durante pouso e decolagem também são consideradas as condições meteorológicas. A decolagem não é autorizada quando não há teto e, se houver qualquer indício de insegurança durante o pouso, o processo de aproximação é cancelado e o comandante arremete para garantir uma aproximação segura.”
O fato é que depois dessas duas últimas respostas, meu medo não passará por completo, mas prometo a mim mesma não me concentrar na parte em que os aparelhos podem falhar!!!

 

RESERVE SEU HOTEL CLICANDO AQUI. 

 

9 – Celular ligado pode interferir no sistema e derrubar um avião?
Sei que essa durante muito tempo foi o pesadelo das pessoas e hoje já foi um tanto quanto desmitificada, mas pra mim continua sendo um problema equipamentos eletrônicos ligados durante o voo. Eu fico enlouquecida quando os comissários dizem que já pode fazer uso de celulares e computadores e o povo sai logo ligando tudo. Passa por uma turbulência eu já acho que é culpa dessas pessoas hahahaha.
Eu lembro de quando eu tinha um BlackBerry. Toda vez que voava eu não só desligava o celular como tirava a bateria e ainda colocava em bolsinhas separadas, como se a bateria fosse sair andando e entrasse no aparelho no estilo: “É agora que derrubo esse avião”. Que vibe louca é essa hein huahuahuahuahua.
Resposta da ANAC: “O risco de eletrônicos em voo é avaliado pelo operador da aeronave. Assim, deve-se atentar para o comunicado realizado pelas companhias aéreas antes da decolagem, em que se determinam quais aparelhos eletrônicos portáteis têm seu uso permitido a bordo durante o voo.”
Podemos até dizer que equipamentos eletrônicos não influem nos vôos, já que diversos vôos, os de cias aéreas internacionais em território fora do Brasil, em sua maioria, podem ser usados celulares, inclusive oferecem até WI-FI. Mas que a ANAC disse para seguirmos o operador, vamos obedecer né gente, assim nos resguardamos e evitamos que a (o) coleguinha ao lado, que tem medo, infarto né.

 

Agora vamos à última, mas não menos importante!!!
10- É verdade que voar entre as asas é mais tranquilo quando há turbulências?
Resposta da ANAC: “Não, a trepidação provocada pela turbulência na aeronave é sentida indiferentemente em qualquer posição da aeronave.”
Eu acreditei piamente nessa teoria durante toda a minha vida. Já fiz diversas pesquisas na internet sobre esse tema e já encontrei inúmeras fontes que me garantem que é verdade. Sempre escolhi assentos entre as asas para sentir menos as turbulências. Talvez eu não tenha feito a pergunta da maneira correta à Anac, mas sinceramente, não acredito na resposta deles, prefiro continuar acreditando que ali é menos pior kkkkkk. #coisasdeumapanicada

 

 

SAIA DO BRASIL COM A SEGURANÇA DE UM BOM SEGURO VIAGEM.

 

Espero que esse artigo, parte 1 e parte 2 tenham te ajudado a ter mais coragem de viajar de avião. A verdade é que esse é um dos transportes mais seguros do mundo. A manutenção é preventiva e é isso que diminui bastante a possibilidade de acidentes.

 

 

Então bora colocar esse medo de lado e vamos viajar!!!!

 

 

Se você não leu ainda a parte 1 vou deixá-la aqui: Mitos e Verdades sobre Voar – Parte 1

Anúncios

23 comentários em “Mitos e Verdades sobre Voar – Parte 2”

  1. Menina ri tanto qndo tu falou dos aparelhos ligados durante o voo…haha…mas vai que né. Também sempre achei que escolher assentos entre as asas fariam com que a gente sentisse menos as turbulências. Pelo menos, sempre qndo eu procurava matérias a respeito, tdas falavam que assentos entre as asas sentiam menos a turbulência.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s