Dicas de Viagem, Notícias, Nova York

Mais viagens para Nova York com a Delta Air Lines

Está aí mais uma boa notícia para quem ama Nova York e sempre está dando um jeitinho de ir pra lá.

delta
Imagem: Divulgação Delta Air Lines

A Delta Air Lines, anunciou que irá operar a rota sazonal Rio de Janeiro (Galeão) X Nova York mais uma vez esse ano. Essa rota é ativa no período de verão Brasileiro e na última temporada teve uma ocupação de cerca de 80%, ou seja, existe uma demanda a ser explorada.

A temporada desse ano acontecerá com voos diários de 20 de dezembro de 2018 à 09 de março de 2019, e até 30 de março de 2019 com 5 voos semanais com o Boeing 767.

Gostou de mais essa opção para visitar a Big Apple?

Anúncios
Nova York, Viagens

Baladas em Nova Iorque

Está a poucos dias de fazer 1 ano que eu e minha irmã voltamos para o Brasil da nossa tão sonhada temporada em NYC, e por isso fico lembrando das muitas coisas que vivemos por lá e sempre surge algo que ainda quero dividir com vocês. Dessa vez resolvi falar das baladas nova-iorquinas, então baladeiros de plantão estejam com lápis e caderno na mão que tem muito para vocês anotarem!!!

img_1496

Pra começar nada de chegar à Nova York com 18 aninhos e achar que vai entrar em qualquer night club só porque é maior de idade! Não, não, não. Você é maior no Brasil e não nos Estados Unidos, lá você só poderá entrar se tiver 21 anos e as casas pedem alguma identificação, já que a multa lá é bem pesada.

Uma coisa que todo brasileiro faz quando vai à balada em NYC é correr para curtir uma “night” em uma boate internacional, tipo Pacha. Não faça isso por três motivos: Boates internacionais muitas delas você pode ir aqui mesmo, no Brasil e mesmo que não seja a mesma casa, o clima é igual; Elas costumam ser bem caras e cobrar entrada; E se você quiser ver como os nova – iorquinos se divertem não vai ser nessas boates que irá encontrá-los.

O nova-iorquino gosta de tudo que é exclusivo. Então as baladas que mais bombam entre os nativos (nativos em NYC são todos os moradores de lá, sejam eles nascidos ou não lá, já que Nova York é uma Cidade miscigenada), são os lugares mais pitorescos e intimistas que você puder imaginar.

É também bastante comum entre os New Yorkers curtir em uma só noite, mais de uma casa noturna, normalmente eles começam com um bar ou pub e terminam em uma boate. E eu entrei nessa dança enquanto estive lá e dá super certo, vocês vão ver pelas fotos abaixo. Os bares e boates mais intimistas e não cobram a entrada então fica mais fácil pular de galho em galho.

Dá também pra ficar só de bar em bar, já que os bares e rooftops de Nova York tem, um clima de balada com DJ, muita música boa, e bastante gente bonita e animada dançando a noite toda.

Uma outra coisa que é bem coisa de filme, mas é verdade, são aqueles seguranças nas portas de boates que decidem quem entra e quem não entra. Nos bares não há esse tipo de problema, é super fácil de entrar, mas nas boates é realmente de irritar ver aqueles “armários” selecionando a galera na portaria. Por isso se você é mulher, capriche na make e no look pra não ficar de fora da balada e se você é homem procure se informar sobre o estilo da galera que freqüenta aquele lugar, pois se você errar a mão na produção também vai ficar de fora. E o mais importante tanto para homens como para mulheres é capricharem sempre no carão e na atitude, isso vale mais que Money na carteira.

Já falei muito de como escolher uma balada em NYC né, agora vou falar de alguns lugares que eu super indico.

BlackBird – Esse bar fica em East Village na Avenida B entre a 10St e a 11St. Ele é dado como fechado pelo Google a alguns anos e não sei o motivo dos donos não terem mudado esse status, mas tenta a sorte lá que não vai se arrepender. O lugar é bem pequenino e rola uma baladinha bem legal, com os preços bem na média dos bares.

