Dicas de Viagem, Mundo, Viagens

Jet Lag – Como amenizar os efeitos

Quando viajamos para algum lugar com o fuso horário diferente do nosso, sentimos os efeitos dessa mudança, sejam esses sintomas físicos os psicológicos. Esses efeitos são o famoso JET LAG, que muito se fala e pouco se entende.

Resumidamente o Jet Lag é uma fadiga de viagem, e algumas pessoas podem sentir mais do que outras. Isso acontece, pois enquanto estamos sentados naquela poltrona, não tão confortável assim, daquele avião que atravessa um oceano em poucas horas, do lado de fora daquela janelinha também estamos atravessando os fusos horários de Países, Cidades e até de continentes. E não há tempo hábil para o nosso corpo e mente compreender o que está acontecendo e por isso os sintomas mais comuns são sono durante o dia e insônia durante a noite, mas têm alguns outros que podem surgir como: irritação na pele, mudança de humor, inchaço, pequenas e momentâneas falhas de memória, problemas digestivos, dores de cabeça, dificuldade de concentração, aparência de cansaço, entre outros.

Eu sou uma dessas pessoas que mais sofrem com o Jet Lag, provavelmente porquê viajar de avião me causa muito estresse e eu fico sem dormir direito uns 2 dias antes da viagem e também não durmo durante o voo, mas estou aprendendo a usar alguns truques que ajudam muito. Então no post de hoje eu vou te ajudar a diminuir os efeitos desse desconforto com algumas dicas.

Em Madrid com 5 horas de diferença de Fuso

Entrar no Fuso antes de Embarcar

Se você puder já vai tentando entrar no Fuso Horário do destino uns 3 ou mais dias antes do seu embarque. Mude o seu horário de dormir, de se alimentar e vai adaptando suas funções diárias de acordo com o horário do seu destino. Claro que se a diferença for de 15 horas, por exemplo, você não irá fazer isso bruscamente, faça a mudança aos pouco, comece um dia alterando 2 horas, no dia seguinte 4 horas e assim sucessivamente. Quanto antes você começar será melhor.

Evite Bebidas Alcoólicas

O consumo de álcool é um grande problema para o corpo, principalmente nessa situação de viagens. Ele confunde o nosso organismo e vai dificultar ainda mais a sua adaptação ao novo horário.

Beba muita Água

O Jet Lag costuma fazer com que fiquemos desidratados, então beber muita água ajuda a manter nosso corpo em equilíbrio.

Escolha um vôo noturno que chega pela manhã no destino

Conseguir um vôo noturno e que chega pela manhã ao seu destino é uma ótima opção para ajudar a driblar o Jet Lag. E nem pensar em dormir quando chegar tente dormir durante o vôo (eu sei bem o quanto é difícil, mas tente ao cochilar e quando chegar vá aproveitar).

Pratique Exercícios

Que atividade física é bom todo mundo já sabe, mas que ela ajuda o seu corpo a diminuir os sintomas do Jet Lag, eu aposto que poucos sabiam. Há estudos que comprovam que se exercitar ao ar livre ajuda o corpo a se adaptar à medida que permitimos ao nosso corpo o contato com a luz do dia, já que se tem luz nosso cérebro interpreta que é hora de se manter ativo.

Na hora de dormir, evite qualquer contato com luz

Quando for a hora de dormir, apague tudo, absolutamente TUDO! Evite mexer no celular, computador, televisão e qualquer iluminação que possa mandar a mensagem errada para o seu cérebro. Mantenha o ambiente bem escuro para que descanse bem, uma boa noite de sono ajusta tudo.

Em New York com diferença de fuso de 2 horas e vários dias anteriores sem dormir.

 

Espero de verdade ajudar vocês com esse post!

Anúncios
Viagens

Stopover – Você sabe o que é?

Você já ouviu falar em Stopover? Não né! Muita gente nunca ouviu falar e outras que já ouviram não fazem ideia do que significa. Mas isso acaba agora com esse post!!!!!

Hoje eu vou falar um pouco dessa modalidade de viagem, pouco divulgada e ainda menos praticada.

O Stopover, nada mais é do que você viajar a um destino fazendo uma ou mais conexões de um ou mais dias voluntariamente. Essa palavra significa em tradução livre: Parada.

IMG_5999

Diversos vôos nacionais e internacionais fazem escalas (parada sem troca de avião) e conexões (quando há troca de avião), e é nesses trechos que você pode fazer um Stopover.

Então como funciona na pratica? Funciona assim: Você pretende viajar para Londres, por exemplo, mas no meio de caminho o seu vôo fará conexão em Lisboa. Então ao invés de você permanecer apenas algumas horas na Cidade mais visitada de Portugal, você pode solicitar um Stopover e permanecer por lá de um a três dias.

Para praticar essa parada estratégica é preciso da autorização das Cias Aéreas. Em algumas delas como a TAP, por exemplo, você pode fazer diretamente pelo site na compra da sua passagem, mas em outras como a Latam, por exemplo, não é possível fazer direto pelo site, você precisará entrar em contato com a Cia Aérea para solicitar a autorização.

O tempo de permanência na Cidade intermediaria depende de Cia Aérea, cada uma tem suas regras que precisam ser consultadas. Outra coisa que também depende da Cia Aérea é a taxa cobrada por essa parada, cada empresa cobra ou não uma taxa que precisará ser consultada.

O Stopover é uma ótima oportunidade de conhecer outros destinos, mas não pense que você pode decidir praticá-lo quando chegar a sua conexão. É preciso acertar essa prática previamente com a Cia Aérea contratada.

Depois dessa só falta você escolher seus destinos e fazer as malas!!!

 

Vai viajar?! Então comece sua viagem por aqui!!!

Quando você faz uma reserva aqui pelo blog, eu ganho uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso, aliás muitas vezes paga até menos usando os descontos que eu consigo para vocês. 

Então reserve sua viagem por aqui e me ajude a continuar produzindo muito conteúdo!!!

ViajaNet

Seguro Viagem

Viaje de Ônibus

Alugue seu Carro

 

 

 

 

Viagens

Viagem: Não posso ser clichê? 

Com essa explosão da internet, agora todo mundo se sente no direito de criticar e achar que é o dono da verdade, e com isso tirar fotos clichês acabou se tornando algo ruim para alguns, mas só para alguns! Aqueles que não tem muito com o que se preocupar e a eles só interessa criticar!

firenze-011.jpg
Imagem: http://www.aprendizdeviajante.com/

Quando fazemos uma viagem, normalmente sonhamos demais com aqueles momentos, antes deles acontecerem! Muitas viagens são realizações de grandes sonhos e nelas investimos muito tempo e dinheiro, então por que eu não poderia ser clichê?!

Sim, eu posso sim fazer aquelas fotos que todo mundo faz! Aquela se apoiando ou empurrando a Torre de Pisa, aquela de braços abertos abaixo do Cristo Redentor, ou até mesmo aquela clássica segurando a ponta de algum monumento histórico!

Louvre-Paris
Imagens: http://inroutes.com/

Seja clichê sim, não se incomode com os outros, viva sempre os seus sonhos intensamente!!!!

Quem nunca?? Eu sempre!!!!!