Dicas de Viagem, Mundo, Viagens

Jet Lag – Como amenizar os efeitos

Quando viajamos para algum lugar com o fuso horário diferente do nosso, sentimos os efeitos dessa mudança, sejam esses sintomas físicos os psicológicos. Esses efeitos são o famoso JET LAG, que muito se fala e pouco se entende.

Resumidamente o Jet Lag é uma fadiga de viagem, e algumas pessoas podem sentir mais do que outras. Isso acontece, pois enquanto estamos sentados naquela poltrona, não tão confortável assim, daquele avião que atravessa um oceano em poucas horas, do lado de fora daquela janelinha também estamos atravessando os fusos horários de Países, Cidades e até de continentes. E não há tempo hábil para o nosso corpo e mente compreender o que está acontecendo e por isso os sintomas mais comuns são sono durante o dia e insônia durante a noite, mas têm alguns outros que podem surgir como: irritação na pele, mudança de humor, inchaço, pequenas e momentâneas falhas de memória, problemas digestivos, dores de cabeça, dificuldade de concentração, aparência de cansaço, entre outros.

Eu sou uma dessas pessoas que mais sofrem com o Jet Lag, provavelmente porquê viajar de avião me causa muito estresse e eu fico sem dormir direito uns 2 dias antes da viagem e também não durmo durante o voo, mas estou aprendendo a usar alguns truques que ajudam muito. Então no post de hoje eu vou te ajudar a diminuir os efeitos desse desconforto com algumas dicas.

Em Madrid com 5 horas de diferença de Fuso

Entrar no Fuso antes de Embarcar

Se você puder já vai tentando entrar no Fuso Horário do destino uns 3 ou mais dias antes do seu embarque. Mude o seu horário de dormir, de se alimentar e vai adaptando suas funções diárias de acordo com o horário do seu destino. Claro que se a diferença for de 15 horas, por exemplo, você não irá fazer isso bruscamente, faça a mudança aos pouco, comece um dia alterando 2 horas, no dia seguinte 4 horas e assim sucessivamente. Quanto antes você começar será melhor.

Evite Bebidas Alcoólicas

O consumo de álcool é um grande problema para o corpo, principalmente nessa situação de viagens. Ele confunde o nosso organismo e vai dificultar ainda mais a sua adaptação ao novo horário.

Beba muita Água

O Jet Lag costuma fazer com que fiquemos desidratados, então beber muita água ajuda a manter nosso corpo em equilíbrio.

Escolha um vôo noturno que chega pela manhã no destino

Conseguir um vôo noturno e que chega pela manhã ao seu destino é uma ótima opção para ajudar a driblar o Jet Lag. E nem pensar em dormir quando chegar tente dormir durante o vôo (eu sei bem o quanto é difícil, mas tente ao cochilar e quando chegar vá aproveitar).

Pratique Exercícios

Que atividade física é bom todo mundo já sabe, mas que ela ajuda o seu corpo a diminuir os sintomas do Jet Lag, eu aposto que poucos sabiam. Há estudos que comprovam que se exercitar ao ar livre ajuda o corpo a se adaptar à medida que permitimos ao nosso corpo o contato com a luz do dia, já que se tem luz nosso cérebro interpreta que é hora de se manter ativo.

Na hora de dormir, evite qualquer contato com luz

Quando for a hora de dormir, apague tudo, absolutamente TUDO! Evite mexer no celular, computador, televisão e qualquer iluminação que possa mandar a mensagem errada para o seu cérebro. Mantenha o ambiente bem escuro para que descanse bem, uma boa noite de sono ajusta tudo.

Em New York com diferença de fuso de 2 horas e vários dias anteriores sem dormir.

 

Espero de verdade ajudar vocês com esse post!

Anúncios