IMG_9214

N°.8 – Essa boate fica em Chelsea na rua 16 e já foi cenário de Sex and the City quando tinha outro nome. Já escrevendo esse post eu descobri que ela está fechada, mas irá reabrir com um novo conceito na primavera americana de 2017. Isso também é bem comum em NYC, as “marcas”, principalmente no setor de entretenimento estão sempre mudando e se adequando as novas exigências do consumidor.

IMG_9217

The Box – Essa boate é bem pitoresca. Eu passava quase todos os dias por ela e não fazia idéia que era uma boate até entrar hahaha. Ela fica localizada na Chrystie St em Lower East Side, pertinho de onde morei. Ela é minúscula, com o teto rebaixado, tem um mezanino e é em estilo cabaré. Tem show no palco com umas dançarinas que estão semi nuas, vestidas como na época auge dos cabarés. Ela foi cenário de algumas cenas de Gossip Girl, foi a boate que o Chuck Bass comprou como empreendimento. Ah, já ia me esquecendo, lá os homens que freqüentam também se vestem de maneira diferente, a maioria usa gravata borboleta e suspensório!

ba9ee1530ddfd96_med
Imagem: http://www.frenchtuesdays.com

Além desses lugares tem algumas outras dicas que dei nesse post aqui e nesse vídeo aqui. Basta clicar e imergir em mais informação.

Nova York, Viagens

Outono em Nova York, como aproveitar a estação!

A primavera chegou no hemisfério sul e conseqüentemente o outono começou no hemisfério norte. E foi no outono do ano passado que eu fui realizar um grande sonho que eu tinha, conhecer e morar em New York.

12227770_424264574429783_578101583378433113_n

Quem me acompanha aqui e no youtube viu muito conteúdo sobre Nova Iorque, mas essa Cidade é tão incrível que ainda rende muito assunto e um deles é o quão linda, ela fica nessa estação.

IMG_9143

Eu sempre via através de filmes, como Outono em Nova York, aquelas folhas de cor marrom  alaranjado e sempre acreditei que um dia eu estaria lá, vendo isso de pertinho, e isso se realizou a pouco menos de 1 ano.

img_8960

Durante essa estação ainda é possível aproveitar alguns dias ensolarados e sem chuvas, mas se engana quem acredita que não ta frio. Faz frio sim, claro que não tanto quanto no inverno, mas para nós brasileiros é bastante frio, o vento é gelado e parece que esta cortando a pele, por isso se agasalhe, não faça como eu que sai daqui com uma blusinha e uma jaqueta achando que os 12°c que estaria fazendo lá quando eu chegasse seria algo fácil de lhe dar, pois não é! Já cheguei aprendendo que 12°C aqui no Rio, não é nem de perto como 12°C em Nova York.

img_8442

Viajar para essa Cidade nessa época do ano é ter certeza de que boas coisas estão reservadas para você. Os pores do sol são incríveis, as folhas no chão são como cenas de filmes, as ruas ainda estão cheias, pois não está tão frio, as pessoas estão entrando no clima de natal, é tudo maravilhoso.

img_8478

O Central parque fica com uma coloração especial nessa época do ano; Do High Line é uma ótima opção para ver o contraste da selva de pedra com suas arquiteturas e a natureza; Ver Manhattan do Brooklyn ou de Hoboken – New Jersey também é uma bela forma de apreciar os arranha-céus; Sentar e comer em um parque em meio ao caos de Manhattan é algo impagável!

img_9131

Simplesmente deixe New York te surpreender!!!!

Nova York, Passeios, Viagens

O que é imperdível em Nova York

Estou aqui lembrando saudosa do meu intercâmbio em Nova York e resolvi fazer um post sobre lugares que você não pode deixar de fazer quando estiver por lá.

Na verdade Nova York é uma Cidade imperdível. Tudo lá precisa ser vivido com muita intensidade. A Cidade vibra e nós vibramos juntos com ela.

A maioria dos itens da minha lista são programas bem de turistas mesmo, mas são programas que não podem ficar de fora.

  1. Central Park

Esse é um lugar que dispensa comentários, né. Todos que vão à NYC sabem que devem passar por lá. Mas o que ninguém fala é que mesmo no inverno o parque é um ótimo lugar para sentar e deixar a vida a passar, para ver esquilinhos (um tanto ferozes hahaha) e até patinhos. É o lugar perfeito para ver pessoas, algumas que só estão de passagem e outras que estão contemplando momentos.

  1. Ir a um Rooftop

img_3109

Escolher um rooftop é bastante pessoal, eu mesma aconselharia o Top Of the Rock, mas tem muitos que você pode escolher, apenas para ver a Cidade de cima. Algumas opções são o Empire State, o One World Observatory, o 230 Fifth, o Mr. Purple entre muitos outros. Esses dois últimos são terraço/bar e você não paga para entrar, mas deve ter mais de 21 anos.

  1. Atravessar a ponte do Brooklyn a pé

IMG_0312

Atravessar aquela ponte pode ser bem cansativo para quem anda sem praticar exercícios, pior ainda durante o inverno, mas vale muito a pena pela história turística e pela vista que temo de Manhattan e também do Brooklyn.

  1. Andar pelo High Line

IMG_8548

Ande do início ao fim. Posso te adiantar que é um trajeto enorme, mas que vai te garantir bons momentos e belas vistas. O parque ora estreito, ora mais largo é uma antiga linha férrea que desativada que vem se transformando em um belíssimo parque elevado. Ele começa na Gansevoort, abaixo da rua 13,  e vai até depois da rua, sempre com a 10ª Av, na altura da rua 23 tem uma subida, e além de ser um dos pontos mais movimentados do parque  tem a garantia de um dos mais bonitos por do sol de Manhattan. O parque abre todos dos dias das 07:00 hrs às 23:00 hrs, e tem entrada gratuita. No inverno tente não ir depois as 17:00 hrs pelos menos nas partes menos movimentadas.

  1. Apreciar belíssimas artes no MOMA

IMG_0233

Sabemos que brasileiro quando vai a NY, só quer saber de comprar e as vezes perde lugares e momentos inesquecíveis nessa Cidade. O Museu de Arte Moderna é um desses lugares que não pode ficar de fora. Quando você terá a oportunidade de ver de pertinho obras originais de grandes artistas como Vincent Van Gogh, Salvador Dalí, Picasso e muitos outros, e ainda de graça? É que as sextas feiras das 16:00 as 20:00 a entrada é gratuita.

  1. Visitar a Grand Central Terminal

Esse terminal de passageiros faz parte de história da Cidade e entrar no salão principal é se sentir em um majestoso salão de algum palácio dos séculos passados. Vale a pena só pra observar a arquitetura do prédio e se quiser fazer alguma refeição, na parte de baixo da estação tem boas e diversas opções.

  1. Passar uma tarde no Bryant Park

Uma praça arborizada quase no coração de uma selva de pedra onde é possível sentar e viver momentos de contemplação e de descontração. Ali uma simples conversa pode se tornar muito mais agradável pelo contraste pulsante dessa Cidade.

  1. Andar de metrô

Esqueça o táxi, esqueça os transfers, esqueça até o uber e aposte no metrô. Existem apps hoje que ajudam bastante a se localizar dentro do metrô de NY, e sem dúvidas esse é o melhor transporte público da Cidade. Ele simplesmente é capaz de te levar pra qualquer lugar da Cidade. Eu fiz um post falando do metrô de NYC, se não leu clique aqui e leia que tem dicas bem legais.

Espero que esse post inspire vocês em suas viagens para essa Cidade indescritível!

 

 

 

 

Nova York, Viagens, Videos

Vídeo: 3 dicas em Nova York à noite

cats

O vídeo de hoje é pra quem está indo para Nova York e quer umas dicas pra curtir a noite de lá.

Eu dei 3 dicas bem nova-iorquinas, com certeza você encontrará mais nova-iorquinos seguindo essas dicas do que se seguindo o que todo turista faz.

Espero que tenham gostado! E não deixem de se inscrever no canal e compartilhar o vídeo que vem muito mais por ai!!!

Passeios, Viagens

Não cometa gafes em viagens!!!

intercambio_edital.jpg
Imagem: Google

Quando estamos viajando a primeira vez para um País diferente para intercâmbio e até para viagens mais curtas, corremos o grande risco de cometer gafes e é por isso que o post de hoje é para dar algumas dicas de comportamento. Eu vou falar mais dos Estados Unidos principalmente de Nova York, já que foi onde eu passei uma temporada, mas se gostarem do post, posso escrever outro falando de outros Países.

Se for convidado para um jantar na casa de algum americano:

Leve um vinho, não chegue de mãos abanando, isso não é bem visto;

Chegue na hora, americanos não gostam de atraso e nem falte se por algum motivo precisar se atrasar ou não puder ir, avise, ligue, mande uma mensagem, um sinal de fumaça sei lá, mas avise;

Não leve convidado seu, se receber alguma visita de última hora, avise que não poderá ir à social e informe o motivo, se ele quiser uma pessoa de fora ele irá falar não se convida “penetras” para a casa de alguém.

Ao cumprimentar alguém:

Nada de 2, 3 e por aí vai de beijinhos. Um aperto de mão é o suficiente;

Evite ficar tocando nas pessoas enquanto conversam, eles não são como nós brasileiros e um simples toque no ombro pode ser mal interpretado.

Andando nas ruas ou de transporte público:

Não encare as pessoas, você pode achar que ela está esquisita, mas não as encare, algumas pessoas são capazes de começar verdadeiras brigas por causa de um simples olhar torto;

Ande sempre pela direita, a esquerda é para quem tem pressa, nas escadas rolantes também use a direita a esquerda é para quem tem pressa. A esquerda é sempre para quem tem pressa, e muita gente tem pressa;

Não pare simplesmente em um cruzamento ou para olhar uma loja. Saia da frente das pessoas ao fazer isso, se atrapalhar o fluxo é bem capaz de ouvir alguns desaforos;

Não fale alto ou grite, sempre fale baixo.

Em restaurantes:

Seja simpático com os garçons, mas não amigável demais eles não são seus amigos, são profissionais e não te dão essa liberdade. Eles não são camaradas, colegas e etc, seja simpático, mas fale apenas o necessário;

Deixem gorjeta. Aqui no Brasil as gorjetas já são inclusas na conta, lá não, por isso você deve calcular. Mas é a mesma coisa, se aqui damos gorjeta, lá também devemos dar só que em média 15% e não 10%, mas se possível deixe entre 18 e 20 %.

Espero que tenham gostado das dicas e se quiserem saber mais, me falem aqui!!!!

Nova York, Viagens

Como não se perder em Nova York!

Oi meus amores,

O post de hoje é sobre um dos meus maiores medos quando decidi que realmente vinha para essa Cidade e também sobre um dos assuntos que me são mais perguntados, como não se perderem em Nova Iorque?

img_9634
Imagem tirada do aplicativo Citymapper

É bem verdade que New York é bem mais que Manhattan, mas nesse post é sobre essa região que mais vou falar.
Quando olhamos o mapa de Manhattan ficamos tontos só de ver uma porção de ruas e avenidas que são representadas por números ao invés de nomes, mas pode acreditar é mais fácil que no Brasil. No Rio de Janeiro, por exemplo, sabemos que a Cidade nasce do porto pra dentro e que as ruas sempre começam pelo lado voltado para o porto do Rio, que fica no Centro da Cidade e também quando damos a localização falamos a rua e o número do lugar, aqui é bem diferente. Já Manhattan cresce do sul para o norte, de leste para oeste.

Na prática isso significa que, a Cidade começa na parte baixa (downtown), no extremo sul, então podemos dizer que começa no Battery Park e vai subindo até Inwood Hill Park (uptown). As ruas dos bairros abaixo da Rua Houston, são representadas por nomes, mas da Rua Houston em direção ao norte da Ilha elas passam a ter números, então a primeira rua após a Houston é a 1ST, isso mostra que sempre que estiver em direção ao norte estará subindo (uptown) e sempre que estiver em direção ao sul estará descendo a ilha (downtown).  As avenidas com números, também começam a partir da Rua Houston sentido norte e sobem até o limite de sua reta quando “deságua” no rio e sempre começam de leste para oeste (da esquerda para a direita), ou seja, no extremo leste teremos a 1 ª avenida (antes da primeira avenida tem outra com nome, mas ela é curta e não corta a cidade). A Broadway é a única avenida de nome e a única que corta Manhattan inteiro, ela é central e começa no extremo sul e vai até o extremo norte.

As ruas seguem sempre na horizontal e as avenidas na vertical e cada quarteirão de uma rua a outra tem cerca de 50 metros. Quase todas as ruas e avenidas tem sentido único para tráfego, então por isso aqui quando pedimos ao taxista para nos deixar em algum lugar falamos entre quais ruas ou avenidas é o endereço. Por exemplo: se quero ir à entrada sul do central park, vou pedir que ele me deixe na 59St entre a 6 e a 7 avenidas.

Resumindo, sempre localize o norte e a partir da rua que você está conseguirá saber se deve ir a norte ou a sul e a leste ou a oeste.

Ex: Se quer sair da 3 ª avenida com a rua 30 e ir para a 6 ª avenida com a rua 35 você deve ir sentido norte (pra cima – uptown) e ao se virar para o norte vai perceber que a 6 ª avenida está a oeste da 3 ª e que isso significa ir para sua esquerda. Então para esse endereço você vai subir 5 quadras e andar mais 3 para seu lado esquerdo.

Aplicativo que pode ajudar: Citymapper

Eu espero que esse post tenha ajudado e se tiverem alguma dúvida a respeito não hesitem em me perguntar.

Beijinhos e até a próxima!!!!

Nova York, Viagens

Por que Nova York?

Por que Nova York?

Oi meus amores,

Estava dormindo aqui nessa Cidade inspiradora e acordei de repente com uma imensa vontade de escrever sobre ela, então aqui estou eu!

A Cidade de Nova York sempre se fez muito presente na minha vida, durante toda a minha adolescência acompanhei filmes e séries que tinham essa Cidade como cenário, então não tinha como não desejar estar aqui um dia, se tornou meu sonho, assim como pra muitas outras pessoas.

IMG_8967

Eu sempre vivi no Rio de Janeiro, uma Cidade grande, onde a vida passa como o balanço do mar, mas que também passa muito depressa no tic tac do relógio da Central do Brasil. Uma cidade pela qual que já me declarei apaixonada inúmeras vezes, claro que tem seus defeitos (e ultimamente são muitos), mas também tem inúmeras qualidades.

Sempre me senti preparada pra encarar Nova York, já que eu também vivia em uma metrópole e já tenho seu ritmo frenético. Sempre que viajo a uma cidade menor, até entrar no clima da Cidade, me vejo impaciente com a calma que a vida passa. Mas aqui eu sabia que não corria esses risco!

Quando cheguei, fiquei mega emocionado pela realização de um sonho e super ansiosa para desbravar cada centímetro desse lugar (E quem me acompanha, sabe que é o que tenho feito). Mas aqui não é lugar para “amadores”!

O ritmo é frenético ao quadrado, realmente as pessoas aqui levam a sério a máxima de que tempo é dinheiro. A vida passa rápido mas nem por isso a hora passa também, com o ritmo acelerado das coisas seu dia é mais produtivo, você consegue fazer mais coisas em único dia já que tudo acontece rapidamente. Se vai ao um restaurante apenas para uma refeição, as pessoas comem e vão embora, não ficam ali conversando sobre seus problemas, nem os garçons as querem segurando um lugar e nem elas querem ficar por ali, querem logo ir pra outro lugar. Até pra se divertir a galera é impaciente, não costumam ficar a noite inteira em um só lugar, muitos começam a noite em uma típico barzinho Nova-iorquino e terminam a noite em rooftop bem frequentado.

Sempre achei que eu, assim como meu pai, andávamos muito rápido, mas aqui percebi que não chegamos nem perto, e em menos de 10 aprendi o que é andar rápido de verdade.

IMG_8840

Mas também não se assuste, o Nova-Iorquinho é apressado e muitas vezes mal educado mas também pode ser muito agradável se você precisar dele para lhe ajudar com alguma coisa. Vivi uma experiência bem legal no metro que jamais esperei viver, estava com minha irmã nos localizando no mapa e uma senhora (senhora por respeito, mas ela não era tão idosa assim, ou já está acostumada com a vida aqui que parece uma jovem pra falar e se locomover) simplesmente parou e nos deu algumas coordenadas, e como era um dia de sol nos sugeriu também uma opção para andarmos um pouco mais e apreciarmos o dia. E se querem desacelerar, os parques públicos (praças) são as melhores opções!

Ah, e a pergunta que não quer calar. É verdade que a Cidade não dorme? Sim, é verdade, mas isso fica pra um próximo post!
Até a próxima!!!

Passeios, Sabores, Viagens

Artichoke Basille’s Pizza – a melhor pizza do mundo?!

Oi meus amores,

Hoje vou dividir com vocês uma “coisinha” de dar água na boca.

Como vocês já sabem estou morando aqui em Nova York por algum tempo e experimentando essa Cidade que tem muito a oferecer.

Quem me acompanha nas redes sociais viu que sai na noite nova-iorquina na sexta passada com minha irmã, nossa anfitriã e alguns amigos dela. Quando estávamos voltando para casa lá pelas 5 da manhã a Ju (nossa anfitriã) sugeriu fazermos uma paradinha para comprar uma pizza de alcachofra. Antes de eu vir pra New York, já havia pesquisado sobre essa pizza e já tinha ficado mega curiosa para provar (sou adepta a provar tudo antes de decidirmos se gostamos ou não de algo), então aceitamos a proposta e compramos dois pedaços de pizza para cada uma de nós e um que o taxista levou de lambuja, hahaha.

Quando a Ju entrou no taxi com aquelas fatias eu quase tive um troço. O cheiro era simplesmente maravilhoso. Já em casa eu provei e posso dizer que comi a MELHOR PIZZA DA MINHA VIDA. Não estou exagerando, eu já comi muita pizza no Brasil e tenho minhas preferidas, mas essa pizza sem dúvidas entrou no meu hall da fama.

Ela tem a massa bem grossa, é cremosa, cheirosa e muitoooo saborosa. E tem mais, uma fatia do “tamanho do maracanã” custa apenas U$ 5,00 (lembrando que não podemos fazer conversão se vivemos em outro País, já que as pessoas aqui vivem em dólar).  E só pra tirar a prova comi a minha segunda fatia no almoço de sábado e no domingo comi a segunda fatia da minha irmã (que gostou da pizza, mas não a achou a melhor de todos os tempo, afinal paladar é pessoal), ou seja, posso dizer que comi o suficiente para formar minha opinião.

Em minha opinião, se você vier à Nova Iorque deve experimentar essa pizza e aí sim dizer o que achou dela, mas eu posso apostar que você amar.

Vai aqui o site com o endereço das lojas que eles têm aqui em New York: http://www.artichokepizza.com/order_online.html

Se alguém já provou, eu adoraria saber o que achou!

Espero que tenham gostado!

Beijinhos e até a próxima!!!!